Gareth Bale

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Gareth Bale
Gareth Bale
Bale em 2016
Informações pessoais
Nome completo Gareth Frank Bale
Data de nasc. 16 de julho de 1989 (33 anos)
Local de nasc. Cardiff, Reino Unido
Nacionalidade galês
Altura 1,86 m[1]
canhoto
Apelido O Golfista[2]
Informações profissionais
Clube atual Los Angeles FC
Número 11
Posição ponta-direita
Clubes de juventude
2005–2006 Southampton
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2006–2007
2007–2013
2013–2022
2020–2021
2022–
Southampton
Tottenham
Real Madrid
Tottenham (emp.)
Los Angeles FC
00045 0000(5)
00203 000(56)
00258 00(106)
00034 000(16)
00013 0000(3)
Seleção nacional3
2005–2006
2006
2006–2008
2006–
País de Gales Sub-17
País de Gales Sub-19
País de Gales Sub-21
País de Gales
00007 0000(1)
00001 0000(1)
00004 0000(2)
00109 000(40)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 5 de novembro de 2022.
3 Partidas e gols pela seleção nacional estão atualizadas
até 21 de novembro de 2022.

Gareth Frank Bale MBE[3] (Cardiff, 16 de julho de 1989) é um futebolista galês que atua como ponta-direita. Atualmente joga no Los Angeles FC, dos Estados Unidos.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Southampton[editar | editar código-fonte]

Gareth Bale começou a sua carreira no Southampton, da Inglaterra. Com a idade de dezesseis anos, estreou na equipe principal no dia 17 de abril de 2006 na partida em que o Southampton derrotou o Millwall por 2 a 0, tornando-se o segundo jogador mais jovem da história do clube a debutar (atrás de Theo Walcott).[4]

No dia 6 de agosto de 2006, contra o Derby County, Bale marcou seu primeiro gol em jogo válido pela EFL Championship. O galês cobrou uma falta com perfeição para empatar a partida em 1 a 1, e o placar final no Pride Park foi um empate de 2 a 2.[5] Dias depois ele voltou a balançar as redes, desta vez no St Mary's Stadium. O Southampton venceu o Coventry City por 2 a 0, com Bale novamente marcando de falta.[6]

Finalizando a sua primeira temporada como jogador profissional, Bale foi indicado como Jovem Jogador do Ano da Liga, em 4 de março de 2007.[7]

A sua última partida pelo Southampton ocorreu no jogo de ida das Eliminatórias da Segunda Divisão Inglesa, contra o Derby County, no dia 12 de maio. Bale sofreu uma lesão no segundo tempo, o que o impediu de atuar no jogo de volta.[8] No total, ele realizou 45 jogos e marcou cinco gols pela equipe.

Tottenham[editar | editar código-fonte]

Gareth Bale durante uma partida do Tottenham

Bale transferiu-se para o Tottenham no dia 25 de maio de 2007, assinando um contrato de quatro anos de duração. O clube londrino pagou 5 milhões de libras no negócio, que, com as cláusulas adicionais poderia ser elevado para 10 milhões de libras.[9]

Bale estreou pelos Spurs em um amistoso contra o St. Patrick's Athletic, em 12 de julho de 2007.[10] Sua primeira partida oficial ocorreu no dia 26 de agosto, contra o Manchester United.[11]

Na segunda partida pelo Tottenham, o galês marcou seu primeiro gol com a camisa do time. Isso ocorreu no empate 3 a 3 com o Fulham, no dia 1 de setembro.[12]

Por causa de uma lesão nos ligamentos do joelho direito, ficou afastado dos gramados até o final da temporada 2007–08.[13] Em agosto de 2008, após ter recebido sondagens do Manchester United e da Juventus, Bale renovou seu contrato com os Spurs até junho de 2012.[14]

