Gesto (documentário)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Gesto
Portugal Portugal
2011 •  p&b •  80 min 
Realização António Borges Correia
Produção Fernando Centeio
Argumento António Borges Correia
Género documentário
Cinematografia Miguel Robalo
Edição Nuno Bouça
Companhia(s) produtora(s) ZulFilmes
Distribuição ZulFilmes
Lançamento Portugal 20 de setembro de 2011 (Fundação Calouste Gulbenkian)
Portugal 23 de outubro de 2011 (Doclisboa)
Portugal 21 de abril de 2016
Idioma língua gestual portuguesa
Receita 513,70 [1]
Site oficial

Gesto é um documentário português em língua gestual, realizado e escrito por António Borges Correia.[2] Foi exibido na Fundação Calouste Gulbenkian a 20 de setembro de 2011 e no Doclisboa a 23 de outubro do mesmo ano.[3] Estreou-se nos cinemas a 21 de abril de 2016.[4]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Rodagem[editar | editar código-fonte]

Gesto foi rodado no Centro de Educação e Desenvolvimento Jacob Rodrigues Pereira da Casa Pia de Lisboa.[5]

Referências

  1. «Ranking dos filmes nacionais estreados - 2016» (PDF). Dados da bilheteira portuguesa até 11 de maio de 2016. Instituto do Cinema e Audiovisual. Consultado em 27 de maio de 2016 
  2. «Gesto» (PDF). Departamento de Cinema e Artes dos Media. Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. Consultado em 27 de maio de 2016 
  3. Chaves, Ana (14 de fevereiro de 2012). «"Gesto" não discrimina: é o primeiro filme para surdos e ouvintes». Público 
  4. «Gesto (2011)». FilmSPOT. Consultado em 27 de maio de 2016 
  5. «Palavras e gestos juntos em filme». Correio da Manhã. 13 de fevereiro de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]