Gary Oldman

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gary Oldman
Nome completo Gary Leonard Oldman
Outros nomes Gaz
Nascimento 21 de março de 1958 (59 anos)
Londres,  Reino Unido
Nacionalidade Reino Unido britânico
Ocupação Ator e Diretor
Atividade 1981-presente
Cônjuge Lesley Manville (1987-1990) (divorciado) 1 filho
Uma Thurman (1990-1992) (divorciado)
Donya Fiorentino (1997-2001) (divorciado) 2 filhos
Alexandra Edenborough (2008-2014) (divorciado)
Prémios BAFTA
Melhor Filme
1997 - Nil by Mouth

Melhor Diretor Britânico de Filme Independente
1997 - Nil by Mouth

IMDb: (inglês)

Gary Leonard Oldman (Londres, 21 de março de 1958) é um ator, diretor e produtor cinematográfico britânico.

Gary Oldman iniciou a sua carreira no teatro em 1979, tendo recebido vários prémios pelos seus papéis. Foi membro da Royal Shakespeare Company e alguns dos seus trabalhos incluem as peças The Massacre at Paris (1980), Entertaining Mr Sloane (1983), The Country Wife (1987) e Hamlet (1987). Oldman conseguiu o seu primeiro papel de protagonista no cinema em 1983 com o filme Meantime e ganhou notoriedade graças ao seu papel de Sid Vicious no filme Sid and Nancy (1986). Ficou também conhecido pelos seus papéis de Joe Orton em Prick Up Your Ears (1987), papel que lhe valeu uma nomeação para os prémios BAFTA, o líder da firma de futebol em The Firm (1989) e Rosencrantz em Rosencrantz & Guildenstern Are Dead (1990). No final dos anos 1980, Gary foi descrito como um membro do "Brit Pack" e o crítico de cinema Roger Ebert afirmou que Oldman era "o melhor jovem ator britânico da atualidade". Nos anos seguintes, Oldman ficou conhecido por interpretar principalmente antagonistas como um gangster em State of Grace (1990), Lee Harvey Oswald em JFK (1991) e Conde Drácula em Bram Stoker's Dracula (1992).

Gary continuou a interpretar vilões em filmes como True Romance (1993), The Fifth Element (1997), Air Force One (1997) e The Contender (2000) - filme que lhe valeu uma nomeação para os Screen Actors Guild Awards. Interpretou ainda o agente da DEA, Norman Stansfield em Léon: The Professional (1994), um desempenho que foi considerada por várias publicações um dos melhores de sempre.

No século XXI, os papéis mais conhecidos de Oldman incluem o de Sirius Black na série Harry Potter, James Gordon na trilogia The Dark Knight, George Smiley em Tinker Tailor Soldier Spy (papel que lhe valeu a sua primeira e única nomeação para os Óscares), Dreyfus em Dawn of the Planet of the Apes e Winston Churchill em The Darkest Hour.

Para além do seu trabalho como ator, Oldman escreveu e dirigiu o filme Nil by Mouth (1997), que venceu dois prémios BAFTA e foi nomeado para a Palma de Ouro no Festival de Cannes. É ainda músico: toca vários instrumentos, cantou em várias faixas da banda sonora do filme Sid and Nancy e cantou com David Bowie na música "You've Been Around".

Considerado por muitos o melhor ator da sua geração,[1] Gary Oldman influenciou atores como Tom Hardy, Michael Fassbender,Brad Pitt, Johnny Depp, Ryan Gosling, Christian Bale, Benedict Cumberbatch e Jessica Chastain, entre outros.[2][3][4]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Gary Oldman nasceu no bairro de New Cross, no sul de Londres. Filho de Leonard Bertram Oldman, um soldador e de Kathleen Cheriton uma empregada doméstica.[5] Oldman afirmou que o seu pai era um alcoólico que abandonou a família quando o ator tinha 7 anos de idade.[6] Pouco dado aos estudos, Oldman abandonou a escola aos 16 anos para trabalhar numa loja de desporto.[7] Durante a infância aprendeu a tocar piano e a cantar e tinha ambições de se tornar músico, porém começou a dedicar-se mais à representação depois de ver o trabalho do ator Malcolm McDowell no filme The Raging Moon. Numa entrevista em 1995 afirmou: "Houve alguma coisa no Malcolm que me prendeu, criou-se uma ligação e eu disse: 'quero fazer aquilo'".[8]

Oldman estudou a arte dramática de maneira aprofundada na Britain's Rose Brufford Rose Drama College, não se formando apenas como ator mas também saindo bacharel nessa área no ano de 1979. Chegou a ganhar alguns prêmios na década seguinte, exercendo vasta atividade nos palcos londrinos.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Teatro e primeiros filmes (1979-1990)[editar | editar código-fonte]

Gary Oldman em 2000.

