Gazy Andraus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Gazy Andraus (Ituiutaba, 11 de janeiro de 1967) é um professor universitário, quadrinhista e pesquisador brasileiro de histórias em quadrinhos. Como autor, produziu diversos fanzines e HQs, especialmente no que convencionou-se chamar de "quadrinhos poético-filosóficos" (que também contam com produções de autores como Flávio Calazans e Edgar Franco).[1][2] Possui doutorado em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo e mestrado em Artes Visuais pela Universidade Estadual Paulista.[3]

Como quadrinista, publicou nas revistas Barata, Matrix, Ideário, Mandala, Fêmea Feroz, Metal Pesado e Brasilian Heavy Metal.[4]

Na área de pesquisa, escreveu diversos livros e capítulos sobre quadrinhos, tendo colaborado com o site Bigorna.net,[5] em 1999, apresentou a tese de mestrado Existe o quadrinho no vazio entre dois quadrinhos? (ou: O Koan nas Histórias em Quadrinhos Autorais Adultas),[6] em 2007, ganhou o 19º Troféu HQ Mix na categoria de "melhor tese de doutorado" por sua pesquisa As histórias em quadrinhos como informação imagética integrada ao ensino universitário, defendida na Universidade de São Paulo.[7][8][9][10]

É membro do Observatório de Histórias em Quadrinhos da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, tendo colaborado com a revista Quadreca,[11] da ASPAS (Associação dos Pesquisadores em arte Sequencial), Interculturalidade e Poéticas da Fronteira da Universidade Federal de Uberlândia e da INTERESPE (Interdisciplinaridade e Espiritualidade na Educação e Criação e Ciberarte) da Universidade Federal de Goiás.[3]


Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Ternário M.E.N. (Marca de Fantasia, 2001)
  • Cultura Pop japonesa: anime e mangá (organizado por Sônia Luyten, Hedra, 2005)
  • O que é História em Quadrinhos Brasileira (organizado por Edgard Guimarães, Marca de Fantasia, 2005)
  • Intersecções – Diferentes olhares sobre as histórias em quadrinhos (organizado por Waldomiro Vergueiro, Paulo Ramos e Nobu Chinen, Criativo Editora, 2013)
  • Histórias em Quadrinhos e Práticas Educativas, sobre a produção de HQs e fanzines no ambiente educacional (organizado por Elydio dos Santos Neto e Marta Regina Paulo da Silva, Criativo Editora, 2013)
  • Arte sequencial em perspectiva multidisciplinar (organizado por Iuri Andréas Reblin e Márcio dos Santos Rodrigues, Perse/Associação de Pesquisadores em Arte Sequencial, 2015) https://issuu.com/iuriandreasreblin/docs/aspas_lv2_-_arte_sequencial_em_pers
  • Sketchbook Custom (Criativo Editora, 2017)
  • Graphic Book - Homo Eternus (Criativo Editora, 2017)
  • Ternário M.E.N. 2ª edição (Marca de Fantasia, 2018)

Referências

  1. Arquivos Incríveis: Sidarta, grande mistério dos anos 70
  2. Moura, Matheus (2014). «Quadrinhos poético filosóficos». Editora Escala. Conhecimento Prático – Literatura (51) 
  3. a b Gazy Andraus Criativo
  4. Sergio Morettini e Gazy Andraus na Comiclopedia
  5. Quem Somos
  6. Edgar Silveira Franco (2008). HQtrônicas. do suporte papel à rede internet. [S.l.]: Annablume. 284 páginas. ISBN 9788574194769 
  7. Yashima, Humberto (3 de julho de 2007). «Os vencedores do Troféu HQMIX 2007». Bigorna.net 
  8. Neto, Elydio dos Santos (2013). Os quadrinhos poético-filosóficos de Gazy Andraus. 25 anos de quadrinhos e fanzinato. João Pessoa: Marca de Fantasia. 144 páginas. ISBN 978-85-7999-074-8 
  9. Naranjo, Marcelo (9 de dezembro de 2013). «Monstros dos Fanzines resgata o trabalho de artistas nacionais». Universo HQ 
  10. «Autor e pesquisador de HQs, Gazy Andraus faz palestra e oficina no MAMM». UFJF Notícias. 23 de março de 2015 
  11. 25 anos da revista Quadreca

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.