George Mary Searle

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
George Mary Searle
Nascimento 27 de junho de 1839
Londres
Morte 7 de julho de 1918
Nova Iorque
Cidadania Estados Unidos
Alma mater
Ocupação astrônomo, professor universitário
Prêmios
Empregador Universidade Católica da América
Obras destacadas descobridor de asteroides
Religião Igreja Católica
Asteróides descobertos: 1[1]
55 Pandora 10 de setembro de 1858

George Mary Searle (Londres, 27 de junho de 183927 de junho de 1918) foi um astrónomo e sacerdote estadunidense.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ele descobriu o asteróide 55 Pandora em 1858.[2] Ele também descobriu seis galáxias. Mais tarde, ele se tornou membro da ordem Paulista, de Nova Iorque, e lecionou na Universidade Católica da América.

Em 1905, Searle publicou sua ideia para uma possível reforma do Calendário Gregoriano. O plano era que todo ano novo começasse no domingo, a fim de atingir um calendário perene. Em anos comuns, o novo calendário teria exatamente 52 semanas, ou 364 dias, com fevereiro encurtado para 27 dias. Em anos bissextos, seriam 53 semanas, ou 371 dias. A semana extra seria adicionada como uma semana de férias, entre abril e maio. Anos bissextos ocorreriam a cada cinco anos, exceto para anos divisíveis por 50, e exceto por um outro 5º ano em 400. O resultado seria um calendário com 20 871 semanas em 400 anos, igual ao Calendário Gregoriano.

Em 1916, ele escreveu um livro denunciando a Ciência Cristã de Mary Baker Eddy.

Publicações[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «(2016) Heinemann». Berlin, Heidelberg: Springer Berlin Heidelberg: 163–163. ISBN 978-3-540-00238-3. Consultado em 10 de setembro de 2020 
  2. «(55) Pandora». Berlin, Heidelberg: Springer Berlin Heidelberg: 20–20. ISBN 978-3-540-00238-3. Consultado em 10 de setembro de 2020 
Ícone de esboço Este artigo sobre um astrônomo/astrónomo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.