Galéria Fundana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Galéria Valéria.
Galéria Fundana
Imperatriz-consorte romana
Galeria Fundana.jpg
Galéria Fundana no Promptuarii Iconum Insigniorum
Reinado março de 69-dezembro de 69
Consorte Vitélio
Antecessor(a) Popeia Sabina
Sucessor(a) Domícia Longina
 
Nome completo
Galeria Fundana
Nascimento ca. 40
Morte fl. 69
Filho(s) Vitélio
Vitélia
Pai Galério

Galéria Fundana foi uma imperatriz-consorte romana, segunda esposa do imperador Vitélio. Filha de um antigo pretor, Galéria teve dois filhos durante seu casamento: um filho e uma filha[1][2]. Tácito, que escreveu desfavoravelmente sobre Vitélio, alega que Galéria era de "virtude exemplar" e "não participou dos horrores [de Vitélio]"[3]. O filho deles, Vitélio, rebatizado Germânico pelo pai em 69, foi morto durante a Revolta Flaviana juntamente com o pai. A vida de Galéria foi poupada e ela recebeu permissão para enterrar o marido. A filha, Vitélia, recebeu ajuda de Vespasiano para conseguir um bom casamento.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Títulos reais
Precedido por:
Estatília Messalina
Imperatriz-consorte romana
69
Sucedido por:
Domícia Longina

Referências

  1. Suetônio. «Vida de Vitélio» (em inglês e latim). Consultado em 28/07/2013. 
  2. «Vitélio» (em inglês). Livius.org. Consultado em 28/07/2013. 
  3. Tácito. Trad. Fyfe, W. Hamilton, : . Histórias (em inglês e latim) I Gutenberg.org [S.l.] Consultado em 28/07/2013.  |editora= e |publicado= redundantes (Ajuda)