Germán Cano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Germán Cano
Germán Cano
Germán Cano no Independiente Medellín.
Informações pessoais
Nome completo Germán Ezequiel Cano Recalde
Data de nasc. 2 de janeiro de 1988 (34 anos)
Local de nasc. Lomas de Zamora, Argentina
Nacionalidade argentino
Altura 1,76 m
destro
Apelido El Matador, GC14
Informações profissionais
Clube atual Fluminense
Número 14
Posição centroavante
Clubes de juventude
2006–2007 Lanús
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2007–2010
2009
2010–2011
2011
2012
2012–2014
2015–2018
2016–2017
2018
2019
2020–2021
2022–
Lanús
Chacarita Juniors (emp.)
Colón
Deportivo Pereira (emp.)
Club Nacional
Independiente Medellín
Pachuca
León (emp.)
Independiente Medellín (emp.)
Independiente Medellín
Vasco da Gama
Fluminense
0024 0000(2)
0018 0000(1)
0005 0000(0)
0018 0000(9)
0018 0000(4)
0094 000(54)
0033 0000(8)
0048 000(13)
0050 000(34)
0047 000(41)
0101 000(43)
0050 000(30)
Seleção nacional
2007 Argentina Sub-20 0005 0000(1)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 24 de julho de 2022.

Germán Ezequiel Cano Recalde (Lomas de Zamora, 2 de janeiro de 1988) é um futebolista argentino que atua como centroavante. Atualmente joga pelo Fluminense.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Foi formado nas categorias de base do Lanús. Estreou no time principal em 13 de fevereiro de 2008, substituindo Lautaro Acosta na vitória por 3 a 1 válida pela Copa Libertadores em casa contra o Danubio.[1]

Rodou pela Argentina, Paraguai e pelo Deportivo Pereira (COL) até chegar ao Independiente Medellín em 2012.

Independiente Medellín[editar | editar código-fonte]

Chegou ao clube colombiano em 2012 e permaneceu até 2014. Germán Cano teve uma boa passagem pelo clube, marcando 54 gols em 99 partidas.

Pachuca[editar | editar código-fonte]

Após uma boa passagem pelo Medellín, foi contratado pelo Pachuca em janeiro de 2015. Em sua passagem anotou 5 gols em 16 partidas.

León[editar | editar código-fonte]

Foi emprestado ao León em janeiro de 2016 e permaneceu na equipe até junho de 2017, Cano anotou ao todo 13 gols em 48 partidas no clube mexicano.

Retorno ao Pachuca[editar | editar código-fonte]

Após uma boa passagem pelo León, Germán Cano retornou ao Pachuca em junho de 2017. Porém acabou não rendendo o esperado e foi negociado por empréstimo com o Independiente Medellín.

Retorno ao Independiente Medellín[editar | editar código-fonte]

Em Janeiro de 2018, foi anunciado o retorno do atacante ao clube colombiano, onde havia tido uma boa passagem de 2012 a 2014.

Em sua segunda passagem pelo Medellín, Germán Cano virou ídolo de fato na Colômbia. O atacante se tornou o maior artilheiro da história do Independiente Medellín, e em 2019 foi o segundo futebolista argentino que mais marcou gols, com 42 marcados, ficando atrás apenas de Lionel Messi, e estando a frente de Sérgio Agüero.[2]

Vasco da Gama[editar | editar código-fonte]

No dia 27 de dezembro de 2019, Germán Cano foi anunciado como o primeiro reforço do Cruzmaltino para 2020.[3] O registro do atleta na CBF, porém, foi adiado por conta de dívidas trabalhistas do Vasco com o jogador Jorge Henrique (quando de sua passagem pelo clube).[4][5] Em 15 de janeiro o clube entrou em acordo com Jorge Henrique para quitar a dívida; assim a CBF liberou o registro de Germán Cano.[6]

O vice-presidente de Controladoria do Vasco da Gama, Adriano Mendes, entregou o cargo e acusou o presidente Campello de contratar Cano em meio a uma crise financeira do clube (que devia quatro meses de salários aos atletas e funcionários[7]) e sem consultar seu departamento sobre a viabilidade financeira da contratação.[8]

