Gabriel Xavier

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Gabriel Xavier
Gabriel Xavier
Gabriel Xavier em 2016 pelo Cruzeiro.
Informações pessoais
Nome completo Gabriel Augusto Xavier
Data de nasc. 15 de julho de 1993 (28 anos)
Local de nasc. São Paulo, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,70 m
canhoto
Apelido Pensador
Informações profissionais
Clube atual Nagoya Grampus
Número 10
Posição meio-campista
Clubes de juventude
2008–2009
2009–2011
2011–2013
Corinthians
São Paulo
Portuguesa
Clubes profissionais
Anos Clubes
2013–2014
2015–2018
2016
2017
2017–2018
2019–
Portuguesa
Cruzeiro
Sport (emp.)
Vitória (emp.)
Nagoya Grampus (emp.)
Nagoya Grampus

Gabriel Augusto Xavier (São Paulo, 15 de julho de 1993) é um futebolista brasileiro que atua como meio-campista. Atualmente defende o Nagoya Grampus.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Nascido na cidade de São Paulo, Gabriel Xavier é uma jovem promessa da base do São Paulo que se transferiu para o Cruzeiro em 2015.

Categoria de base[editar | editar código-fonte]

Aos 14 anos, chegou à categoria de base do Corinthians na temporada 2008–09, por onde chamou a atenção do São Paulo, jogando no sub-17 do clube. Após 2 anos, foi para o Canindé, atuar pela Portuguesa.

Portuguesa[editar | editar código-fonte]

Aos 19 anos, subiu para o time principal, onde, no começo, foi pouco utilizado. Mas começou a impressionar o técnico nos treinos e acabou virando titular da equipe. Após bons jogos com gols e assistências, acabou se firmando como um dos jogadores que tinham méritos com a torcida no time da Portuguesa, que fora rebaixada para a Série C naquele ano.

Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

Após se destacar na Série B de 2014, jogando pela Portuguesa, mesmo o time sendo rebaixado para Série C, Gabriel despertou o interesse do Cruzeiro para substituir uma lacuna deixada com a saída de Éverton Ribeiro. Assinou contrato com o clube no dia 19 de fevereiro de 2015, vestindo a camisa 18.

Fez sua estreia pela equipe no jogo contra o Tupi pelo Campeonato Mineiro de 2015. Foi decisivo por fazer o gol que, na disputa por pênaltis contra o São Paulo na Copa Bridgestone Libertadores da América, levou o time celeste para as quartas de final da competição. Teve um papel importante no banco de reservas da equipe mineira.

Sport[editar | editar código-fonte]

No dia 15 de fevereiro de 2016, o Cruzeiro emprestou Gabriel Xavier para o Sport. O empréstimo durou até a final da temporada de 2016. O clube pernambucano arcou com todo o seu salário.

Vitória[editar | editar código-fonte]

No dia 12 de janeiro de 2017, acertou mais um empréstimo, dessa vez ao Vitória.[1] Estreou no dia 26 de janeiro, marcando um dos gols da vitória por 3 a 1 sobre o Sergipe, em jogo válido pela primeira fase da Copa do Nordeste.

Em 17 de julho de 2017, Gabriel Xavier se despediu do Vitória por uma rede social. A possibilidade de Gabriel deixar o Vitória com destino ao Japão se tornou pública dias após o clássico com o Bahia, que terminou empatado em 0–0. Detentor dos direitos econômicos do jogador, o Cruzeiro precisou negociar com o Vitória, que tinha direito a taxa de vitrine e propôs receber uma porcentagem maior do que a acordada inicialmente para liberar o jogador de imediato.[2]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Vitória

Referências

  1. «Em rede social, meia Gabriel Xavier anuncia acerto com o Vitória». Globoesporte.com. 11 de janeiro de 2017. Consultado em 12 de janeiro de 2017 
  2. «Por rede social, Gabriel Xavier se despede do Vitória; meia viaja para o Japão». Globoesporte.com. 17 de julho de 2017. Consultado em 17 de julho de 2017 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Gabriel Xavier

Ligações externas[editar | editar código-fonte]