Mr. Big (banda)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Get Over It (álbum))
Ir para: navegação, pesquisa
Mr. Big
Mr. Big em 2011
Informação geral
Origem Los Angeles, Califórnia
País  Estados Unidos
Gênero(s) Hard rock, glam metal
Período em atividade 1988 - 2002
2009 (reunião) - atualmente
Gravadora(s) Atlantic Records
Integrantes Eric Martin
Pat Torpey
Billy Sheehan
Paul Gilbert
Ex-integrantes Richie Kotzen
Página oficial www.MrBigSite.com

Mr. Big é uma banda de hard rock norte-americana, formada em 1988 tendo como alguns dos sucessos "Addicted To That Rush", "To Be With You", "Green-Tinted Sixties Mind", "Shine" e "Wild World".

História[editar | editar código-fonte]

A banda Mr. Big começou em 1988 como um quarteto integrando Paul Gilbert (guitarra), Billy Sheehan (baixo), Eric Martin (vocal) e Pat Torpey (bateria). Todos os membros eram considerados, principalmente por colegas músicos e críticos, extremamente habilidosos e com um talento acima da média em seus respectivos instrumentos. Também experientes, Martin cantava desde os 10 anos e, mais tarde, fora líder da Eric Martin Band; Gilbert tocava desde os 9 e havia sido guitarrista da banda Racer X; Sheehan liderara o Talas, tocara na UFO e na banda solo do vocalista David Lee Roth; já Pat tocara com Robert Plant, John Parr e Belinda Carlisle.

O resultado desta união veio logo no primeiro ano, com o lançamento do álbum Mr.Big, pela Atlantic Records. O sucesso chegou cedo com as canções “Big Love” e “Addicted to That Rush”.

No ano seguinte, o grupo saiu em turnê e na volta, já começou a preparar o novo álbum, Lean Into It. As canções “Lucky This Time”, “Green-Tinted Sixties Mind” e “To Be With You” geraram grande repercussão e sucesso junto ao público. Esta última chegara, inclusive, ao topo das paradas em 1991. Dois anos depois chegava às lojas o terceiro disco, “Bump Ahead”. A turnê foi mundial e incluiu o Brasil, onde a banda tocou para 100 mil pessoas no festival M2000 Summer Concerts, junto com as bandas Rollins Band e os brasileiros do Dr. Sin e Raimundos[1]. Este show foi considerado por Paul Gilbert como o mais importante de sua carreira.

Em 1996, saiu o disco “Hey Man”, que não obteve o mesmo sucesso dos anteriores e Paul e Billy decidiram se dedicar a outros projetos. Paul lançou o primeiro disco solo, “King of Clubs”. Já Billy criou outra banda, a Niacin, de jazz e rock, com o tecladista John Novello e o baterista Dennis Chambers. A turnê do disco solo de Paul fez com que ele saísse da banda logo depois.

O grupo enfrentou conflitos internos desde o início, mas soube administrá-los para que nada atrapalhasse o trabalho. Eles decidiram tirar uma folga até que, em 1999, se reuniram novamente. Precisavam de um novo guitarrista e foi chamado o amigo Richie Kotzen, ex-Poison. Com a nova formação, o grupo entrou em estúdio e o resultado foi o disco “Get Over It”, que não obteve um bom retorno dos fãs.

Em 2000 Billy resolveu, então, gravar um novo álbum com a Niacin, “Deep”. No ano seguinte, começaram a gravar outro trabalho, “Actual Size”, mas os conflitos pioraram. O disco foi lançado no Japão, o que não evitou mais problemas. Havia discordância sobre o disco, o som, a turnê, entre muitos outros assuntos. A solução do grupo foi despedir Billy.

Assim que o produtor da turnê no Japão ficou sabendo da decisão do grupo, cancelou os shows. Uma nova reunião foi marcada e Billy concordou em tocar nos shows, mas não voltaria ao grupo se grandes mudanças não fossem feitas. Eles decidiram, então, que, após a turnê, a banda acabaria.

O último show em Tóquio foi registrado e lançado em CD e DVD: “Mr. Big in Japan”. Em 2003 ainda saiu um álbum tributo, “Influences and Connections”, em que os integrantes e músicos que influenciaram ou foram influenciados pelo grupo gravaram algumas das canções que marcaram a carreira do Mr. Big. O único a não participar do álbum foi Paul Gilbert.

