Geraldo Cardoso Décourt

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Geraldo Cardoso Décourt (Campinas, 14 de fevereiro de 1911 - 27 de maio de 1998) foi um pintor e ator brasileiro. É conhecido como o inventor do futebol de botão[1].

Futebol de botão[editar | editar código-fonte]

Por volta de 1929, Décourt começou a praticar o esporte, que chamou de "Celotex", nome do material usado para a confecção das mesas. Utilizava botões de camisa. Em 1930, lançou o primeiro livro de regras, Regras Officiaes do Foot-ball Celotex[2].

Em 1998, o Departamento de Futebol de Mesa da Hebraica propôs a instituição do "Dia do Botonista" na data de nascimento de Décourt. Naquele mesmo ano, a Federação Paulista de Futebol de Mesa apoiou o pedido. Em 2001, o então governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, sancionou a comemoração[3].

Pintura[editar | editar código-fonte]

Autodidata, era considerado por Paulo Mendes de Almeida "um dos primeiros abstracionistas do Brasil”.

No Salão Paulista de Arte Moderna, conquistou uma medalha de bronze (1961), uma de prata (1962) e o Premio Aquisição (1963).

Suas obras foram incluídas em outros Salões Oficiais, além de exposições coletivas e individuais[4].

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Geraldo Décourt - 100 anos. Federação Paulista de Futebol de Mesa
  2. Futebol de mesa, o "esporte" de gerações . Clube do Botão
  3. Hoje é dia de Geraldo Décourt, dia do Botonista. Clube do Botão, 14 de fevereiro de 2010
  4. Geraldo Décourt. MAM Campinas

Ligações externas[editar | editar código-fonte]