Gary Jennings

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gary Jennings
Nascimento 20 de setembro de 1928
Buena Vista
Morte 13 de fevereiro de 1999 (70 anos)
Pompton Lakes
Cidadania Estados Unidos
Ocupação escritor, jornalista, romancista, escritor de ficção científica
Página oficial
http://www.garyjennings.net

Gary Jennings (Buena Vista, 20 de setembro de 1928 - Pompton Lakes, 13 de fevereiro de 1999) foi um autor estadunidense que escreveu romances infantis e adultos. Em 1980, após o bem-sucedido romance Aztec, ele se especializou em escrever romances de ficção histórica para adultos.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em 20 de setembro de 1928, em Buena Vista, Virginia, filho de Glen Edward e Vaughnye May Jennings, Gary Jennings cursou uma escola formal depois de se formar na Eastside High School (do filme Lean on Me) em Paterson, Nova Jersey, apesar de ter sido principalmente um autodidata.[1]

Seus romances eram conhecidos por seus detalhes históricos e, ocasionalmente, pelo conteúdo gráfico. Os romances de Jennings são bem pesquisados: ele viveu por 12 anos no México para pesquisar os romances astecas, viajou pelos Bálcãs enquanto pesquisava para a obra Raptor e juntou-se a nove companhias de circo durante a escrita de Spangle. Ele também produziu uma série de romances para leitores mais jovens, como A Rope in the Jungle e uma história do ocultismo Black Magic, White Magic.[1]

Gary Jennings morreu em fevereiro de 1999 em Pompton Lakes, Nova Jersey, aos 70 anos, vítima de insuficiência cardíaca.[1]

Referências

  1. a b c d Smith, Dinitia. «Gary Jennings Is Dead at 70; Author of the Best Seller 'Aztec'». The New York Times. Consultado em 5 de janeiro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]