Logo em sua segunda partida pelo Vasco, Cano marcou o seu primeiro gol com a camisa cruzmaltina, no último lance da vitória sobre o Boavista por 1 a 0.[9] Pela primeira fase da Copa Sul-Americana contra o Oriente Petrolero, Germán Cano marcou de letra o seu segundo gol com a camisa cruzmaltina, e que garantiu a vitória por 1 a 0.[10] No jogo seguinte, Cano marcou o terceiro gol do Vasco contra a Portuguesa, pela Taça Guanabara.[11] Em 12 de fevereiro, pelo terceiro jogo seguido, Cano marcou o gol da classificação do Vasco na Copa do Brasil, contra a equipe do Altos.[12] Pela segunda fase da Copa do Brasil, Cano marcou o gol da vitória e da classificação contra o ABC, por 1 a 0.[13]

Em 28 de junho, após 3 meses sem jogos devido à paralisação nas competições por conta da Pandemia do coronavírus, Cano teve uma atuação de destaque no Campeonato Carioca, marcando um Hat-trick na vitória de 3 a 1 do Vasco sobre o Macaé.[14] No jogo seguinte, Cano marcou o gol da Vitória do Cruzmaltino sobre o Madureira, por 1 a 0, porém, não foi o suficiente para o Vasco se classificar para a próxima fase do Campeonato Carioca, e viu então seu time desclassificado.[15]

Em 16 de agosto, Cano novamente foi decisivo, desta vez na 3ª rodada do Brasileirão, marcando os dois gols do Vasco na vitória de 2 a 1 contra o São Paulo.[16] No jogo seguinte, contra o Ceará, Cano marcou o primeiro gol do Vasco na partida, que terminou com o placar de 3 a 0 a favor do Cruzmaltino.[17]

Pela 8ª rodada do Brasileirão, quatro dias após ter marcado contra o Santos na Vila Belmiro, Cano marcou o gol da vitória do Vasco sobre o Athletico Paranaense, fazendo com que a FIFA o chamasse de máquina de gols.[18]

Em 6 de dezembro de 2021, foi anunciada sua saída do Vasco da Gama.[19] Ao todo, Cano atuou em 101 jogos e deu quatro assistências e marcou 43 gols. Este número o fez se tornar o maior goleador estrangeiro do clube no século 21 - considerando toda a história vascaína, o argentino aparece na segunda colocação entre os estrangeiros.[20]

Fluminense[editar | editar código-fonte]

No dia 27 de dezembro, Cano acertou com o Fluminense, tendo o contrato até 2023.[21]

Em 26 de fevereiro de 2022, Germán Cano enfrentou seu ex-clube, Vasco da Gama, no estádio Nilton Santos, válido pelo Campeonato Carioca. No primeiro encontro contra o Vasco, Cano fez um gol e foi fundamental na vitória do Fluminense contra o Vasco.[22] Foi decisivo na reta final do Campeonato Carioca, na semifinal contra Botafogo, fazendo um gol aos 51 minutos do segundo tempo, o que classificaria o Fluminense à final da competição.[23] Na final, enfrentou o arquirrival Flamengo, marcando dois gols na primeira partida e um gol na segunda partida, foi decisivo para levar o Fluminense ao seu 32° título de Campeonato Carioca.[24][25]

Em 20 de maio de 2022, Germán Cano foi condecorado como cidadão honorário aprovado pela ALERJ.[26]

Em 26 de maio de 2022, fez seu primeiro hat-trick na goleada histórica por 10–1 em cima do Oriente Petrolero, jogo válido pela última rodada da Copa Sul-Americana. Apesar da eliminação da equipe na fase de grupos, Cano chegou a 18 gols em 2022, passando o ídolo tricolor Conca, em 2014, e Yony González, em 2019, entrando para o ranking dos maiores estrangeiros artilheiros por temporada pelo Tricolor das Laranjeiras.[27][28] Além disso, Germán Cano empatou com Hulk e Raphael Veiga no ranking dos goleadores do futebol brasileiro deste ano.[29]

Em 2 de julho de 2022, Cano marcou 2 gols na vitória por 4 a 0 contra o Corinthians pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro, tornando-se o artilheiro do torneio ao lado de Calleri, do São Paulo, e o maior goleador do Brasil em 2022 com 25 gols, superando a marca da temporada de 2020 pelo Vasco da Gama, a qual era 24 gols.[30][31]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizado até 20 de julho de 2021.[32]