Oldman estudou no Young People's Theatre em Greenwich em meados dos anos 1970 ao mesmo tempo que trabalhava em fábricas, como porteiro num teatro, a vender sapatos e a criar porcos num matadouro.[9] Depois de conseguir uma bolsa de estudos, frequentou a Rose Bruford College no sudeste de Londres, onde concluiu um bacharelato em Representação em 1979.[9] Numa entrevista no The South Bank Show, Oldman revelou que foi o primeiro aluno da sua turma a conseguir trabalho após terminar os estudos, mas afirmou que tal não aconteceu porque era melhor do que os outros, mas antes devido à sua dedicação e insistência.[10]

Antes de entrar na Rose Bruford, Oldman tinha-se candidatado à prestigiada Royal Academy of Dramatic Art (RADA), porém foi rejeitado e disseram-lhe que devia procurar outra carreira. Numa entrevista, Charlie Rose perguntou-lhe se ele já tinha relembrado a RADA do que tinha feito, ao que o ator respondeu: "o trabalho fala por si".[11] Oldman estreou-se nos palcos em 1979 no papel de Puss na peça Dick Whittington and His Cat no Theatre Royal em York. A peça também foi apresentada em Colchester e no Citizens Theatre em Glasgow. A ética de trabalho de Oldman e a sua intensidade característica fizeram com que se tornasse num dos atores preferidos do público de Glasgow na década de 1980.[12]

Entre 1980 e 1981, o ator participou em peças como The Massacre at Paris, Desperado Corner, Chinchilla e A Waste of Time. Em 1982, trabalhou durante seis meses no West End com a peça Summit Conference de David MacDonald. Ainda nesse ano estreou-se no cinema com o filme de Colin Gregg, Remembrance. No ano seguinte conseguiu o seu primeiro papel de protagonista no filme Meantime de Mike Leigh.

Em 1984, estreou a peça The Pope's Wedding, protagonizada no Oldman.[9] A peça e o desempenho de Gary Oldman foram bastante elogiados pela crítica e valeram ao ator dois dos prémios mais importantes do teatro britânico: o Fringe Award de Melhor Novo Ator e o Drama Theatre Award de Melhor Ator (Oldman partilhou o último com Anthony Hopkins).[9] O sucesso de The Pope's Wedding deu origem a uma colaboração do ator com o Royal Court Theatre, tendo participado em várias peças entre 1984 e 1986.[9] Oldman foi ainda membro da Royal Shakespeare Company entre 1985 e 1986.[13]

O realizador de Sid and Nancy, Alex Cox, viu o trabalho de Oldman na peça The Pope's Wedding e entrou em contacto com o ator para que este interpretasse o papel de Sid Vicious no filme de 1986. Oldman recusou o papel duas vezes porque, nas suas palavras. "Não estava muito interessado no Sid Vicious, nem no movimento Punk. Nunca o tinha seguido. Não era algo que me interessava. Achei que o guião era banal e 'o que importa' e 'vou-me incomodar para quê' e tudo isso. Tinha o nariz um pouco empinado e pensava 'bem, o teatro é muito mais superior' e isso".[14] Oldman voltou atrás na sua decisão devido ao salário que iria receber e a pedido do seu agente. O desempenho de Oldman chamou a atenção da crítica para sua personalidade. No ano seguinte, encarnou o dramaturgo Joe Orton (assassinado a machadadas por seu amante) no filme Prick Up Your Ears. Foi indicado para o prémio BAFTA de melhor ator, por sua elogiada atuação no longa.

Sid & Nancy e incursão no cinema norte-americano[editar | editar código-fonte]

