Gabriela, Cravo e Canela (1960)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Gabriela, cravo e canela foi uma telenovela da TV Tupi de 1961, uma adaptação pouco conhecida do romance Gabriela, cravo e canela, de Jorge Amado, teve como destaque o personagem Tonico Bastos, interpretado por Paulo Autran. No papel-título atuou uma corista, sem renome: Janete Vollu. A história passa-se na Bahia, em meio ao ciclo do cacau, e as secas nordestinas.

A telenovela foi dirigida por Maurício Sherman e foi adaptada por Antônio Bulhões de Carvalho. Os direitos de adaptação foram adquiridos graças à amizade que o diretor tinha com o escritor baiano.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre telenovelas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.