Clube Div Temporada Liga Copas
nacionais(1)
Torneios
internacionais(2)
Outros torneios[3] Total Média(4)
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Lanús
 Argentina
2008 11 2 0 - - - 4 0 0 - - - 15 2 0 0,13
2009 6 0 0 - - - 3 0 0 - - - 9 0 0 0
Total no clube 17 2 0 - - - 7 0 0 - - - 24 2 0 0,09
Chacarita Juniors
 Argentina
2009-10 18 1 1 - - - - - - - - - 18 1 1 0,06
Total no clube 18 1 1 - - - - - - - - 18 1 1 0,06
Colón
 Argentina
2010-11 5 0 0 - - - - - - - - - 5 0 0 0
Total no clube 5 0 0 - - - - - - - - - 5 0 0 0
Deportivo Pereira
 Colômbia
2011 18 9 3 - - - - - - - - - 18 9 3 0,50
Total no clube 18 9 3 - - - - - - - - - 18 9 3 0,50
Club Nacional
 Paraguai
2012 12 2 0 - - - 6 2 0 - - - 18 4 0 0,22
Total no clube 12 2 0 - = - 6 2 0 - - - 18 4 0 0,22
Independiente Medellín
 Colômbia
2012 19 9 0 - - - - - - - - - 19 9 0 0,47
2013 30 15 4 4 1 0 - - - - - - 34 16 4 0,47
2014 43 27 9 3 2 0 - - - - - - 46 29 9 0,63
Total no clube 92 51 13 7 3 0 - - - - - - 99 54 13 0,55
Pachuca
 México
2015 14 4 1 - - - 2 1 0 - - - 16 5 1 0,31
Total no clube 14 4 1 - - - 2 1 0 - - - 16 5 1 0,31
León
 México
2016 14 4 0 - - - - - - - - - 14 4 0 0,29
2016-17 29 7 5 5 2 0 - - - - - - 34 9 5 0,26
Total no clube 43 11 5 5 2 0 - - - - - - 48 13 5 0,27
Pachuca
 México
2017 11 0 0 5 3 0 1 0 0 - - - 17 3 0 0,18
Total no clube 11 0 0 5 3 0 1 0 0 - - - 17 3 0 0,18
Independiente Medellín
 Colômbia
2018 47 32 6 2 1 0 1 1 0 - - - 50 34 6 0,68
2019 37 34 1 8 6 1 2 1 0 - - - 47 41 2 0,87
Total no clube 84 66 8 10 7 1 3 2 0 - - - 97 75 8 0,77
Vasco da Gama
 Brasil
2020 34 14 1 6 2 0 3 2 0 8 6 0 51 24 1 0,47
2021 36 11 2 6 1 0 - - - 8 7 0 50 19 2 0,38
Total no clube 70 25 3 12 3 0 3 2 0 16 13 0 101 43 3 0,43
Fluminense
 Brasil
2022 10 6 0 2 2 0 10 6 1 14 7 1 50 30 6 0,58
Total no clube 21 13 2 4 4 0 10 6 1 14 7 1 50 30 6 0,62
Total na carreira 405 184 37 43 22 1 32 13 1 30 20 0 502 234 36 0,47

Títulos[editar | editar código-fonte]

Lanús
Pachuca
Independiente Medellín
Vasco da Gama
Fluminense

Outras Campanhas destacadas[editar | editar código-fonte]

Pachuca

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

Prêmio Ano
Artilheiro do Torneo Finalización (Colombia) (9 gols) 2012
Artilheiro do Torneo Finalización (Colombia) (16 gols) 2014
Artilheiro do Torneo Apertura (Colombia) (12 gols) 2018
Artilheiro do Torneo Finalización (Colombia) (20 gols) 2018
Melhor jogador do Futebol Profissional Colombiano 2018
Seleção do Campeonato Colombiano[33] 2018
Artilheiro do Torneo Apertura (Colombia) (21 gols - recorde em uma edição) 2019
Maior artilheiro da história do Independiente Medellín (129 gols) 2019
Artilheiro da Copa Colômbia (6 gols) 2019
Artilheiro do Torneo Finalización (Colombia) (13 gols) 2019
Melhor jogador do Futebol Profissional Colombiano 2019
Seleção do Campeonato Colombiano[34] 2019
Seleção do Campeonato Carioca[35] 2022

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Germán Cano é casado com Rocio, com quem teve um filho, Lorenzo, nascido na Colômbia.[36] Comumente, Cano comemora seus gols fazendo o símbolo de "L" com as mãos, em homenagem à Lorenzo.[37]

Filantropia[editar | editar código-fonte]

Doação de cestas básicas[editar | editar código-fonte]

Em maio de 2021, Germán Cano promoveu um leilão de peças pessoais autografadas e usou o dinheiro arrecadado para a compra de cestas básicas que foram distibuidas à moradores da comunidade do Tuiuti, em São Cristóvão, no Rio de Janeiro.[38]

