George Ostrogorsky

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
George Ostrogorsky
Nascimento 19 de janeiro de 1902
São Petersburgo
Morte 24 de outubro de 1976 (74 anos)
Belgrado
Cidadania Império Russo, União Soviética
Alma mater Universidade de Heidelberg
Ocupação historiador, professor universitário, erudito clássico, bizantinista
Prêmios Ordem do Mérito para as Artes e Ciência
Empregador Universidade de Breslávia, Universidade de Belgrado

George Alexandrovič Ostrogorsky (em russo: Георгий Александрович Острогорский, conhecido também como George Ostrogorsky; 19 de janeiro de 190224 de outubro de 1976 (74 anos)) foi um historiador iugoslavo nascido na Rússia e um bizantinista que amealhou uma reputação mundial por seus estudos bizantinos.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ostrogorsky nasceu em São Petersburgo, na Rússia, e era filho de um diretor de escola secundária e de uma escritora de temas pedagógicos.

Ele completou sua educação secundária em um ginásio clássico de sua cidade natal e, assim, aprendeu o grego muito cedo. Ele começou seus estudos universitários em Heidelberg, na República de Weimar (Alemanha) em 1921, dedicando-se inicialmente à filosofia, economia e sociologia, embora ele também se interessasse por arqueologia clássica. Entre seus professores estavam Karl Jaspers, Heinrich Rickert, Alfred Weber e Ludwig Curtius. Seu interesse em história, especialmente a bizantina, foi despertado por um jovem docente chamado Percy Ernst Schramm. Deoius de estudar diversos aspectos da bizantinologia em Paris entre 1924 e 1925, Ostrogorsky recebeu seu doutorado da Universidade de Heidelberg (1925) com uma dissertação na qual ele combinava seus interesses em economia e história bizantina. Em seguida, ele lecionou como privatdozent em Breslau a partir de 1928 e se mudou para Belgrado em 1938. Ali, lecionou na Faculdade de Filosofia da Universidade de Belgrado, onde ele era o professor catedrático de bizantinologia.

Ostrogorsky fez do Reino da Iugoslávia sua residência e ensinou em Belgrado por quarenta anos, até se retirar em 1973, quando passou a cadeira de bizantinologia para Božidar Ferjančić. Ele foi nomeado membro correspondente da Academia de Ciências e Artes da Sérvia em 1946 e regular dois anos depois. Um instituto de bizantinologia foi criado na academia em 1948 tendo ele como direto, um posto que ele manteve até morrer. Ostrogorsky foi ainda o editor-chefe da publicação principal do instituo, o Zbornik Radova Vizantološkog Instituta, até o seu 16º volume, publicado em 1975.

Sua obra mais importante é o padrão "História do Estado Bizantino" (em alemão: Geschichte des byzantinischen Staates), que teve três edições em alemão (1940, 1952, 1963), 2 em inglês (1957, 1968) e foi traduzida para mais de dez línguas.

O professor Ostrogorsky morreu em Belgrado em 1976.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Hunger, Herbert (1977). «Georg Ostrogorsky, Nachruf». Almanach der Österreichischen Akademie der Wissenschaften (em inglês). 127: 538–544