Gavião Peixoto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o município brasileiro. Para outros significados, veja Gavião Peixoto (desambiguação).
Gavião Peixoto
  Município do Brasil  
Símbolos
Brasão de armas de Gavião Peixoto
Brasão de armas
Hino
Gentílico gavionense
Localização
Localização de Gavião Peixoto em São Paulo
Localização de Gavião Peixoto em São Paulo
Mapa de Gavião Peixoto
Coordenadas 21° 50' 20" S 48° 29' 42" O
País Brasil
Unidade federativa São Paulo
Região intermediária[1] Araraquara
Região imediata[1] Araraquara
Municípios limítrofes Araraquara (Leste), Boa Esperança do Sul (Sul), Matão (Norte) e Nova Europa (Oeste)
Distância até a capital 304 km
História
Fundação 5 de dezembro de 1924 (95 anos)
Aniversário 27 de dezembro
Administração
Prefeito(a) Gustavo Martins Piccolo (PHS, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [2] 243,711 km²
População total (Censo IBGE/2010[3]) 4 420 hab.
Densidade 18,1 hab./km²
Clima tropical de altitude (Aw)
Altitude 515 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 14813-000
Indicadores
IDH (PNUD/2000[4]) 0,763 alto
PIB (IBGE/2008[5]) R$ 74 099,098 mil
PIB per capita (IBGE/2008[5]) R$ 17 492,70
Outras informações
Padroeiro(a) Santo António de Pádua
Website www.gaviaopeixoto.sp.gov.br (Prefeitura)
www.camaragaviaopeixoto.sp.gov.br (Câmara)

Gavião Peixoto é um município brasileiro do estado de São Paulo. Apresenta uma população estimada de 4.789 habitantes (2019).[6] Compõe a região imediata e intermediária de Araraquara.

Desde 2001, abriga as atividades de montagem final de aeronaves da Embraer, destinadas aos mercados executivos e de defesa.

História[editar | editar código-fonte]

A formação administrativa de Gavião Peixoto remonta ao estabelecimento do distrito de Nova Paulicéia, pelo decreto-lei estadual nº 1328, de 31-10-1912, com sede no núcleo colonial de mesmo nome, no município de Araraquara. Nova Paulicéia, núcleo pioneiro de colonização, hoje é uma vila (bairro) de Gavião Peixoto. A sede do distrito é transferida para o núcleo de colonização de Gavião Peixoto em 05-12-1924, pela lei nº 1993, instituindo também a mudança de nomenclatura.

Gavião Peixoto é elevado a categoria de município em 27-12-1995, pela lei estadual nº 9330, desmembrado do município de Araraquara. Sendo o município efetivamente instalado em 01-01-1997.[7]

A ferrovia, associada ao cultivo do café, foram os atributos que influenciaram a colonização das terras que hoje formam o município. Em 01-04-1908 chega ao núcleo colonial de Gavião Peixoto (estação localizada no Km 96,5 da linha) os trilhos da Companhia Estrada de Ferro do Dourado (Douradense)[8] e, em 25-09-1908, a mesma linha alcança Nova Paulicéia (estação no Km 102,7)[9]. O trem possibilitou a incorporação econômica da região, que escova sua produção pelos trilhos até o Porto de Santos, bem como o povoamento das terras localizadas nas barrancas do Rio Jacaré-Guaçu.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Com população estimada em 4.789 habitantes (2019) e uma área de 243,7 Km², Gavião Peixoto localiza-se a uma latitude 21º50'20" sul e a uma longitude 48º29'41" oeste, estando a uma altitude de 515 metros. Os Biomas encontrados no município são o Cerrado e Mata Atlântica.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2010

Economia e Trabalho[editar | editar código-fonte]

  • PIB per capita (2017): R$177.213,56.
  • Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) (2010): 0,719.
  • Salário médio mensal dos trabalhadores formais (2017): 5,7 salários mínimos.
  • Pessoal ocupado (2017): 3.741.
  • População ocupada (2017): 78,9%.
  • Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo (2010): 29,5%.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

  • Estrada Municipal Dr. Nelson Barbieri (Gavião Peixoto a Araraquara).
  • Estrada Municipal Leonardo Cruz (Gavião Peixoto a Vila Nova Paulicéia e a Nova Europa).
  • Estrada Municipal Pref. Eng. José dos Santos (Gavião Peixoto a Ponte Alta, Pedra Branca e Boa Esperança do Sul).
  • Avenida dos Lopes (Gavião Peixoto a Matão).

A Estrada Municipal Dr. Nelson Barbieri oferece acesso a SP-310 - Rodovia Washington Luís.

A Estrada Municipal Leonardo Cruz e a Avenida dos Lopes conectam a SP-331 - Rodovia Deputado Vitor Maida.

A Estrada Municipal Pref. Eng. José dos Santos liga com a SP-255 - Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros.

Aeroporto[editar | editar código-fonte]

Comunicações[editar | editar código-fonte]

A cidade era atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP)[10], que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica[11], sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[12] para suas operações de telefonia fixa.

Administração[editar | editar código-fonte]

Poder Executivo

O atual prefeito de Gavião Peixoto é Gustavo Martins Piccolo (PHS) [13], natural de Araraquara, Professor, Doutor em Educação Especial, eleito em 2012, foi o primeiro prefeito reeleito na cidade em 2016. Na contou com uma chapa única pelo PHS . O atual vice-prefeito é José Alves, do mesmo partido.

Poder Legislativo

O Poder Legislativo é representado pela câmara municipal, composta por nove vereadores com mandato de 4 anos. Cabe aos vereadores na Câmara Municipal de Gavião Peixoto, especialmente fiscalizar o orçamento do município, além de elaborar projetos de lei fundamentais à administração, ao Executivo e principalmente para beneficiar a comunidade.

  • Presidentes da câmara: Josephina Alexandra Barsaglini Giro (2005/2006), Antonio Milton Azzolino (2007/2008), João Rufino Filho (2009/2010), Gregório Gulla Júnior (2011/2012), Joel Fera, do PRB (2013/2016)

Igreja Católica[editar | editar código-fonte]

O município pertence à Diocese de São Carlos. A Paróquia Santo Antonio é dirigida pelo Pe.Willian Henrique.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 10 de fevereiro de 2018 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. «Panorama dos municípios». IBGE. Consultado em 9 de janeiro de 2020 
  7. «Histórico dos municípios». IBGE. Consultado em 9 de janeiro de 2020 
  8. «Estações ferroviárias do Brasil». Consultado em 9 de janeiro de 2020 
  9. «Estações ferroviárias do Brasil.». Consultado em 9 de janeiro de 2020 
  10. «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) 
  11. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  12. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 
  13. Dados do candidato a prefeito Gustavo Piccolo

Ligações externas[editar | editar código-fonte]