Na temporada 2010–11, Bale foi o principal jogador da equipe do Tottenham, principalmente nos jogos de ida e volta contra a Internazionale, válidos pela fase de grupos da Liga dos Campeões da UEFA. No jogo de ida, o galês "infernizou" a vida do lateral-direito Maicon e marcou um hat-trick na Itália, na derrota por 4 a 3.[15][16] Bale não marcou no jogo de volta, mas deu duas assistências para os gols de Roman Pavlyuchenko e Peter Crouch, e o Tottenham venceu por 3 a 1.[17] O sonho da Champions League, porém, acabou nas quartas de final, contra o Real Madrid; no placar agregado, os Spurs perderam por 5 a 0.[18] Porém, no dia 17 de abril, ele recebeu o prêmio de melhor jogador da Premier League de 2010–11 pela PFA.[19]

Entretanto, Bale finalizou a temporada de forma frustrante; durante uma partida contra o Blackpool, o galês sofreu uma lesão no tornozelo que o tirou do restante da temporada.[20]

Real Madrid[editar | editar código-fonte]

Gareth Bale e Arda Turan durante o Dérbi de Madrid, em 28 de setembro de 2013

Depois de um longo período de negociações, Bale foi anunciado oficialmente como jogador do Real Madrid no dia 1 de setembro de 2013, assinando um contrato de seis temporadas com o clube espanhol.[21] Os valores da transferência, na época, não foram divulgados. Porém, estima-se que o acordo foi firmado em 101 milhões de euros (aproximadamente 314 milhões de reais),[carece de fontes?] sacramentando a transferência mais cara da história do futebol na época.[22] O galês foi apresentado no dia seguinte no Estádio Santiago Bernabéu, recebendo a camisa de número 11. Em espanhol, declarou: “Es un sueño para mí jugar en el Real Madrid, gracias por esta gran acogida. ¡Hala Madrid!”.[23] Estreou pela equipe merengue no dia 14 de setembro, no empate em 2 a 2 contra o Villarreal pela La Liga, marcando inclusive, aos 38 minutos, seu primeiro gol.[24]

Bale foi decisivo no dia 16 de abril de 2014, na final da Copa do Rei, onde marcou o gol do título merengue na vitória por 2 a 1 contra o Barcelona.[25] O golaço foi marcado após uma arrancada espetacular desde o meio-campo, em que Bale percorreu cerca de 50 metros em um intervalo de tempo muito curto e atingiu uma incrível velocidade.[26][27]

Já na final da Liga dos Campeões da UEFA, Bale não foi um dos destaques do Real Madrid, mas conseguiu marcar o gol da virada na prorrogação. O jogo terminou com vitória de 4 a 1 para o time merengue, e assim seu time conquistou pela décima vez a Liga dos Campeões da UEFA.[28]

Em 16 de dezembro de 2014, Bale marcou um dos gols da vitória por 4 a 0 sobre o clube mexicano Cruz Azul, em partida válida pela semifinal da Copa do Mundo de Clubes da FIFA.[29] Voltou a marcar no dia 20 de dezembro, dessa vez na final do torneio, sendo fundamental na vitória por 2 a 0 sobre o San Lorenzo.[30] O galês foi um dos artilheiros do Mundial ao lado de seu companheiro de clube, Sergio Ramos, e do mexicano Gerardo Torrado.

Em fevereiro de 2018, jornais espanhóis relataram que tanto o jogador quanto clube estavam insatisfeitos: Bale reclamou que não tinha tantas chances quanto merecia na equipe titular, enquanto que o Real Madrid entendia que o galês decidia poucas partidas e desaparecia no meio delas.[31] Entre 2013 e 2018, Bale teve 25 lesões que o fizeram ficar de fora de exatos 78 jogos - quase um a cada três.[32]

No dia 22 de dezembro, foi escolhido como o melhor jogador da Copa do Mundo de Clubes da FIFA e se despediu como artilheiro do mesmo com três gols marcados, ao lado do atacante Rafael Santos Borré, do River Plate.[33]

Bale marcou seu centésimo gol pelo Real Madrid em 9 de fevereiro de 2019, no Wanda Metropolitano, em um clássico contra o Atlético de Madrid, no qual o Real ganhou por 3 a 1.[34][35]

Polêmicas[editar | editar código-fonte]