O papel de Oldman em Sid and Nancy lançou a sua carreira e abriu o caminho para o trabalho em Hollywood. O desempenho de Oldman foi elogiado por muitos, talvez mais notavelmente pelo ex-vocalista do Sex Pistols, John Lydon, que apesar de questionar a autenticidade de algumas partes do filme, disse de Oldman em sua biografia: "O sujeito que interpretou Sid, Gary Oldman, foi muito bom", e mais tarde o chamou de um "ator de sangue bom". Oldman teria perdido peso considerável para o papel e foi brevemente hospitalizado. Seu desempenho foi classificado como 62º nos "100 Maiores Performances de Todos tempos" da revista Premiere e 8º na revista Uncut dentre os "dez melhores atores em papéis de roqueiros", o último descrevendo seu papel como uma leitura "extremamente simpática do punk como uma perdida e confusa criança". Depois de chegar a destaque por sua interpretação de Vicious, Oldman aumentou seu perfil durante o final dos anos 1980 e início de 1990 por papéis em filmes de culto como o Prick Up Your Ears (em que interpretou outro personagem real: o conturbado dramaturgo Joe Orton), Criminal Law (que marcou o primeiro uso de Oldman de um sotaque estadunidense, e uma das poucas chances de protagonizar o "herói" de um filme), The Firm, Rosencrantz & Guildenstern Are Dead e State of Grace, com Janet Maslin referindo-se ao seu trabalho como "fenomenal" e Roger Ebert chamando-o de "o melhor jovem britânico ator no momento". Em finais de 1988, ele estrelou com Alan Bates em Muitas Coisas sobre Você e ao lado de Dennis Hopper e Frances McDormand no Chattahoochee (1989). Oldman se mudou para os Estados Unidos no início de 1990, onde desde então tem vivido.[15]

Sucesso no início dos anos 1990[editar | editar código-fonte]

Oldman estrelou o que era naquele momento o papel mais importante de sua carreira como Lee Harvey Oswald em JFK filme dirigido por Oliver Stone, no qual interpretava Lee Harvey Oswald, o homem que atirou e matou o presidente John Kennedy. No ano seguinte, ele atuou numa versão romântica e apaixonada do Conde Drácula na versão de Francis Ford Coppola, Bram Stoker's Dracula. A adaptação cinematográfica do livro de sucesso comercial de Bram Stoker (1897), foi um grande blockbuster de bilheteria mundial, e gerou várias mercadorias e jogos de videogame. O desempenho de Oldman é considerado por muitos como um marco do gênero horror e foi reconhecido pela Academy of Science Fiction, Fantasy & Horror Films como a melhor performance masculina de 1992, que atribuiu a Oldman o prêmio de melhor ator. O filme estabeleceu Oldman popularmente como um dos melhores vilões no cinema; mais tarde, ele interpretaria um cafetão violento em True Romance (1993), um agente do DEA corrupto em Léon the Professional (1994), um sádico guarda de prisão em Murder in the First (1995) e um tirano futurista em The Fifth Element (1997). Oldman também interpretou o compositor Ludwig van Beethoven em Immortal Beloved, e o terrorista russo Ivan Korshunov no blockbuster Air Force One de 1997. Ele também apareceu como o diabo em 1994, no vídeo promo do Guns N' Roses single Since I Don't Have You. Em 1993 foi membro do júri do Festival de Cannes.

Em 2000, Oldman contracenou com Jeff Bridges no papel do congressista republicano Sheldon Runyon em The Contender, onde também trabalhou como produtor. Oldman recebeu uma nomeação para os Screen Actors Guild Awards pelo seu desempenho no filme. Em 2001, contracenou com Anthony Hopkins em Hannibal no papel de Mason Verger, a única vítima sobreviviente de Hannibal Lecter. Segundo relatos, Oldman passava seis horas por dia na maquilhagem para criar o aspeto desfigurado da sua personagem. Esta foi a segunda vez que Oldman trabalhou com Hopkins, um amigo com quem já tinha trabalhado em Bram Stoker's Dracula.

Em maio de 2001, Oldman participou no episódio de duas partes "The One With Chandler and Monica's Wedding" da sitcom Friends no papel de um ator pedante que entra em conflito com a personagem de Joey. O papel valeu-lhe uma nomeação para os prémios Emmy.

Anos 2000[editar | editar código-fonte]

Após a sua participação em Friends, Oldman não teve papéis de destaque até 2004, ano em que estreou o filme Harry Potter and the Prisoner of Azkaban. No filme, Oldman interpreta o papel de Sirius Black, o padrinho da personagem Harry Potter. Oldman retomou o papel em mais três filmes da série: Harry Potter and the Goblet of Fire (2005), Harry Potter and the Order of the Phoenix (2007) e Harry Potter and the Deathly Hallows Part 2 (2011).

Logo após conseguir um papel na saga Harry Potter, Oldman foi escolhido para interpretar o papel de James Gordon noutra saga cinematográfica de grande sucesso: a trilogia The Dark Knight de Christopher Nolan. Oldman participa nos três filmes da saga: Batman Begins (2005), The Dark Knight (2008) e The Dark Knight Rises (2012). Numa crítica ao filme The Dark Knight, o crítico de cinema Mark Kermode escreveu sobre o trabalho de Oldman: "o melhor desempenho do filme é, de longe, o de Gary Oldman (...) seria ótimo vê-lo a ele a conseguir uma nomeação [para os Óscares] porque na verdade é ele quem acaba por ser ignorado no meio disto tudo".

