Germano Hasslocher

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Germano Hasslocher (Santa Cruz do Sul, 10 de julho de 1862Milão, 7 de fevereiro de 1911) foi um professor, advogado, jurista, político e jornalista brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Germano Hasslocher, um dos fundadores de Santa Cruz do Sul, e de mãe francesa, Maria Alphonsine Durand, casou com Paulina de Sousa Ferraz. Foi vereador em Porto Alegre entre 1881 e 1884 e [1]

De família próspera, estudou no Colégio Souza Lobo e depois na Faculdade de Direito de São Paulo em São Paulo, não tendo completado o curso, mas se formando depois na Faculdade de Direito do Recife, em 1883. Retornou ao Rio Grande do Sul no final do regime monárquico. Foi um dos fundadores e professores da Faculdade de Direito de Porto Alegre.[1]

Inicialmente filiado ao Partido Liberal, defendeu no jornal A Reforma a federalização do país. Durante a Revolução Federalista mudou de partido, passando para o Partido Republicano Riograndense (PRR).

Após a Proclamação da República, entrou em conflito com Júlio de Castilhos e o PRR, desgostoso com os rumos da Revolução Federalista de 1893. Sobre isso publicou A Verdade sobre a revolução. Mais tarde fez as pazes com Castilhos e ingressou no PRR. Pouco depois foi eleito deputado ao Congresso Nacional, o primeiro deputado federal gaúcho de origem germânica.[1]

Adotava uma postura anticlerical, acompanhando Gaspar Silveira Martins na luta pela liberdade de culto e de pensamento. Mesmo filiando-se ao PRR, por anos continuou desafiando a Igreja Católica, na figura do bispo Dom Cláudio Ponce de Leão.

Trabalhou também no jornal Gazeta da Tarde de Porto Alegre, onde foi redator, e no 'Jornal do Commercio.

Em 1911 foi solicitado a colaborar na redação do novo Código Penal pelo então presidente Hermes da Fonseca. Em viagem à Europa, onde buscava experiências que pudessem ajudar no caso brasileiro, veio a falecer subitamente em Milão.

Referências

  1. a b c GERTZ, René Ernani. O aviador e o carroceiro: política, etnia e religião no Rio Grande do Sul dos anos 1920. EDIPUCRS, 2002, 271 pp. ISBN 8574302929, ISBN 9788574302928.
  • PORTO-ALEGRE, Achylles. Homens Illustres do Rio Grande do Sul. Livraria Selbach, Porto Alegre, 1917.
  • FRANCO, Sérgio da Costa. Guia Histórico de Porto Alegre, 4a edição, Editora da Universidade (UFRGS), Porto Alegre, 2006.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.