No final de passagem pelo Real Madrid, Bale teve diversas desavenças com o clube e com o treinador Zinédine Zidane, mostrando-se cada vez mais longe do clube. Exemplo disso foi a bandeira de classificação com a seleção galesa, onde estava escrito Wales • Golf • Madrid, in that order (em tradução livre: País de Gales, Golfe, Madri, nessa ordem), que iniciou a pressão no jogador e na diretoria do Real para deixá-lo ir.[36] Além disso, houve episódios do próprio jogador jogando golfe durante uma partida do Real Madrid contra o Manchester City, válida pelas oitavas de final da Liga dos Campeões da UEFA.[37] O galês também já foi flagrado dormindo no banco de reservas durante uma partida válida pela La Liga.[38]

Saída[editar | editar código-fonte]

Após ter retornado do empréstimo ao Tottenham, o galês pouco atuou com Carlo Ancelotti na temporada 2021–22, tendo realizado apenas sete jogos e marcado um gol. Assim, confirmou sua saída em definitivo do Real Madrid no dia 1 de junho de 2022, publicando uma carta aberta aos torcedores e agradecendo pelos nove anos no clube.[39]

Empréstimo ao Tottenham[editar | editar código-fonte]

Em 19 de setembro de 2020, o empresário do jogador avisou a todos que Bale estaria saindo do Real Madrid e retornando aos Spurs, mesmo caminho feito pelo lateral-esquerdo Sergio Reguilón.[40][41] Teve grande atuação no dia 23 de maio de 2021, no jogo contra o Leicester válido pela última rodada da Premier League, entrando aos 68' e virando o jogo para os Spurs, marcando aos 86 e aos 96 minutos.[42] A partida terminou 4 a 2 para o Tottenham e classificou a equipe para a Liga Conferência Europa da UEFA, além de tirar o Leicester da próxima Liga dos Campeões da UEFA e ainda classificar o rival londrino Chelsea, que perdeu para o Aston Villa e dependia do resultado da partida do Leicester para garantir sua vaga na Champions.[43] Bale encerrou a temporada 2020–21 pelo Tottenham com 16 gols e três assistências em 34 partidas.

Los Angeles FC[editar | editar código-fonte]

No dia 25 de junho de 2022, Bale foi confirmado como novo reforço do Los Angeles FC, dos Estados Unidos, para a temporada 2022–23. O clube não informou os detalhes da contratação, contudo, de acordo com a imprensa norte-americana, o jogador assinou um contrato válido até junho de 2023.[44]

Marcou um importante gol no dia 5 de novembro, contra o Philadelphia Union, em jogo válido pela final da Major League Soccer. Bale saiu do banco aos sete minutos do primeiro tempo da prorrogação, viu a equipe adversária marcar nos acréscimos do segundo tempo, mas foi decisivo para o empate pouco antes do apito final, ao marcar um gol de cabeça. Após o empate em 3 a 3 na prorrogação, o Los Angeles sagrou-se campeão depois de vencer o rival na disputa por pênaltis.[45]

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Um breve vídeo de Gareth Bale em 2016, legendado em português

Estreou pela Seleção Galesa principal no dia 27 de maio de 2006, contra Trinidad e Tobago, tornando-se o mais jovem a atuar por ela, com dezesseis anos e 315 dias.[46]

Tornou-se também o jogador mais jovem a marcar um gol pela sua Seleção, no dia 7 de outubro de 2006, na derrota por 5 a 1 em casa contra a Eslováquia, em partida válida pelas Eliminatórias da Euro 2008.[47]

Brian Flynn, seu treinador da Seleção Galesa Sub-21, comentou que notou em Bale algo especial, um talento natural como o compatriota Ryan Giggs. Assim, indicou seu nome para o então treinador da Seleção principal, John Toshack. [48]

