Gabriel Xavier

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gabriel Xavier
Gabriel Xavier 2016-03-06 at 16.48.13.png
Informações pessoais
Nome completo Gabriel Augusto Xavier
Data de nasc. 15 de julho de 1993 (25 anos)
Local de nasc. São Paulo, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,70 m
Canhoto
Apelido Pensador
Informações profissionais
Clube atual Nagoya Grampus
Número 10
Posição Meio-campista
Clubes de juventude
2008–2009
2009–2011
2011–2013
Corinthians
São Paulo
Portuguesa
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2013–2015
2015–2018
2016
2017
2017–2018
2019–
Portuguesa
Cruzeiro
Sport (emp.)
Vitória (emp.)
Nagoya Grampus (emp.)
Nagoya Grampus
0040 0000(6)
0026 0000(2)
0042 0000(4)
0020 0000(1)
0048 000(14)
0005 0000(2)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 1 de abril de 2019.

Gabriel Augusto Xavier (São Paulo, 15 de julho de 1993) é um futebolista brasileiro que atua como meio-campista. Atualmente defende o Nagoya Grampus.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Nascido na cidade de São Paulo, Gabriel Xavier é uma jovem promessa da base do São Paulo que se transferiu para o Cruzeiro em 2015.

Categoria de base[editar | editar código-fonte]

Aos 14 anos, chegou à categoria de base do Corinthians na temporada 2008–09, por onde chamou a atenção do São Paulo, jogando no sub-17 do clube. Após 2 anos, foi para o Canindé, atuar pela Portuguesa.

Portuguesa[editar | editar código-fonte]

Aos 19 anos, subiu para o time principal, onde, no começo, foi pouco utilizado. Mas começou a impressionar o técnico nos treinos e acabou virando titular da equipe. Após bons jogos com gols e assistências, acabou se firmando como um dos jogadores que tinham méritos com a torcida no time da Portuguesa, que fora rebaixada para a Série C naquele ano.

Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

Após se destacar na Série B de 2014, jogando pela Portuguesa, mesmo o time sendo rebaixado para Série C, Gabriel despertou o interesse do Cruzeiro para substituir uma lacuna deixada com a saída de Éverton Ribeiro. Assinou contrato com o clube no dia 19 de fevereiro de 2015, vestindo a camisa 18.

Fez sua estreia pela equipe no jogo contra o Tupi pelo Campeonato Mineiro de 2015. Foi decisivo por fazer o gol que, na disputa por pênaltis contra o São Paulo na Copa Bridgestone Libertadores da América, levou o time celeste para as quartas de final da competição. Teve um papel importante no banco de reservas da equipe mineira.

Sport[editar | editar código-fonte]

No dia 15 de fevereiro de 2016, o Cruzeiro emprestou Gabriel Xavier para o Sport. O empréstimo durou até a final da temporada de 2016. O clube pernambucano arcou com todo o seu salário.

Vitória[editar | editar código-fonte]

No dia 12 de janeiro de 2017, acertou mais um empréstimo, dessa vez ao Vitória.[1] Estreou no dia 26 de janeiro, marcando um dos gols da vitória por 3 a 1 sobre o Sergipe, em jogo válido pela primeira fase da Copa do Nordeste.

Em 17 de julho de 2017, Gabriel Xavier se despediu do Vitória por uma rede social. A possibilidade de Gabriel deixar o Vitória com destino ao Japão se tornou pública dias após o clássico com o Bahia, que terminou empatado em 0–0. Detentor dos direitos econômicos do jogador, o Cruzeiro precisou negociar com o Vitória, que tinha direito a taxa de vitrine e propôs receber uma porcentagem maior do que a acordada inicialmente para liberar o jogador de imediato.[2]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Vitória

Referências

  1. «Em rede social, meia Gabriel Xavier anuncia acerto com o Vitória». Globoesporte.com. 11 de janeiro de 2017. Consultado em 12 de janeiro de 2017 
  2. «Por rede social, Gabriel Xavier se despede do Vitória; meia viaja para o Japão». Globoesporte.com. 17 de julho de 2017. Consultado em 17 de julho de 2017 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Gabriel Xavier

Ligações externas[editar | editar código-fonte]