Gesane Marinho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde junho de 2017) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Gesane Marinho
Deputada Estadual do  Rio Grande do Norte
Período 1 de fevereiro de 2003
até 31 de janeiro de 2015 (4 mandatos consecutivos)
Dados pessoais
Nome completo Gesanne Borges Marinho Dantas
Nascimento 17 de março de 1980 (37 anos)
Recife, PE
Nacionalidade brasileiro
Progenitores Mãe: Fátima Marinho
Pai: Jurandir Marinho
Partido PDT
PMN
PSD
PMDB
Profissão Odontóloga

Gesanne Borges Marinho Dantas (Recife, 17 de março de 1980), mais conhecida como Gesane Marinho, é uma dentista e política brasileira.

Formada em odontologia,[1] em 2002 foi eleita deputada estadual do Rio Grande do Norte pela primeira vez com 26.943 votos. Com apenas 22 anos, entrava para a história da política como a parlamentar mais jovem do Brasil, de acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral.

Nas eleições de 2006, Gesane conquistou 46.221 votos pelo PDT,[1] sendo a quarta deputada mais votada em todo o território potiguar.

Sua plataforma de atuação é baseada no fortalecimento da educação, do trabalhismo e da segurança alimentar.

É autora da lei que permite o uso de armas não letais pelas polícias militar e civil. Até a aprovação, em 2004, o Rio Grande do Norte era o único estado brasileiro que não dispunha desta legislação.

Também é de iniciativa de Gesane a Lei Marco Antônio de Incentivo ao Esporte, que dá ao empresário o direito de deduzir 2% do ICMS devido para fomentar o esporte profissional e amador.

Reeleita em 2010, pelo PMN, com 48.440 votos para o exercício do seu terceiro mandato,[1] mantém sua atuação parlamentar na Assembleia Legislativa baseada no fortalecimento da assistência social, com atenção especial para a segurança alimentar.

Gesane também já foi filiada ao PSD.[1]

A adoção da valorização da família como norteadora do seu trabalho fez de Gesane autora da proposta que prevê a redução da jornada de trabalho das mães de pessoas com deficiência e da lei que institui a Semana de Mobilização Social pela Educação no Rio Grande do Norte, primeira legislação estadual sobre a matéria do Brasil.

Gesane também dedica o mandato aos pleitos dos defensores públicos estaduais, como presidente da Frente Parlamentar de Apoio à Defensoria Pública, e aos municípios da Grande Natal e da região Agreste.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.