Bale anunciou seu interesse em participar dos Jogos Olímpicos de Londres 2012, que marcariam a formação da Seleção Britânica, uma vez que o Reino Unido é representado por um único selecionado para as competições olímpicas e, como sede, deveria estar presente em todos os esportes coletivos. A Associação de Futebol do País de Gales (assim como as da Escócia e Irlanda do Norte) foi contrária ao uso de seus atletas, o que fez Bale ameaçar processá-la caso o proibisse. Ele era um nome dado como certo, e, inclusive, vestiu o uniforme britânico em fotos de divulgação.[49] Porém, não pôde participar em razão de uma lesão sofrida poucas semanas antes do evento.[50]

Foi crucial na inédita classificação de Gales para a Eurocopa de 2016, com um ótimo desempenho nas eliminatórias, marcando sete gols nas 10 partidas e dando duas assistências, sendo decisivo nas partidas contra Israel (vitória de 3 a 0), Bélgica (vitória de 1 a 0) e Chipre (vitória de 1 a 0), além de um time entrosado antes desacreditado. Na Euro, marcou de falta na estreia contra a Eslováquia, no dia 11 de junho de 2016, o histórico primeiro gol da Seleção Galesa em Eurocopas, num jogo em que Gales venceu por 2 a 1.[51] Já no dia 16 de junho, marcou na derrota para a Inglaterra por 2 a 1.[52] No dia 20 de junho, marcou na vitória sobre a Rússia por 3 a 0.[53] Apesar disso, a Seleção Galesa foi eliminada na semifinal para Portugal do seu companheiro Cristiano Ronaldo, sendo derrotada por 2 a 0.[54] Bale fechou sua jornada na Euro com seis jogos disputados e três gols marcados.

Em maio de 2021, foi escolhido para ser o capitão da Seleção Galesa na disputa da Eurocopa de 2020.[55]

Convocado por Rob Page para a Copa do Mundo FIFA de 2022,[56] Bale foi titular e atuou durante os 90 minutos no primeiro jogo do País de Gales no Grupo B, contra os Estados Unidos. Após ter sofrido um pênalti no segundo tempo, o atacante foi para a cobrança e marcou o gol que garantiu o empate em 1 a 1.[57]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizadas até 17 de julho de 2022.[58]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Equipe Temporada Campeonato
nacional
Competições
nacionais
Competições
continentais
Total
Jogos Golos Assist. Jogos Golos Assist. Jogos Golos Assist. Jogos Golos Assist.
Southampton 2005–06 2 0 0 2 0 0
2006–07 38 5 15 5 0 0 0 0 0 43 5 12
Total 40 5 15 5 0 0 0 0 0 45 5 12
Tottenham Hotspur 2007–08 8 2 1 1 1 1 3 0 0 12 3 1
2008–09 16 0 0 7 0 1 7 0 2 30 0 3
2009–10 23 3 5 11 0 6 34 3 11
2010–11 30 7 2 11 4 9 41 11 11
2011–12 36 10 14 4 2 3 2 1 0 42 13 17
2012–13 33 21 9 3 2 3 8 3 3 44 26 15
Total 146 43 31 26 5 13 31 8 14 203 56 58
Real Madrid 2013–14 27 15 13 5 1 2 12 6 4 44 22 19
2014–15 31 13 9 4 0 1 13 4 2 48 17 12
2015–16 23 19 11 - 8 0 4 31 19 15
2016–17 19 7 2 0 0 0 8 2 2 27 9 4
2017–18 26 16 2 3 1 1 10 4 3 39 21 6
2018–19 29 8 3 3 0 0 10 6 3 42 14 6
2019–20 16 2 2 1 1 0 3 0 0 20 3 2
2021–22 1 0 0 0 0 0 0 0 0 1 0 0
Total 172 80 42 16 3 4 64 22 18 258 106 64
Tottenham Hotspur 2020–21 20 11 2 4 2 1 10 3 1 34 16 4
Total 20 11 2 4 2 1 10 3 1 34 16 4
Los Angeles FC 2022 1 0 0 0 0 0 0 0 0 1 0 0
Total 1 0 0 0 0 0 0 0 0 1 0 0
Total na carreira 381 140 87 51 10 18 105 33 33 537 183 138

Seleção Galesa[editar | editar código-fonte]