Ativismo contra a discriminação no futebol[editar | editar código-fonte]

Em 27 de junho de 2021, na vitória do Vasco por 2 a 1 sobre o Brusque, pela Série B, Germán Cano abriu o placar e comemorou o gol levantando a bandeira de escanteio que contia as cores da bandeira LGBT, sendo advertido com cartão amarelo logo em seguida. A comemoração, no entanto, foi bem recebida pelo público e rapidamente viralizou na internet e na imprensa, repercurtindo, inclusive, no exterior. Internautas, jornalistas e jogadores celebraram a atitude do atacante. No dia seguinte, Cano inseriu um filtro arco-íris em sua foto de perfil nas redes sociais, prestando uma nova homenagem ao público LGBT.[39][40][41] Dias depois, veículos de imprensa repercurtiram a história de um torcedor vascaíno que decidiu fazer uma tatuagem eternizando a comemoração de Germán Cano.[42][43]

Em outubro de 2021, após o futebolista australiano Josh Cavallo, do Adelaide United, revelar publicamente a sua homossexualidade, Germán Cano enviou mensagem de apoio ao jogador e o presenteou com uma camisa especial do Vasco em homenagem à comunidade LGBT.[44]

Referências

  1. «Libertadores: Lanús derrota 3–1 a Danubio» [Libertadores: Lanús defeat Danubio by 3–1]. My Plainview (em espanhol) 
  2. «Germán Cano foi o 2º maior goleador argentino do ano, atrás apenas de Messi». SuperVasco. 31 de dezembro de 2019. Consultado em 5 de janeiro de 2020 
  3. «Presidente do Vasco, Campello anuncia contratação de atacante argentino Germán Cano». Globoesporte. Consultado em 3 de janeiro de 2020 
  4. Daniel Gomes e Hector Werlang (7 de janeiro de 2020). «Por dívida com Jorge Henrique, decisão impede Vasco de registrar atletas na CBF». Globoesporte. Consultado em 7 de janeiro de 2020 
  5. Andrei Kampff (8 de janeiro de 2020). «Decisão que pune Vasco por dívida é alerta a todos os clubes». UOL-Lei em Campo. Consultado em 9 de janeiro de 2020 
  6. «Regularizado, Germán Cano estreia pelo Vasco no domingo: "Espero poder dar alegrias"». GloboEsporte. 16 de janeiro de 2020. Consultado em 16 de janeiro de 2020 
  7. «Vasco chega a quarto mês de salário atrasado; diretoria busca soluções». UOL Esporte. 20 de janeiro de 2020. Consultado em 22 de janeiro de 2020 
  8. «VP de Controladoria, Adriano Mendes deixa direção do Vasco». GloboEsporte. 20 de janeiro de 2020. Consultado em 22 de janeiro de 2020 
  9. «Vasco sofre contra o Boavista, mas vence a primeira com gol de Cano e segue vivo na Taça GB». globoesporte.com. Consultado em 26 de janeiro de 2020 
  10. «Cano marca de letra e Vasco bate Oriente Petrolero pela Sul-Americana». www.uol.com.br. Consultado em 6 de fevereiro de 2020 
  11. «Mesmo eliminado, Vasco utiliza titulares e vence Portuguesa-RJ com dois gols de Werley e um de Germán Cano». Estadão. Consultado em 13 de fevereiro de 2020 
  12. «Cano marca, Vasco empata com o Altos e se classifica na Copa do Brasil». Gazeta Esportiva. 13 de fevereiro de 2020. Consultado em 13 de fevereiro de 2020 
  13. «Cano volta a marcar e Vasco se classifica na Copa do Brasil». Terra. Consultado em 7 de março de 2020 
  14. «Com hat-trick de cano vasco bate o macae e segue vivo na taca rio». onefootball. Consultado em 28 de junho de 2020 
  15. «Vasco vence Madureira, mas é eliminado do Campeonato Carioca». www.uol.com.br. Consultado em 3 de julho de 2020 
  16. «Cano marca dois, Vasco bate São Paulo e segue 100% no Brasileiro». OneFootball. Consultado em 18 de agosto de 2020 
  17. «Cano faz mais uma vez, Vasco supera pressão do Ceará, mantém 100% e vira líder do Brasileirão». ESPN.com. 21 de agosto de 2020. Consultado em 28 de agosto de 2020 
  18. «Fifa chama Cano de "máquina de gols" após vitória do Vasco em cima do Athletico-PR». ge. Consultado em 8 de setembro de 2020 
