Genrōin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Genrōin

O Genrōin ( 元老院, Câmara dos Sêniores) foi uma assembleia nacional estabelecida depois da Conferência de Osaka de 1875, nos primórdios da era Meiji no Japão. Também foi conhecido como Senado do Japão[1]

O Movimento de Liberdade e dos Direitos Humanos e os liberais dentro da oligarquia Meiji abandonaram o governo Meiji em busca de um estabelecimento de uma assembleia nacional com uma maior democracia representativa.[2] A conferência de Osaka de 1875 resolveu esse problema com o estabelecimento do Genrōin, uma assembleia nacional cujos membros (em teoria nomeados diretamente pelo Imperador) eram provenientes da nobreza, de classes superiores, da burocracia e de vários eruditos. O Genrōin foi o único sistema quase-legislativo do Império japonês, onde tinham o poder de revisar legislações e fazer recomendações, porém não tinham o poder de propor legislações. Como assembleia, substituiu a Câmara da esquerda (左院 Sain).[3]

Em 1876, o Genrōin foi chamado para fazer um esboço de uma constituição para o Japão, a qual foi completada em 1880, contudo foi rejeitada por Ito Hirobumi e Iwakura Tomomi por ser demasiado liberal.

O Genrōin foi substituído pela Dieta do Japão em 1890.[4]

Não deve ser confundido com o Genrō, os estadistas sêniores. A maioria dos Genrō foram membros do Genrōin, porém nem todos os membros do Genrōin eram Genrō.

Referências

  1. Banno, Junji. The Establishment of the Japanese Constitutional System. Routledge 
  2. Brunton, Richard. Building Japan 1868-1876. RoutledgeCurzon (1995)
  3. Buruma, Ian. Inventing Japan: 1853-1964. Modern Library; Reimpresión
  4. Sims, Richard. Japanese Political History Since the Meiji Renovation 1868-2000. Palgrave Macmillan