Em 2009, Oldman contracenou com Jim Carrey numa versão animada de A Christmas Carol, onde interpretou três papéis. Ainda nesse ano, protagonizou o thriller sobrenatural The Unborn. No ano seguinte, contracenou com Denzel Washington em The Book of Eli e foi um dos protagonistas de uma readaptação mais sombria do conto Capuchinho Vermelho, Red Riding Hood. O ator fez a voz do vilão Lord Shen em Kung Fu Panda 2, papel que lhe valeu uma nomeação para os Annie Awards.

Papéis recentes[editar | editar código-fonte]

Gary Oldman na estreia do filme Tinker Tailor Soldier Spy em 2011.

Oldman foi bastante elogiado pelo seu papel de George Smiley no filme Tinker Tailor Soldier Spy, uma adaptação do romance homónimo de John le Carré que estreou em 2011. O papel valeu-lhe a sua primeira (e muito aguardada) nomeação para os Óscares e a sua segunda nomeação na categoria de Melhor Ator para os prémios BAFTA. Além disso, o seu desempenho foi considerado um dos melhores de 2011 pelas revistas Screened e W Magazine. Em preparação para o papel, Gary Oldman engordou sete quilos, nas palavras do próprio "para ganhar uma barriginha de meia idade". Oldman viu ainda o trabalho de Alec Guinness na primeira adaptação ao ecrã do romance e visitou o seu autor, John le Carré: "A forma como ele tocou na camisa, falou e tudo o mais, observei tudo isso e usei-o. Espero que ele não se importe, mas o Smiley está no ADN dele".

Em 2012, Oldman interpretou o papel do gangster Floyd Banner no filme Lawless, onde contracenou com Tom Hardy, Shia LaBeouf e Jessica Chastain. Em 2013, fez o papel de Nicholas Wyatt, um CEO implacável em Paranoia. Harrison Ford e Liam Hemsworth completam o elenco. Em 7 de Maio de 2013, foi lançado o videoclipe da canção “The Next Day” de David Bowie, que conta com a participação de Oldman e Marion Cotillard, colegas de elenco no filme Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge. O clipe gerou polêmica e foi banido em alguns países por explorar dramaticamente dogmas e símbolos do catolicismo.[16]

Em 2014, participou no reboot de RoboCop no papel de Norton, o cientista que cria o RoboCop. Ainda nesse ano foi um dos protagonistas de Dawn of the Planet of the Apes com Jason Clarke e Keri Russell. No ano seguinte, interpretou o chefe de polícia que investiga a personagem de Tom Hardy em Child 44, onde também participam Noomi Rapace e Joel Kinnaman. Apesar do forte elenco, o filme foi um fracasso de bilheteira e com a crítica, tendo atualmente uma avaliação de 25% no site Rotten Tomatoes. No mesmo ano teve um papel secundário no thriller pós-apocalíptico Man Down. Em 2016, interpretou um líder da CIA em Criminal, onde contracenou com Kevin Costner, Tommy Lee Jones, Ryan Reynolds, Alice Eve e Gal Gadot. Em 2017, foi um dos protagonistas de The Space Between Us com Asa Butterfield.

Os projetos futuros de Oldman incluem a comédia The Hitman's Bodyguard com Samuel L. Jackson, Ryan Reynolds e Salma Hayek e o drama histórico The Darkest Hour, onde interpreta o papel de Winston Churchill.

Outros trabalhos[editar | editar código-fonte]

Em 1997, Oldman realizou, produziu e escreveu o filme Nil by Mouth, um filme baseado em parte na sua infância. Nil by Mouth venceu dois prémios BAFTA (Melhor Filme Britânico e Melhor Argumento), entre outros prémios. Em 1999, a British Academy of Film and Television Arts considerou Nil by Mouth um dos melhores filmes britânicos do século XX e a revista Time Out colocou-o na 21ª posição da sua lista dos 100 melhores filmes britânicos de sempre.[17][18]

Em setembro de 2006, a Nokia Nseries lançou uma curta-metragem realizada por Oldman intitulada Donut. A curta foi filmada num Nokia N93 para promover o telemóvel. Em 2011, Oldman realizou o videoclip do primeiro single de Alex Eden, "Kiss Me Like the Woman You Loved".

