Garibaldi Alves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


Garibaldi Alves
Garibaldi Alves em 2011
Senador pelo Rio Grande do Norte
Período 5 de janeiro de 2011
até 25 de março de 2014[a]
22.º Vice-governador do Rio Grande do Norte
Período 15 de março de 1987
até 15 de março de 1991
Governador Geraldo Melo
Antecessor(a) Radir Pereira
Sucessor(a) Vivaldo Costa
Deputado estadual do Rio Grande do Norte
Período 1 de fevereiro de 1957
até 15 de março de 1969
Dados pessoais
Nome completo Garibaldi Alves
Nascimento 27 de maio de 1923
Angicos, Rio Grande do Norte
Morte 7 de abril de 2022 (98 anos)
Natal, Rio Grande do Norte
Nacionalidade Brasileiro
Cônjuge Vanice Alves
Partido MDB (1966-1979)
MDB (1980-presente)
Profissão Pecuarista

Garibaldi Alves (Angicos, 27 de maio de 1923Natal, 7 de abril de 2022) foi um pecuarista e político brasileiro, filiado ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB). Foi o 22.º vice-governador do Rio Grande do Norte entre 1987 a 1991, além de deputado estadual e senador pelo mesmo estado.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Família e início na vida pública[editar | editar código-fonte]

Filho de Manuel Alves Filho e Maria Fernandes Alves, irmão dos também políticos Aluízio Alves e Agnelo Alves. É viúvo de Vanice Chaves Alves desde 2019, com quem teve quatro filhos: o ex-ministro da Previdência Social do governo Dilma Rousseff e ex-senador Garibaldi Alves Filho, do conselheiro do TCE-RN Paulo Roberto Alves, de Maria Auxiliadora Alves e de Maria das Graças Alves.[2] Garibaldi foi eleito deputado estadual do Rio Grande do Norte por três vezes consecutivas (1958, 1962 e 1966). Em 1969, o seu mandato e direitos políticos vêm a ser cassados por dez anos através do AI-5.

No governo estadual[editar | editar código-fonte]

Garibaldi foi eleito em 1986 o vice-governador do Rio Grande do Norte para o período 1987-1991, na gestão Geraldo Melo.[3]

No Congresso Nacional[editar | editar código-fonte]

Como primeiro suplente da ex-senadora Rosalba Ciarlini, que renunciou para tornar-se governadora do Rio Grande do Norte, assumiu o mandato em 8 de dezembro de 2011.[4][5]

Licença temporária[editar | editar código-fonte]

Ao licenciar-se para tratar problemas de saúde, a segunda suplente Ivonete Dantas substituiu-o.[6]

Morte[editar | editar código-fonte]

Garibaldi faleceu de causas naturais em 7 de abril de 2022, aos 98 anos.[7]

Notas

  1. Licenciado entre 6 de dezembro de 2011 e 5 de abril de 2012 e entre 25 de março de 2014 a 31 de janeiro de 2015 para tratamento de saúde

Referências

  1. Maxmeio.com - (atendimento@maxmeio.com). «Assembleia homenageia senador Garibaldi Alves com medalha do Mérito Legislativo». www.al.rn.gov.br (em portuguese). Consultado em 1 de julho de 2020 
  2. «Dona Vanice Alves morre aos 91 anos, em Natal». Tribuna do Norte. Consultado em 1 de julho de 2020 
  3. Carvalho, Robson Vasconcelos. Família E Política No Rn (em inglês). [S.l.]: Clube de Autores (managed) 
  4. «Senador Garibaldi Alves - Senado Federal». www25.senado.leg.br. Consultado em 1 de julho de 2020 
  5. «Garibaldi Alves toma posse como senador pelo RN». www12.senado.leg.br. Consultado em 1 de julho de 2020 
  6. «Correio Braziliense». 3 de janeiro de 2011 
  7. «Morre Garibaldi Alves, pai do ex-governador do RN Garibaldi Filho». G1. 7 de abril de 2022. Consultado em 7 de abril de 2022