Garota Maniaca Fada Sonhadora

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Translation to english arrow.svg
A tradução deste artigo está abaixo da qualidade média aceitável. É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, tente encontrar a página original e melhore este verbete conforme o guia de tradução.

Uma Garota Maniaca Fada Sonhadora (em inglês: Manic Pixie Dream Girl) é um tipo de personagem modelo em filmes. O crítico de cinema Nathan Rabin, que cunhou o termo depois de ver Kirsten Dunst em Elizabethtown (2005), descreve GMFS como ''aquela criatura cinematográfica cintilante e superficial que só existe na imaginação febril dos escritores''.[1] Dizem que as GMFSs ajudam a seu parceiro sem perseguir sua própria felicidade, e essas personagens nunca crescem e seus parceiros da mesma forma.[2]

Exemplos[editar | editar código-fonte]

As GMFSs são personagens estáticas com características excêntricas e são descaradamente infantis.Invariavelmente, elas servem de interesse romântico para um protagonista masculino, muitas vezes melancólico e deprimido.Bons exemplos são a personagem de Natalie Portman no filme Hora de Voltar, escrito e dirigido por Zach Braff,[1][2][3] e Amélie Poulain, interpretada por Audrey Tautou no filme francês O Fabuloso Destino de Amélie Poulain de 2001. além disso, a personagem de Kate Hudson em Quase Famosos.[2]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b Rabin, Nathan. «My Year Of Flops, Case File 1: Elizabethtown: The Bataan Death March of Whimsy». A.V. Club. The Onion 
  2. a b c Welker, Holly (Spring 2010), "Forever Your Girl". Bitch Magazine: Feminist Response to Pop Culture (46):26–30.
  3. Berman, Judy (7 de agosto de 2008). «The Natalie Portman problem». Salon.com. Consultado em 5 de janeiro de 2010.