Georgi Rakovski

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde novembro de 2015).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Georgi Stoukov Rakovski (Sabi Stoichev Popovich) (Kotel, Bulgária, 2 de abril de 1821 - Bucareste, Roménia, 9 de outubro de 1867) foi um revolucionário, escritor, historiador, jornalista е democrata búlgaro.

Georgi Rakovski

Vida[editar | editar código-fonte]

Nasceu em Kotel, Bulgária. Seu pai, Stoukov Rakovski (que era um vendedor), e sua mãe, Ruska Mamarchevaviver, viveram em Kotel até 1840. Em 1841, Rakovski se estabelece em Braila. Devido a atividade revolucionária, ele é condenado à morte. Foi salvo por um cônsul grego e emigra para França. Em 1853 cria sociedades revolucionárias na Bulgária. Em 18591860, na Sérvia, começou uma campanha anti-turca. Rakovski faz planos para libertação da Bulgária, fundando, em 1862, a Primeira Legião Búlgara em Belgrado. Rakovski continuou a sua atividade revolucionária na Grécia.[1]

Vida literária[editar | editar código-fonte]

  • jornal „Будащност” (1864)
  • "Предвестник Горского пътника”

Referências

  • Crampton, R. J. (1997): A Concise History of Bulgaria. Cambridge University Press, ISBN 052156719X, стр. 77