Ano
Jogos Gols
2006 4 1
2007 7 1
2008 5 0
2009 7 0
2010 4 1
2011 6 3
2012 5 3
2013 5 2
2014 5 3
2015 6 5
2016 11 7
2017 3 0
2018 6 5
2019 9 2
2020 4 0
2021 4 0
Total 91 33

Títulos[editar | editar código-fonte]

Tottenham
Real Madrid
Los Angeles FC

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Artilharias[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «2022 FIFA World Cup Qatar – List of Players» (PDF). Fédération Internationale de Football Association (em inglês). FIFA.com. 15 de novembro de 2022. p. 32. Consultado em 26 de novembro de 2022. Cópia arquivada (PDF) em 22 de novembro de 2022 
  2. «Real Madrid: Bale abraça e até agradece apelido 'o golfista', que parecia irônico». ESPN Brasil. 5 de setembro de 2019. Consultado em 9 de agosto de 2022 
  3. «Bale foi condecorado pela Rainha de Inglaterra: "O futebol é a minha vida"». O Jogo. 2 de junho de 2022 
  4. John May (26 de maio de 2007). «How good is Gareth Bale?» (em inglês). BBC. Consultado em 2 de junho de 2022 
  5. «Derby 2-2 Southampton» (em inglês). BBC. 6 de agosto de 2006. Consultado em 2 de junho de 2022 
  6. «Southampton 2-0 Coventry» (em inglês). BBC. 9 de agosto de 2006. Consultado em 2 de junho de 2022 
  7. Prestige award for Bale [ligação inativa]
  8. «Southampton 1-2 Derby» (em inglês). BBC. 12 de maio de 2007. Consultado em 2 de junho de 2022 
  9. «Tottenham complete Bale transfer» (em inglês). BBC. 25 de maio de 2007. Consultado em 2 de junho de 2022 
  10. «St Patrick's Athletic 0-1 Tottenham Hotspur» (em inglês). Raidió Teilifís Éireann. 12 de julho de 2007. Consultado em 2 de junho de 2022 
  11. «Man Utd 1-0 Tottenham» (em inglês). BBC. 26 de agosto de 2007 
  12. Nathan Mercer (1 de setembro de 2007). «Fulham 3-3 Tottenham» (em inglês). BBC. Consultado em 23 de janeiro de 2022 
  13. «Injury rules out Bale for season» (em inglês). BBC. 4 de fevereiro de 2008 
  14. John Ley (26 de abril de 2010). «Gareth Bale to be offered new Tottenham contract» (em inglês). The Telegraph. Consultado em 1 de junho de 2022 
  15. «Inter de Milão abre vantagem, sofre apagão no fim, mas vence Tottenham». GloboEsporte.com. 20 de outubro de 2010. Consultado em 2 de junho de 2022 
  16. «Inter de Milão 4×3 Tottenham: quando Gareth Bale 'destruiu' Maicon». Premier League Brasil. 18 de setembro de 2018. Consultado em 23 de janeiro de 2022 
  17. «Protagonista de novo, Bale dá show em 'troco' do Tottenham sobre Inter». GloboEsporte.com. 2 de novembro de 2010. Consultado em 2 de junho de 2022 
  18. «Real Madrid elimina Tottenham e faz semifinal contra Barça». UOL. 13 de abril de 2011. Consultado em 1 de junho de 2022 
  19. a b «Sensação, Bale surpreende e supera Tevez em eleição de 'melhor do ano'». GloboEsporte.com. 17 de abril de 2011. Consultado em 21 de dezembro de 2021 
  20. «Lesão tira Gareth Bale do resto da temporada». Trivela. 9 de maio de 2011. Consultado em 21 de dezembro de 2021 
  21. «Após longa negociação, Real Madrid anuncia a contratação de Gareth Bale». GloboEsporte.com. 1 de setembro de 2013. Consultado em 1 de junho de 2022 
  22. «Comunicado oficial» (em espanhol). Site oficial do Real Madrid. 1 de setembro de 2013. Consultado em 1 de setembro de 2013. Arquivado do original em 3 de setembro de 2013 
