Gake no ue no Ponyo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gake no ue no Ponyo
崖の上のポニョ
Ponyo à Beira-Mar (PRT)
Ponyo: Uma Amizade que Veio do Mar (BRA)
 Japão
2008 •  cor •  101 min 
Direção Hayao Miyazaki
Produção Toshio Suzuki
Roteiro Hayao Miyazaki
Elenco Tomoko Yamaguchi
Kazushige Nagashima
Yuki Amami
George Tokoro
Yuria Nara
Hiroki Doi
Rumi Hiiragi
Akiko Yano
Kazuko Yoshiyuki
Tomoko Naraoka
Gênero fantasia
Música Joe Hisaishi
Cinematografia Atsushi Okui
Direção de arte Noboru Yoshida
Edição Takeshi Seyama
Companhia(s) produtora(s) Studio Ghibli
Distribuição Toho
Lançamento 19 de julho de 2008
Idioma japonês
Orçamento ¥ 3,4 bilhões
Receita US$ 202,5 milhões

Gake no Ue no Ponyo (崖の上のポニョ?) é um filme de animação japonês que começou a ser escrito pelo famoso Hayao Miyazaki e produzido pelo Studio Ghibli em 2006.[1] A data de estreia no Japão foi 19 de julho de 2008. O filme teve sua estreia no Brasil em 2 de julho de 2010.

Enredo[editar | editar código-fonte]

O filme conta a história de Sōsuke, um garotinho de cinco anos, e Ponyo, uma princesa peixinho-dourado que deseja muito virar humana. Um dia Ponyo foge do seu lar no oceano e vai parar na encosta onde Sōsuke a encontra e promete protegê-la para sempre.

Miyazaki foi influenciado nesta história pelo conto A Pequena Sereia de H.C. Andersen,[2] além de inspirar-se na lenda japonesa Urashima Taro. Seu filho Gorō serviu de base para a construção do personagem Sōsuke.[3] A cidade do filme foi baseada no Setonaikai Kokuritsu Kōen um famoso parque japonês.

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

A música-tema homônima, "Gake no Ue no Ponyo", foi lançada anteriormente ao filme em 5 de dezembro de 2007. A música é cantada pelo duo Fujioka Fujimaki (que é formado por Takaaki Fujioka e Naoya Fujimaki) e pela cantora, de então oito anos, Nozomi Ōhashi.[4]

Recepção[editar | editar código-fonte]

O filme vem recebendo inúmeras críticas positivas, comparando-o com a obra Meu Vizinho Totoro por serem filmes com uma temática mais simples apresentando uma estética mais infantil,[5] além de trazer as já conhecidas marcas de sensibilidade e poesia do seu criador Miyazaki. O Japan Times avaliou a produção em quatro estrelas, sendo que a nota máxima é cinco. Ponyo estreou ao lado de um novo filme de Pokémon e possivelmente faturou com isso, visto que o anime é um dos grandes sucessos japoneses. Gake no ue no Ponyo liderou as bilheterias do Japão com 91 milhões de dólares acumulados em seu primeiro mês. Em 28 de Setembro o total arrecadado passou dos 134.600 milhões de dólares. Em Novembro acumulou 153 milhões de dólares, pouco menos do que Princesa Mononoke, considerando que ainda não havia ocorrido a estreia internacional oficial.

Um crítico do Times Online disse que "Ponyo é tão caótico e exuberante quanto uma história contada por uma criança hiperativa," ele deu quatro estrelas de um total de cinco. Os críticos do 65° Festival de Veneza foram bastante receptivos e fizeram ótimos elogios.[6]

Indicações[editar | editar código-fonte]

Festival de Veneza 2008 (Itália)

  • Indicado na categoria de Melhor Filme.

Referências

  1. «Suzuki Toshio Interview» (em inglês). Ghibli World. Consultado em 24 de maio de 2012. Arquivado do original em 5 de março de 2008 
  2. «'Ponyo on the Cliff by the Sea' brings in 15 billion yen during opening weekend» (em inglês). Japan News Review. 25 de julho de 2008. Consultado em 24 de maio de 2012. Arquivado do original em 28 de julho de 2008 
  3. «NEW STUDIO GHIBLI CM» (em inglês). Ghibli World. 19 de março de 2008. Consultado em 24 de maio de 2012. Arquivado do original em 6 de dezembro de 2008 
  4. «Radio Ghibli, "Ponyo" Theme Song» (em inglês). Nausicaa.net. 8 de outubro de 2007. Consultado em 24 de maio de 2012 
  5. Schilling, Mark (11 de julho de 2008). «'Gake no Ue no Ponyo' It's kids' play for anime king» (em inglês). The Japan Times. Consultado em 24 de maio de 2012 
  6. Gritten, David (31 de agosto de 2008). «Venice Film Festival: Hayao Miyazaki's Ponyo on the Cliff by the Sea». The Daily Telegraph. Consultado em 24 de maio de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre mangá e anime é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.