Oldman também se dedica à música desde criança. Profissionalmente, cantou em várias faixas da banda sonora do filme Sid and Nancy, onde colaborou com o baixista dos Sex Pistols, Glen Matlock. Oldman voltou a cantar e tocou piano ao vivo no filme de 1988, Track 29. Ensinou ainda o ator Daniel Radcliffe a tocar baixo.[19] O ator foi amigo de longa data do cantor David Bowie e chegou a trabalhar com ele no álbum de Reeves Gabriels, The Sacred Squall of Now, cantando a música "You've Been Around".[20] Oldman prestou homenagem a David Bowie nos Brit Awards em 2016 com um discurso e aceitou o "Prémio Ícone" do cantor em nome deste e da sua família.[21]

Oldman também já trabalhou como produtor de música numa atuação ao vivo do ex-membro dos White Stripes, Jack White, em colaboração com o Vevo e o YouTube.[22]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Depois de se estabelecer como ator, Oldman mudou-se para Los Angeles no início da década de 1990.[23] Apesar de ter interpretado vários papéis de protagonista e secundários em filmes de grande destaque de Hollywood, o ator mantém a sua vida pessoal bastante privada e é conhecido pela sua aversão à cultura das celebridades e dos ideiais de Hollywood: "Ser famoso é uma carreira à parte e eu não tenho energia para isso".[23]

O ator teve problemas com o álcool no início dos anos 1990 e chegou a fazer um tratamento em 1995.[5] Desde então, Oldman considera-se um alcoólico em recuperação e atribui o sucesso da mesma a reuniões de Alcoólicos Anónimos, tendo elogiado a organização em público.[24]

Casamentos e família[editar | editar código-fonte]

A vida de Oldman oferece um paradoxo: ao mesmo tempo que aparece no cinema na pele de vários personagens sinistros, na vida pessoal dizem que tem sido um sedutor. Muitas mulheres famosas e bonitas (como Isabella Rossellini, Uma Thurman e Winona Ryder, que desmente) se envolveram com ele.

Ele foi casado quarto vezes. Nos anos 1980 com Lesley Manville, com quem tem um filho, Alfie Oldman, nascido em 1989. Gary deixou Lesley três meses após o nascimento do filho.[25] Entre 1990 e 1992 foi casado com Uma Thurman, que conheceu na rodagem do filme State of Grace.[26] Em 1997 se casou com Donya Fiorentino e se divorciou em 2001. Após uma longa investigação estatal e processo legal, no qual Florentino acusou Oldman de agressões e abuso de droga (acusações que o ator negou), Oldman conseguiu a custódia total dos dois filhos do casal.[27]

Em dezembro de 2008 ele se casou com a cantora britânica Alexandra Edenborough numa cerimônia secreta em Santa Barbara, Califórnia. Alexandra pediu o divórcio em janeiro de 2015.[28]

Oldman define-se como libertário.[29]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Filme Papel Título em português e obs.
1982 Remembrance Daniel
1983 Meantime Coxy
1985 Honest, Decent & True Derek Bates
1986 Sid and Nancy Sid Vicious br: Sid & Nancy - O Amor Mata

pt: Sid e Nancy

1987 Prick Up Your Ears Joe Orton br: O Amor Não Tem Sexo

pt: Vidas em Fúria

1988 Track 29 Martin br: Track 29 - Passatempo Mortal

pt: Armadilha Sentimental

1988 We Think the World of You Johnny
1989 Criminal Law Ben Chase br: Inocente ou Culpado?

pt: Assassinato à Chuva

Chattahoochee Emmett Foley br: Chattahoochee
The Firm Clive "Bex" Bissel
1990 Rosencrantz & Guildenstern Are Dead Rosencrantz br: Rosencrantz & Guildenstern Estão Mortos

pt: Eles Morreram

State of Grace Jackie Flannery br: Um Tiro de Misericórdia

pt: Anjos Caídos

Henry & June Pop br/pt: Henry e June

Creditado como Maurice Escargot

1991 JFK Lee Harvey Oswald br: JFK - A Pergunta que Não Quer Calar

pt: JFK

1992 Bram Stoker's Dracula Conde Dracula br/pt: Drácula de Bram Stoker
1993 True Romance Drexl Spivey br/pt: Amor à Queima-Roupa
Romeo Is Bleeding Jack Grimaldi br: O Sangue de Romeo

pt: Submundo

1994 Léon: The Professional Norman Stansfield br: O Profissional

pt: Léon, o Profissional

Immortal Beloved Ludwig van Beethoven br: Minha Amada Imortal

pt: Paixão Imortal

1995 Murder in the First Milton Glenn br: Assassinato em Primeiro Grau

pt: O Condenado de Alcatraz

The Scarlet Letter Rev. Arthur Dimmesdale br: A Letra Escarlate

pt: Adultério

1996 Basquiat Albert Milo br: Basquiat - Traços de Uma Vida

pt: Basquiat

1997 The Fifth Element Jean-Baptiste Emanuel Zorg br/pt: O 5º Elemento
Air Force One Egor Korshunov br/pt: Força Aérea Um
Nil by Mouth br: Violento e Profano

