Georreferenciamento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Georreferenciamento (português brasileiro) ou georreferenciação (português europeu) de uma imagem ou um mapa ou qualquer outra forma de informação geográfica é tornar suas coordenadas conhecidas num dado sistema de referência. Este processo inicia-se com a obtenção das coordenadas (pertencentes ao sistema no qual se pretende georreferenciar) de pontos da imagem ou do mapa a serem georreferenciados, conhecidos como pontos de controle. Os pontos de controle são locais que oferecem uma feição física perfeitamente identificável, tais como intersecções de estradas e de rios, represas, pistas de aeroportos, edifícios proeminentes, topos de montanha, entre outros. A obtenção das coordenadas dos pontos de controle pode ser realizada em campo (a partir de levantamentos topográficos, Levantamento Geodésico com GPS – Sistema de Posicionamento Global), ou ainda por meio de mesas digitalizadoras, ou outras imagens ou mapas (em papel ou digitais) georreferenciados. Tal ato pode permitir que ocorra uma geodecisão por parte dos consultores de um projeto ou uma administração de uma empresa.

No Brasil[editar | editar código-fonte]

A Lei 10.267/01 torna obrigatório o georreferenciamento do imóvel rural na escritura para alteração nas matrículas, como mudança de titularidade, remembramento, desmembramento, parcelamento, modificação de área e alterações relativas a aspectos ambientais, respeitando os prazos previstos. A mesma lei criou o Cadastro Nacional de Imóveis Rurais - CNIR, que terá base comum de informações, gerenciada conjuntamente pelo INCRA e pela Secretaria da Receita Federal, produzida e compartilhada pelas diversas instituições públicas federais e estaduais produtoras e usuárias de informações sobre o meio rural brasileiro.

O georreferenciamento em área urbanas já é comum más não obrigatória já que ainda não são exigidos quaisquer tipo de responsabilidade técnica de profissional.

Hoje no Brasil os profissionais os habilitados na área são os Engenheiros Cartógrafos, Engenheiros Agrimensores e Técnicos em Agrimensura mas aos desejem executar levantamentos georreferenciados ou mesmo na elaboração de plantas georreferenciadas devem fazer extensão de atribuição para poderem então se certificar junto ao INCRA e para isso é necessário constituir no curso disciplinas referentes a:

• Cadastro e Legislação Territorial – 60 h/a

• Cartografia – 60 h/a

• Sistemas de Referência – 90 h/a

• Topografia – 120 h/a

• Fotogrametria e Sensoriamento Remoto – 120 h/a

• Ajustamento de Observações- 120 h/a

• Geodésia – 120 h/a

• Posicionamento por Satélite – 120 h/a

Totalizando 810 horas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre geografia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.