  23. «Bale: "Es un sueño para mí jugar en el Real Madrid, gracias por esta gran acogida y ¡hala Madrid!"» (em espanhol). Site oficial do Real Madrid. 2 de setembro de 2013. Consultado em 2 de setembro de 2013. Arquivado do original em 21 de setembro de 2013 
  24. «2-2: Empate con goles de Bale y Ronaldo» (em espanhol). Site oficial do Real Madrid. 14 de setembro de 2013. Consultado em 20 de setembro de 2013. Arquivado do original em 21 de setembro de 2013 
  25. «Com Neymar e Messi sumidos, Real Madrid leva Copa do Rei mesmo sem CR7». UOL. 16 de abril de 2014. Consultado em 1 de junho de 2022 
  26. Francisco De Laurentiis (17 de abril de 2014). «Com arrancada imparável, Bale ficou a menos de 1s do recorde mundial». ESPN Brasil. Consultado em 21 de dezembro de 2021 
  27. «Há seis anos, Bale marcava pelo Real contra o Barça após arrancada incrível». UOL. 16 de abril de 2020. Consultado em 21 de dezembro de 2021 
  28. Cassio Barco (24 de maio de 2014). «La Décima": de virada, Real goleia Atlético na prorrogação e leva taça». GloboEsporte.com. Consultado em 21 de dezembro de 2021 
  29. «Real Madrid vai à final do Mundial de Clubes com goleada sobre Cruz Azul». Terra. 16 de dezembro de 2014. Consultado em 21 de dezembro de 2021 
  30. «Ficha Técnica: Real Madrid 2 x 0 San Lorenzo». Terra. 20 de dezembro de 2014. Consultado em 21 de dezembro de 2021 
  31. «Fim da linha: jornal garante que Bale não seguirá no Real Madrid». ESPN Brasil. 22 de fevereiro de 2018. Consultado em 21 de dezembro de 2021 
  32. «Bale chega à 25ª lesão no Real Madrid e se aproxima de 100 jogos oficiais desfalcando o clube». ESPN Brasil. 6 de dezembro de 2019. Consultado em 21 de dezembro de 2021 
  33. «Bale é eleito melhor do Mundial de Clubes, e brasileiro é bola de prata». UOL. 22 de dezembro de 2018. Consultado em 21 de dezembro de 2021 
  34. «Gareth Bale comemora marca de 100 gols com a camisa do Real Madrid». UOL. 9 de fevereiro de 2019. Consultado em 1 de junho de 2022 
  35. «Cem vezes Gareth Bale». BeSoccer. 9 de fevereiro de 2019. Consultado em 1 de junho de 2022 
  36. «Gareth Bale comemora classificação de Gales com bandeira provocando o Real Madrid». GloboEsporte.com. 20 de novembro de 2019. Consultado em 21 de dezembro de 2021 
  37. «Bale jogou golfe horas antes da eliminação do Real na Champions, diz TV». UOL. 7 de agosto de 2020. Consultado em 21 de dezembro de 2021 
  38. «Cochilo? Bale cobre os olhos com máscara, e reações chamam atenção em jogo do Real Madrid». GloboEsporte.com. 10 de julho de 2020. Consultado em 21 de dezembro de 2021 
  39. «Bale anuncia saída do Real Madrid e se despede em carta para a torcida». GloboEsporte.com. 1 de junho de 2022 
  40. «Bale chega a Londres e vai direto a CT para fechar com o Tottenham, onde fãs fazem festa». GloboEsporte.com. 18 de setembro de 2020. Consultado em 21 de dezembro de 2021 
  41. «Sergio Reguilon: Real Madrid defender arrives at Tottenham training ground to complete move» (em inglês). Sky Sports. 18 de setembro de 2020. Consultado em 21 de dezembro de 2021 
  42. «Com gol contra de goleiro e dois de Bale, Tottenham vence Leicester fora de casa». GloboEsporte.com. 23 de maio de 2021. Consultado em 21 de dezembro de 2021 