Escreveu e realizou

BAFTA de Melhor Filme Britânico e Melhor Argumento

Nomeado para Palma de Ouro

1998 Lost in Space Dr. Zachary Smith br: Perdidos no Espaço - O Filme

pt: Perdidos no Espaço

1998 Quest for Camelot Sir Ruber br: A Espada Mágica - A Lenda de Camelot

pt: A Espada Mágica

Voz

2000 The Contender Rep. Sheldon Runyon br: A Conspiração

pt: O Jogo do Poder

Também foi produtor executivo

Monsignor Renard Sem crédito
2001 Nobody's Baby Buford Hill br: Dois Picaretas e um Bebê

pt: Polícias, Ladrões e Bebés

Também foi produtor

Hannibal Mason Verger br/pt: Hannibal

Sem crédito

2002 Interstate 60 O. W. Grant br: Viagem sem destino

pt: Estrada 60

The Hire: Beat the Devil The Devil Curta-metragem
2003 Tiptoes Rolfe br: Na Ponta dos Pés
Sin Charlie Strom br: Pecados do Passado

pt: Pecado

2004 Harry Potter and the Prisoner of Azkaban Sirius Black / Padfoot br/pt: Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban
Who's Kyle? Scouse Curta-metragem
2005 Batman Begins James Gordon br: Batman Begins

pt: Batman - O Início

Harry Potter and the Goblet of Fire Sirius Black / Padfoot br/pt: Harry Potter e o Cálice de Fogo
Dead Fish Lynch br: Dead Fish - Um Dia de Cão

pt: Tiros Certeiros

2006 The Backwoods Paul br: Bosque das Sombras

pt: O Bosque das Sombras

2007 Harry Potter and the Order of the Phoenix Sirius Black / Padfoot br: Harry Potter e a Ordem da Fênix

pt: Harry Potter e a Ordem da Fénix

2008 The Dark Knight James Gordon br: Batman: O Cavaleiro das Trevas

pt: O Cavaleiro das Trevas

2009 The Unborn Rabbi Joseph Sendak br: Alma Perdida

pt: Espírito do Mal

Rain Fall William Holtzer br: Tiros Cruzados
A Christmas Carol Tiny Tim/Bob Cratchit/Jacob Marley br: Os Fantasmas de Scrooge

pt: Um Conto de Natal

Voz

Planet 51 General Grawl br/pt: Planeta 51

Voz

2010 The Book of Eli Carnegie br/pt: O Livro de Eli
Countdown to Zero Narrador Prólogo
One Night in Turin Narrador
2011 Red Riding Hood Father Solomon br: A Garota da Capa Vermelha

pt: A Rapariga do Capuz Vermelho

Kung Fu Panda 2 Lord Shen br: Kung Fu Panda 2

pt: O Panda do Kung Fu 2

Voz

Harry Potter and the Deathly Hallows – Part 2 Sirius Black br: Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2

pt: Harry Potter e as Relíquias da Morte Parte 2

Tinker Tailor Soldier Spy George Smiley br: O Espião que Sabia Demais

pt: A Toupeira

Nomeado para o Óscar de Melhor Ator Principal

Guns, Girls and Gambling Elvis br: Tiros, Garotas E Trapaças
2012 The Dark Knight Rises James Gordon br: Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge

pt: O Cavaleiro das Trevas Renasce

Lawless Floyd Banner br: Os Infratores

pt: Dos Homens Sem Lei

2013 Paranoia Nicolas Wyatt br/pt: Paranóia
2014 RoboCop Dr. Dennett Norton br/pt: RoboCop
Dawn of the Planet of the Apes Dreyfus br: Planeta dos Macacos: O Confronto

