Geraldo Majela de Castro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Geraldo Majela de Castro, O.Praem.
Arcebispo da Igreja Católica
Arcebispo-emérito de Montes Claros
Atividade Eclesiástica
Ordem Ordem Premonstratense
Diocese Arquidiocese de Montes Claros
Nomeação 1 de junho de 1988
Predecessor Dom José Alves de Sà Trindade
Sucessor Dom José Alberto Moura, CSS
Mandato 1988 - 2007
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 8 de dezembro de 1953
por Dom Luís Victor Sartori
Nomeação episcopal 15 de junho de 1982
Ordenação episcopal 8 de setembro de 1982
por Dom José Alves de Sá Trindade
Lema episcopal ITE ET VOS
ide vós também para a minha vinha
Nomeado arcebispo 25 de abril de 2001
Brasão arquiepiscopal
ArchbishopPallium PioM.svg
Dados pessoais
Nascimento Montes Claros
24 de junho de 1930
Morte Montes Claros
14 de maio de 2015 (84 anos)
Funções exercidas - Bispo-coadjutor de Montes Claros (1982-1988)
dados em catholic-hierarchy.org
Arcebispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Geraldo Majela de Castro O.Praem. (Montes Claros, 24 de junho de 1930 — Montes Claros, 14 de maio de 2015) foi um bispo católico brasileiro e arcebispo emérito da Arquidiocese de Montes Claros.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Dom Geraldo nasceu em Montes Claros, em 24 de junho de 1930. Realizou sua profissão religiosa na Ordem Premonstratense em 8 de janeiro de 1950. Foi ordenado sacerdote em 8 de dezembro de 1953 e nomeado bispo-coadjutor de Montes Claros no dia 15 de junho de 1982.[1]

Foi consagrado em 8 de setembro de 1982 por Dom José Alves de Sá Trindade, bispo de Montes Claros, auxiliado por Dom Serafim Fernandes de Araújo, bispo-auxiliar de Belo Horizonte e por Norbert Jules François Calmels, O.Praem., superior da Ordem Premonstratense.[2]

Com a resignação de Dom José Alves de Sá Trindade em 1 de junho de 1988, assume o governo episcopal da Sé de Montes Claros. Com a elevação da Diocese ao posto de Arquidiocese Metropolitana, é elevado a arcebispo metropolitano em 25 de abril de 2001, onde tomou posse em 29 de junho.[1] No dia 7 de fevereiro de 2007, renunciou ao cargo, por motivo de idade, conforme previsto pelo Código de Direito Canônico.[1]

Dom Geraldo faleceu no dia 14 de maio de 2015, devido a uma Esclerose Lateral Amiotrófica.[3]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
José Alves de Sá Trindade
Brasão episcopal
Bispo de Montes Claros

19882001
Sucedido por
Elevação à arquidiocese
Precedido por
Elevação à arquidiocese
Brasão arquiepiscopal
Arcebispo de Montes Claros

20012007
Sucedido por
José Alberto Moura, C.S.S.