  43. «Tottenham vence de virada e impede classificação do Leicester para a Champions». IstoÉ. 23 de maio de 2021. Consultado em 21 de dezembro de 2021 
  44. «Gareth Bale acerta com Los Angeles FC e jogará a MLS». GloboEsporte.com. 25 de junho de 2022. Consultado em 5 de novembro de 2022 
  45. «Bale marca na prorrogação, e Los Angeles FC é campeão da MLS». GloboEsporte.com. 5 de novembro de 2022 
  46. «Bale savours record Wales debut» (em inglês). BBC. 28 de maio de 2006. Consultado em 1 de junho de 2022 
  47. Sean Davies (7 de outubro de 2006). «Wales 1-5 Slovakia» (em inglês). BBC. Consultado em 1 de junho de 2022 
  48. «Bale was as good as Giggs... I told Toshack to pick him for Wales at 16, says Flynn» (em inglês). Dailymail. 2 de setembro de 2013. Consultado em 1 de junho de 2022 
  49. «Bale contraria FA Galesa e veste camisa da seleção britânica». Trivela.com. Consultado em 15 de julho de 2012 
  50. «Bale se machuca e desfalca Reino Unido na Olimpíada». Trivela. 1 de julho de 2012. Consultado em 21 de dezembro de 2021 
  51. «Bale marca, País de Gales vence a Eslováquia por 2 a 1 e quebra tabu de 58 anos». GloboEsporte.com. 11 de junho de 2016. Consultado em 1 de junho de 2022 
  52. «Na base da raça e da camisa, Inglaterra marca no fim e vence o País de Gales de virada». GloboEsporte.com. 16 de junho de 2016. Consultado em 1 de junho de 2022 
  53. «País de Gales goleia e elimina Rússia da Euro; Inglaterra avança em 2º». Extra. 20 de junho de 2016. Consultado em 1 de dezembro de 2019 
  54. «Cristiano Ronaldo faz gol, dá assistência involuntária e conduz Portugal à final da Euro». GloboEsporte.com. 6 de julho de 2016. Consultado em 1 de junho de 2022 
  55. «Gareth Bale e a honra de capitanear o País de Gales no UEFA EURO». UEFA.com. 11 de junho de 2021. Consultado em 12 de junho de 2022 
  56. «País de Gales divulga lista de convocados para Copa do Catar com os insubstituíveis Bale e Ramsey». Gazeta Esportiva. 9 de novembro de 2022. Consultado em 21 de novembro de 2022 
  57. Felipe Lobo (21 de novembro de 2022). «Bale salve empate para Gales contra Estados Unidos em jogo de tempos opostos». Trivela 
  58. «País de Gales - G. Bale - Profile with news, career statistics and history». Soccerway. Consultado em 1 de junho de 2022 
  59. Supertaça Europeia
  60. «Bale é eleito o melhor jogador galês do ano pela 6ª vez, a 4ª consecutiva». ESPN Brasil. 9 de novembro de 2016. Consultado em 21 de dezembro de 2021 
  61. «Gareth Bale» (em inglês). Site oficial do Tottenham. Consultado em 25 de dezembro de 2021 
  62. «Gareth Bale wins BBC Wales Sports Personality award» (em inglês). BBC Sport. 6 de dezembro de 2010. Consultado em 12 de outubro de 2022 
  63. «Bale, do Tottenham, é eleito melhor jogador e revelação do Inglês». GloboEsporte.com. 29 de abril de 2013. Consultado em 21 de dezembro de 2021 
  64. Seasons
  65. «Com Thiago Silva e Marcelo, Uefa divulga seleção da Liga dos Campeões». GloboEsporte.com. 30 de maio de 2016. Consultado em 21 de dezembro de 2021 
  66. «Bale eleito melhor em campo na final da Champions League». UEFA.com. 26 de maio de 2018. Consultado em 21 de dezembro de 2021 
  67. «Bale, Bola de Ouro do Mundial de Clubes 2018». Site oficial do Real Madrid. 22 de dezembro de 2018. Consultado em 21 de dezembro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]