Gerry Armstrong (futebolista)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gerry Armstrong
Informações pessoais
Nome completo Gerard Joseph Armstrong
Data de nasc. 23 de Maio de 1954 (59 anos)
Local de nasc. Fintona,  Reino Unido
Nacionalidade Norte-irlandês
Altura 1,83 m
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Atacante
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
1970–1971
1971–1972
1972–1975
1975–1980
1980–1983
1983–1985
1985–1986
1986
1986–1989
1987
1989–1990
1990
1990–1991
1991–1995
St. Paul's Swifts
Cromac Albion
Bangor
Tottenham Hotspur
Watford
Mallorca
WBA
Chesterfield
Brighton
Millwall (Vindo de Empréstimo)
Crawley Town
Glenavon
Bromley
Worthing
- (-)
- (-)
84 (10)
76 (12)
31 (8)
8 (0)
12 (1)
47 (6)
7 (0)
- (-)
7 (2)- (-)
- (-)
Seleção nacional
1977–1986 Bandeira da Irlanda do Norte Irlanda do Norte 63 (12)
Gerry Armstrong (futebolista)
Informações pessoais
Data de nasc. {{{nascimento_data}}}
Local de nasc. {{{nascimento_cidade}}}, {{{nascimento_país}}}
Informações profissionais
Times que treinou
1986-1989
1989-1990
1991–1995
1994-1996
2004-2006
Brighton (jogador-treinador)
Crawley Town (jogador-treinador)
Worthing (jogador-treinador)
Bandeira da Irlanda do Norte Irlanda do Norte (auxiliar-técnico)
Bandeira da Irlanda do Norte Irlanda do Norte (auxiliar-técnico)
{{{treinadorjogos}}}

Gerard "Gerry" Joseph Armstrong (Fintona, 23 de maio de 1954) é um ex-futebolista norte-irlandês.

Armstrong jogou de 1970 a 1995, e o clube que por mais tempo defendeu foi o Tottenham Hotspur, entre 1975 e 1980. Passaria depois três anos no Watford, onde, ao lado dos anglo-jamaicanos Luther Blissett e John Barnes, fez a equipe chegar à divisão de elite do campeonato inglês para a temporada de 1983/84.

Pela Seleção Norte-Irlandesa, Armstrong foi às Copas do Mundo de 1982 e 1986. Destacou-se no mundial da Espanha, ao marcar três gols, o segundo deles num dos momentos mais especiais do selecionado: era a última partida da primeira fase, e a equipe precisava vencer a anfitriã Espanha para avançar. Armstrong, que já marcara no empate em 1 x 1 contra Honduras, fez o gol da classificação aos 47 minutos do segundo tempo - a derrota espanhola geraria violentos distúrbios dos torcedores.

Na segunda fase, os norte-irlandeses ficaram no grupo que continha os patrícios ingleses e a fortíssima Seleção Francesa de Michel Platini, Alain Giresse e Jean Tigana. Após empate contra a Inglaterra, a Irlanda do Norte precisava de uma improvável vitória sobre os franceses e acabaram perdendo por 4 a 1, com Armstrong marcando o gol de sua seleção. Eleito pela imprensa o melhor britânico do mundial, ficou em quarto lugar na artilharia da Copa, atrás apenas de Paolo Rossi, Karl-Heinz Rummenigge e Zico. Apenas na Copa de 2002, outro irlandês, Robbie Keane (da Seleção Irlandesa), faria também três gols.

A sua performance no mundial e a posterior campanha no Watford atraiu os dirigentes do Mallorca, que o levaram para duas temporadas e fizeram de Armstrong um dos primeiros jogadores irlandeses a atuar fora do Reino Unido. Encerrou a carreira em 1989, quando estava emprestado ao Millwall. No entanto, trabalharia como jogador e treinador por Brighton e Crawley Town.