Gabriele Greggersen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox warning pn.svg
Este artigo foi proposto para eliminação semirrápida por um ou mais editores. A(s) justificativas apresentada(s) para eliminação foram:
  • Sem fontes, sem relevância comprovada no verbete, ligações externas avulsas, conteúdo possivelmente publicitário ƑelipeO'Couto 01h06min de 23 de maio de 2017 (UTC)
  • Último editor:

Por favor, melhore o artigo se possível e procure enquadrá-lo dentro das regras do projeto.
Caso não haja oposição à eliminação desta página, ela será suprimida a partir de 28 de maio. Para mais informações, veja Política de eliminação e Eliminação semirrápida.


Encontre referências para o artigo: Google (notícias, livros e acadêmico)


Usuário: Se esta página possui arquivos de mídia que não são utilizáveis em outras páginas, adicione uma nota em WP:PER, para que um administrador lusófono do Wikimedia Commons verifique se ela se encontra no escopo do projeto.

Aviso ao criador: Os principais editores da página podem ser avisados (recomendável) e seu criador (se registrado) deve ser notificado com
{{subst:Aviso-ESR|1=Gabriele Greggersen}} ~~~~
Aviso ao criador com nota de boas-vindas:
{{subst:Av-bv-ESR|1=Gabriele Greggersen|2=~~~~}}

Gabriele Greggersen é uma historiadora, professora e filósofa brasileira. É mestre e doutora em História e Filosofia da Educação pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, sob orientação do Dr. Luiz Jean Lauand e pós-doutora na área de História das Mentalidades pelo Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo.

Além de ter sido docente e pesquisadora da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Greggersen é autora de Antropologia Filosófica de C.S. Lewis (Editora Mackenzie), sua tese, que recebeu uma versão simplificada em A Pedagogia Cristã na Obra de C.S. Lewis (Editora Vida), de O Senhor dos Anéis: da imaginação à ética (Editora Ultimato), de A Magia das Crônicas de Nárnia (GW Editora) e de diversos artigos, traduções e contos, tematizando as relações entre a literatura, a imaginação, o sagrado e a educação.

Escreveu ainda livros de contos, como No Guarda-Roupa Mágico: contos inspirados em Nárnia (Editora Descoberta) entre outros livros de contos e da coletânea O Evangelho de Nárnia (Editora Vida Nova).

Desde cedo, interessou-se pela imaginação e o lúdico como "pontes significativas" para a compreensão e aprendizado de assuntos complexos como a ética, a metafísica e a teologia. Para isso, inspira-se em filósofos e teólogos como o britânico C.S. Lewis, seus inspiradores como Gilbert Keith Chesterton, George MacDonald e Rudolf Otto, seu amigo e também autor de ficção J.R.R. Tolkien e o alemão Josef Pieper.

É membro benemérito do Instituto Malba Tahan, com sede em Queluz (SP) e ganhadora do Prêmio de Ouro em "Incentivo à leitura, literatura além fronteiras", da Câmara Municipal de São Paulo em parceria com a Ong Literatura para Crianças[1].

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.