Germaine Tillion

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Germaine Tillion
Nascimento 30 de maio de 1907
Allègre
Morte 18 de abril de 2008 (100 anos)
Saint-Mandé
Sepultamento Panteão
Nacionalidade Francesa
Cidadania França
Progenitores Mãe:Émilie Tillion
Alma mater École du Louvre
Ocupação Etnóloga
Principais trabalhos À la recherche du vrai et du juste
Empregador École des hautes études en sciences sociales

Germaine Tillion (Allègre, 30 de maio de 1907Saint-Mandé, 18 de abril de 2008) foi uma etnóloga francesa, discípula de Marcel Mauss.

Durante a Segunda Guerra Mundial destacou-se na resistência francesa, tendo sido agraciada com o prêmio Pulitzer em 1947, por seus atos heroicos durante o conflito.[1] Posteriormente, participou também da luta contra a tortura e pela independência da Argélia.[2]

Referências

  1. (em francês) Decreto de 7 de janeiro de 2015, JORF n°0007, 9 de janeiro de 2015, p. 425.
  2. «Antropóloga francesa Germaine Tillion morre aos 100 anos de idade». Portal G1. 19 de abril de 2008. Consultado em 23 de julho de 2010 
Ícone de esboço Este artigo sobre etnologia ou sobre um(a) etnólogo(a) é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.