pt: Planeta dos Macacos: A Revolta

2015 Child 44 Timur Nestorov br: Crimes Ocultos

pt: A Criança nº44

2016 Man Down Captain Peyton
Criminal Quaker Wells br: Mente Criminosa

pt: Criminoso

2017 The Space Between Us Nathaniel Shepherd br: O Espaço Entre Nós

pt: O Espaço Que Nos Une

The Hitman's Bodyguard Vladislav Dukhovich br: Dupla Explosiva

pt: O Guarda-Costas e o Assassino 

Darkest Hour Winston Churchill pt: A Hora Mais Negra
Hunter Killer

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
1984 Dramarama Ben Episódio: "On Your Tod"
1984 Morgan's Boy Colin
1985 Summer Season Gary Episódio: "Rachel and the Roarettes"
1989 The Firm Clive "Bex" Bissell Telefilme
1991 Heading Home Ian Tyson Telefilme
1993 Fallen Angels Pat Keiley Episódio: "Dead End for Delia"
1999 Tracey Takes On... Hairdresser Episódio: "Hair"
1999 Jesus Pôncio Pilatos Telefilme
2001 Friends Richard Crosby Episódio: "The One with Monica and Chandler's Wedding"
2002 Greg the Bunny Ele próprio Episódio: "Piddler on the Roof"

Videoclips[editar | editar código-fonte]

Ano Música Artista Notas
1993 "Since I Don't Have You" Guns N' Roses
2009 "Red Rover" Chutzpah Realizador
2011 "Kiss Me Like the Woman You Loved" Alexandra Edenborough Realizador
2013 "The Next Day" David Bowie

Jogos[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
1993 Dracula, Bram Stoker'sBram Stoker's Dracula Count Dracula
1998 Fifth Element, TheThe Fifth Element Jean-Baptiste Emmanuel Zorg
2003 Medal of Honor: Allied Assault Sgt. Jack Barnes
2003 True Crime: Streets of LA Rasputin "Rocky" Kuznetskov / Agent Masterson
2006 Legend of Spyro: A New Beginning, TheThe Legend of Spyro: A New Beginning Ignitus
2007 Legend of Spyro: The Eternal Night, TheThe Legend of Spyro: The Eternal Night Ignitus
2008 Legend of Spyro: Dawn of the Dragon, TheThe Legend of Spyro: Dawn of the Dragon Ignitus
2008 Call of Duty: World at War Sgt. Viktor Reznov[30]
2010 Call of Duty: Black Ops Captain. Viktor Reznov / Dr. Daniel Clarke Voice lines reused in Black Ops II
2015 Lego Dimensions Lord Vortech
2016 Squadron 42 Admiral Bishop

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Group Prêmio Filme/Show Resultado
1987 Evening Standard British Film Awards Novato Mais Promissor Sid and Nancy Venceu
BAFTA Awards Melhor Ator Prick Up Your Ears Indicado
1988 London Film Critics Circle ALFS Award de Ator do Ano Sid and Nancy Venceu
1990 Independent Spirit Award Melhor Ator Rosencrantz & Guildenstern Are Dead Indicado
1992 Saturn Awards Dracula Venceu
1993 MTV Movie Awards Melhor Beijo (dividido com Winona Ryder) Indicado
1995 Golden Raspberry Awards Pior Casal na Tela (dividido com Demi Moore) The Scarlet Letter Indicado
1997 BAFTA Awards Melhor Filme Nil by Mouth Venceu
Melhor Roteiro Venceu
British Independent Film Awards Melhor Diretor Britânico de Filme Independente Venceu
Melhor Roteiro Original de um Roteirista Britânico de Filme Independente Indicado
Festival de Edimburgo Channel 4 Director's Award Venceu
Festival de Cannes Palme d'Or Indicado
1998 Empire Awards Best Debut Venceu
Blockbuster Entertainment Awards Ator Coadjuvante Favorito – Ação/Aventura Air Force One Indicado
MTV Movie Awards Melhor Luta (dividido com Harrison Ford) Indicado
Melhor Vilão Indicado
1999 Saturn Awards Melhor Ator Coadjuvante Lost in Space Indicado
2001 Broadcast Film Critics Association Awards Alan J. Pakula Award The Contender Venceu
Independent Spirit Award Melhor Ator Coadjuvante Indicado
Screen Actors Guild Awards Indicado
Emmy Awards Outstanding Guest Actor in a Comedy Series Friends Indicado
USA Film Festival Master Screen Artist Tribute Award Venceu
2003 DVD Exclusive Awards Melhor Ator Coadjuvante Interstate 60 Indicado
2005 Saturn Awards Harry Potter and the Prisoner of Azkaban Indicado
2008 Scream Awards Batman - O Cavaleiro das Trevas Venceu
2009 People's Choice Awards Melhor Elenco (Christian Bale, Heath Ledger, Michael Caine, Morgan Freeman, Aaron Eckhart, Maggie Gyllenhaal) Venceu
2011 Empire Awards Film Icon Venceu
Scream Awards Melhor Elenco Harry Potter and the Deathly Hallows: Part 2 Indicado
British Independent Film Awards Melhor Ator O Espião Que Sabia Demais Indicado
San Francisco Film Critics Circle Venceu
London Film Critics Circle Ator do Ano e Ator Britânico do Ano Indicado
BAFTA Awards Melhor Ator Indicado
Oscar Indicado

