Gangue da Demolição

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Gangue da Demolição (Wrecking Crew, no original) é o nome de um grupo fictício de quatro supervilões da Marvel Comics. Sua primeira aparição foi em Defenders vol. 1, #17 (novembro de 1974).

História[editar | editar código-fonte]

A Gangue da Demolição se formou quando Dirk Garthwaite, o Destruidor, estava na prisão da Ilha Stryker, após ser derrotado por Thor, onde aceita o convite do Dr. Elliot Franklin para recuperar sua bomba gama e extorquir milhões de dólares de Nova Iorque. Após a fugir da prisão, o Destruidor recupera seu pé de cabra encantado e, durante uma tempestade, diz a Franklin e seus companheiros de prisão, Henry Camp e Brian Calusky, para agarrarem a arma. Dirk invoca seus poderes e um relâmpago atinge o pé de cabra, dispersando a energia mágica asgardiana do corpo do Destruidor pelos seus companheiros, transformando os quatro homens nos supervilões que formam, a partir daí, a Gangue da Demolição. Depois, enquanto procuram pela bomba gama, são derrotados por Luke Cage e pelos Defensores, sendo a bomba gama desativada por Bruce Banner.[1]

Desde então a Gangue da Demolição repete um ciclo constante - fugir da prisão, lutar e ser derrotada por super-heróis, e voltar à prisão. A Gangue da Demolição já enfrentou Visão, Caveira Vermelha, Luke Cage, Victor Mancha, Venom, Krang e o Hulk, além de seu principal inimigo: Thor.

Posteriormente, a Gangue da Demolição consegue fugir novamente da prisão e durante uma batalha com Thor, uma mulher é acidentalmente morta, enfurecendo o Deus do Trovão, que rapidamente derrota e manda de volta para a prisão.[2] Maça foge, e semanas depois recupera o pé de cabra do Destruidor e o utiliza para criar sua própria arma encantada, uma bola de demolição com uma corrente que o torna quase invencível, mas acaba sendo derrotado pelo Homem-Aranha.[3]

A equipe participa das Guerras Secretas, lutando ao lado dos vilões.[4]

O feito mais marcante da Gangue da Demolição foi participar do espancamento do herói Hércules durante o cerco à Mansão dos Vingadores junto com a equipe de super-vilões Mestres do Terror. Hércules, eventualmente, com o auxílio de Thor, confronta a Gangue da Demolição e os derrota, recuperando sua auto-estima.[5]

A Gangue da Demolição tem um encontro com Os Fugitivos enquanto assalta um banco com seu mais novo membro: Escavador, o filho de Bate-Estaca. Eles são desafiados pelas mulheres do grupo a entregar Escavador ou serem presos. A Gangue acha que é uma piada, mas na luta que se segue, é rapidamente derrotada.[6]

Membros[editar | editar código-fonte]

Membros originais[editar | editar código-fonte]

  • Aríete (Henry Camp)
  • Bate Estaca (Brian Calusky)
  • Destruidor (Dirk Garthwaite)
  • Maça (Elliot Franklin)

Outros[editar | editar código-fonte]

  • Ulik, troll asgardiano inimigo de Thor. Estava sendo transportado com o Destruidor para a Gruta quando o resto da Gangue apareceu. Ensinou o Destruidor a fazer melhor uso de seus poderes, como a habilidade de teletransporte. Ficou com o grupo uma só vez.
  • Escavador (Ricky Calusky), filho de Bate-Estaca. Ao descobrir que o seu pai era membro da Gangue da Demolição, decidiu unir-se ao grupo. Bate-Estaca o aceitou com o intuito de treinar um recruta para substitui-lo ao se aposentar. Escavador possui uma pá encantada que se quebrou em sua primeira batalha, ao atingir a cabeça de Molly Hayes.[6]

Referências

  1. Defenders vol. 1, #17-19
  2. Thor vol. 1, #304
  3. Amazing Spider-Man vol.1, #248
  4. Guerras Secretas
  5. Thor vol.1, #418
  6. a b Fugitivos, #1
Ícone de esboço Este artigo sobre Banda desenhada da Marvel Comics é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.