  19. «Vasco anuncia saída de Cano, que se declara à torcida: "Espero revê-los em breve"». ge. Consultado em 28 de dezembro de 2021 
  20. «Germán Cano não renova contrato com o Vasco e deixa o clube». www.uol.com.br. Consultado em 19 de maio de 2022 
  21. «Faz o "L"! Fluminense encaminha a contratação do atacante argentino Germán Cano, que estava no Vasco». ge. Consultado em 28 de dezembro de 2021 
  22. «Cano consegue feito raro: ídolo vascaíno com gol no Vasco pelo Fluminense | Goal.com». www.goal.com. Consultado em 19 de maio de 2022 
  23. «Na emoção! Cano marca no fim, Fluminense elimina o Botafogo e vai à final do Carioca». Lance!. Consultado em 19 de maio de 2022 
  24. «Com quatro gols na reta final, Cano decide o título carioca e diz: "Sou muito grato à torcida do Fluminense"». ge. Consultado em 19 de maio de 2022 
  25. «Herói do título carioca, Cano coleciona gols decisivos pelo Fluminense». Jogada 10. 4 de abril de 2022. Consultado em 19 de maio de 2022 
  26. «Artilheiro por Vasco e Fluminense, Cano recebe título de cidadão honorário do Rio de Janeiro». ge. Consultado em 21 de maio de 2022 
  27. «Cano passa Conca e entra no Top 3 dos maiores artilheiros estrangeiros por temporada do Fluminense». ge. Consultado em 27 de maio de 2022 
  28. «Cano passa Conca e vira um dos três maiores artilheiros gringos por temporada do Flu». NetFlu. Consultado em 27 de maio de 2022 
  29. «Cano empata com Hulk e Veiga na artilharia do futebol brasileiro no ano». Uol Esporte. Consultado em 27 de maio de 2022 
  30. Rodrigues, Rodolfo (2 de julho de 2022). «Cano vira artilheiro do Brasileirão e é o maior goleador do Brasil em 2022». www.uol.com.br. Consultado em 3 de julho de 2022 
  31. «Cano chega a 25 gols na temporada pelo Fluminense e ultrapassa sua melhor marca no Brasil». Terra. 2 de julho de 2022. Consultado em 3 de julho de 2022 
  32. «Germán Cano :: Germán Ezequiel Cano :: Vasco». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 21 de julho de 2021 
  33. «Dimayor da a conocer el Once Ideal de la Liga Águila I - 2019». Marca Colombia. Marca. 14 de junho de 2019. Consultado em 16 de junho de 2019 
  34. «América comanda el once ideal de la Liga Águila». Marca. 9 de dezembro de 2019. Consultado em 10 de dezembro de 2019 
  35. Dia, O. (1 de junho de 2022). «Germán Cano, Nino e André recebem troféu de melhores do Cariocão | Fluminense». O Dia. Consultado em 2 de junho de 2022 
  36. «Antes do Vasco, Cano perdeu espaço por ser 'baixinho' na Argentina e brilhou na Colômbia». O Globo. Consultado em 29 de Outubro de 2021 
  37. «Gesto em celebração reforça laço de Cano com Vasco, que vê sucesso em ações». UOL. Consultado em 30 de Outubro de 2021 
  38. «Golaço! Germán Cano distribui cestas básicas no Morro do Tuiuti». O Dia. Consultado em 30 de Outubro de 2021 
  39. «Jornalistas da Globo celebram gesto de Cano e incentivam manifestações: 'O silêncio não é uma opção'». Terra. 28 de Junho de 2021. Consultado em 28 de Junho de 2021 
  40. «Comemoração de Cano com bandeira arco-íris repercute na Argentina: 'Que golaço, matador!'». O Dia. 28 de Junho de 2021. Consultado em 28 de Junho de 2021 
  41. «Vasco: após comemoração com bandeira LGBTQIAP+, Cano aparece com arco-íris em foto de rede social». Extra. 28 de Junho de 2021. Consultado em 28 de Junho de 2021 
  42. «Torcedor faz tatuagem de comemoração de German Cano». IstoÉ. Consultado em 1 de Julho de 2021 
  43. «Torcedor do Vasco faz tatuagem da comemoração de Cano contra a homofobia». IG. Consultado em 1 de julho de 2021 
  44. «Germán Cano envia mensagem de apoio a Josh Cavallo, jogador que se declarou gay publicamente». Globo Esporte. Consultado em 29 de Outubro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]