Referências

  1. «Gary Oldman: The spy who came in, and brought the cold with him». The Independent (em inglês). 18 de setembro de 2011 
  2. Stern, Marlow (8 de dezembro de 2011). «Gary Oldman Talks 'Tinker, Tailor, Soldier, Spy,' 'Batman' Retirement». The Daily Beast. Consultado em 9 de agosto de 2017 
  3. «Ryan Gosling: The children's champion - Profiles, People - The Independent». 25 de novembro de 2009. Consultado em 9 de agosto de 2017 
  4. «Gary Oldman on friendship with David Bowie». Mail Online 
  5. a b «Gary Oldman - Biography». 20 de setembro de 2015. Consultado em 9 de agosto de 2017 
  6. «EuroScreenwriters - Interviews with European Film Directors - Gary Oldman». zakka.dk. Consultado em 9 de agosto de 2017 
  7. Fulton, Rick (18 de março de 2011). «Gary Oldman: My career has been good but my kids are my biggest accomplishment». dailyrecord 
  8. PA (17 de março de 2012). «Oldman Honours 'Inspirational' McDowell». HuffPost UK. Consultado em 9 de agosto de 2017 
  9. a b c d e «Gary Oldman - Biography». 20 de setembro de 2015. Consultado em 9 de agosto de 2017 
  10. «The South Bank Show». Wikipedia (em inglês). 27 de julho de 2017 
  11. «Charlie Rose | charlierose.com». 17 de dezembro de 2014. Consultado em 9 de agosto de 2017 
  12. «Gary Oldman Biography - Yahoo! Movies». 9 de julho de 2012. Consultado em 9 de agosto de 2017 
  13. Trowbridge, Simon (2008). "Gary Oldman". Stratfordians. Oxford, England: Editions Albert Creed. p. 381. ISBN 978-0-9559830-1-6.
  14. Gary Oldman em entrevista com Terry Gross. Fresh Air. National Public Radio. 12 de fevereiro de 1998.
  15. Nil by Mouth (1997)
  16. Gary Oldman e Marion Cotillard em clipe polêmico de David Bowie
  17. «BFI | Features | The BFI 100 | 91-100». 15 de fevereiro de 2012. Consultado em 11 de agosto de 2017 
  18. «The 100 best British films». Time Out London (em inglês) 
  19. «The story of Daniel Radcliffe». EW.com (em inglês). 1 de julho de 2011 
  20. «You've Been Around». Pushing Ahead of the Dame. 20 de setembro de 2012. Consultado em 11 de agosto de 2017 
  21. Savage, Mark (24 de fevereiro de 2016). «Brit Awards 2016: Adele dominates with four awards». BBC News (em inglês) 
  22. «Backbeat: Behind the Scenes at Jack White's 'American Express: Unstaged' With Gary Oldman». Billboard (em inglês) 
  23. a b McLean, By Craig. «More Mr Nice Guy». Telegraph.co.uk (em inglês) 
  24. «Gary Oldman Sells What He Cant Have bollywood story Daily News - BollywoodSARGAM». 22 de janeiro de 2010. Consultado em 11 de agosto de 2017 
  25. «Gary Oldman». www.nndb.com. Consultado em 12 de agosto de 2017 
  26. «Gary Oldman and Uma Thurman». Livingly (em inglês) 
  27. «Gary's bitter divorce battle». Mail Online 
  28. «Gary Oldman Divorce: Alexandra Edenborough Cites 'Irreconcilable Differences'». PEOPLE.com (em inglês). 12 de janeiro de 2015 
  29. http://reason.com/blog/2014/06/24/legendary-actor-gary-oldman-outs-himself 24 de Junho de 2014. Adicionado em 25 de Junho de 2014.
  30. «Treyarch > Blog > Leipzig Games Convention '08 Recap!». Treyarch. 3 de setembro de 2008. Consultado em 21 de maio de 2009 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Gary Oldman