Reunião em 2009[editar | editar código-fonte]

A formação original do Mr. Big celebrou o vigésimo aniversário do lançamento do seu primeiro álbum através de uma reunião para uma turnê no Japão.

Eric Martin, Billy Sheehan, Paul Gilbert e Pat Torpey confirmaram seus planos de reunião com o DJ Koh Sakai do programa japonês de rádio "Heavy Metal Syndicate". Gilbert disse em uma mensagem pré-gravada: "Mr. Big está junto de volta, todos membros originais, e iremos ao Japão tocar ao vivo. Então, venha conferir e detonar conosco".

Formação[editar | editar código-fonte]

Ex-membros[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Detalhes Posições Paradas (Pico)
US
[2]
JP
[3]
UK
[4][5]
Certificações
1989 Mr. Big 46 22 60 Ouro (JP)
1991 Lean into It 15 6 28 Platina (US, JP)
1993 Bump Ahead 82 4 61 Platina (JP)
1996 Hey Man - 1 - Ouro (JP)
2000 Get Over It - 5 - Ouro (JP)
2001 Actual Size - 5 - -
2011 What If... - 7 117 -
2014 ...The Stories We Could Tell - - - -
"—"denota um lançamento que não entrou na parada musical, ou não foi lançado naquele país.

Álbuns ao vivo[editar | editar código-fonte]

Ano Título Posições Paradas (Pico) Certificações
JP
1990 Raw Like Sushi 32
1992 Mr. Big Live (Live in San Francisco) 45
1992 Raw Like Sushi II 8 Ouro (JP)
1994 Japandemonium: Raw Like Sushi 3 11 Platina (JP)
1996 Channel V at the Hard Rock Live 32
1997 Live at Budokan 20
2002 In Japan 12
2009 Back to Budokan 50
2011 Live from the Living Room
2012 Raw Like Sushi 100: Live in Japan 100th Anniversary
2015 Raw Like Sushi 114
R.L.S. 113 Sendai
"—"denota um lançamento que não entrou na parada musical, ou não foi lançado naquele país.

Singles[editar | editar código-fonte]

Ano Single Posições Paradas (Pico) Certificações
Álbum
US AUS
BEL
(Vl)

CAN
GER IRE
NED
NZ
SUI
SWE
UK
1989 "Addicted to That Rush" Mr. Big
"Wind Me Up"
1991 "Daddy, Brother, Lover, Little Boy (The Electric Drill Song)" Lean into It
"Green-Tinted Sixties Mind" 72
1992 "To Be with You" 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 3
"Just Take My Heart" 16 27 26 16 29 18 17 40 20 35 26
1993 "Wild World" 27 53 24 9 24 11 39 7 10 59 Bump Ahead
1994 "Ain't Seen Love Like That" 83 35
"Nothing but Love"
1996 "Goin' Where the Wind Blows" Hey Man
"Take Cover"
"Stay Together" Big Bigger Biggest: Greatest Hits
1997 "Not One Night"
1999 "Superfantastic" Get Over It
2000 "Static"
"Where Are They Now" Deep Cuts: The Best of the Ballads
2001 "Shine" Actual Size
"Arrow"
2010 "Undertow" What If...
2011 "All the Way Up"
"—"denota um lançamento que não entrou na parada musical.

Coletâneas[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Detalhes Posições Paradas (Pico) Certifições
US
JP
UK
1996 Big Bigger Biggest: Greatest Hits 2 4x Platinum (JP)
2000 Deep Cuts: The Best of the Ballads 12
2004 Greatest Hits 70
2009 Next Time Around: Best of Mr. Big 10
2014 The Vrult
"—"denota um lançamento que não entrou na parada musical, ou não foi lançado naquele país.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Festival M2000 Summer Concerts agita Santos no ano de 1994
  2. Billboard 200 Album Charts. Billboard Magazine. Accessed July 8, 2011.
  3. Oricon Album Charts for Mr. Big. Oricon. Accessed July 8, 2011.
  4. Roberts, David (2006). British Hit Singles & Albums 19th ed. (London: Guinness World Records Limited). p. 371. ISBN 1-904994-10-5. 
  5. «Chart Log UK: New Entries Update 5.02.2011 (wk4)». Consultado em 2011-08-09. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]