Gianluca Lapadula

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Gianluca Lapadula
Gianluca Lapadula
Informações pessoais
Nome completo Gianluca Lapadula Vargas
Data de nasc. 7 de fevereiro de 1990 (32 anos)
Local de nasc. Turim, Itália
Nacionalidade italiano
Altura 1,78 m
Canhoto
Informações profissionais
Clube atual Cagliari
Número 9
Posição Atacante
Clubes de juventude
1996–2004
2004–2007
2006–2007
Juventus
Collegno Paradiso
Treviso (emp.)
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2007–2008
2008–2009
2009–2012
2010–2011
2011
2011–2012
2012–2013
2013
2013–2015
2013–2014
2014–2015
2015–2016
2016–2018
2017–2018
2018–2020
2019–2020
2020–2022
2022–
Pro Vercelli
Ivrea
Parma
Atletico Roma (emp.)
Ravenna (emp.)
San Marino (emp.)
Cesena
Frosinone (emp.)
Parma
Gorica (emp.)
Teramo (emp.)
Pescara
Milan
Genoa (emp.)
Genoa
Lecce (emp.)
Benevento
Cagliari
0004 0000(0)
0018 0000(0)
0000 0000(0)
0001 0000(0)
0007 0000(1)
0035 000(24)
0011 0000(1)
0006 0000(0)
0000 0000(0)
0032 000(14)
0041 000(24)
0046 000(30)
0029 0000(8)
0029 0000(6)
0009 0000(2)
0027 000(13)
0062 000(21)
0005 0000(1)
Seleção nacional3
2017
2020–
Itália B
Peru
0001 0000(3)
0022 0000(7)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 16 de setembro de 2022.
3 Partidas e gols pela seleção nacional estão atualizadas
até 16 de setembro de 2022.

Gianluca Lapadula Vargas (Torino - 7 de fevereiro de 1990) é um jogador de futebol profissional que joga como atacante no Cagliari e na seleção peruana.

Nascido na Itália, tendo pai italiano e mãe peruana, Lapadula já representou o Perue a Itália.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu em Torino em 7 de fevereiro de 1990, filho de Gianfranco Lapadula da região da Apúlia e Blanca Aida Vargas Higinio do Peru.[1][2] Ele tem um irmão chamado David, que também era atacante nas ligas amadoras inferiores.[3][4][5] Nascido na Itália, filho de pai italiano e mãe peruana, Lapadula representa o Peru internacionalmente.

Apelidado de Lapagol,[6][7][8][9] devido à sua destreza no gol, e Sir William - em referência a William Wallace - por seu temperamento forte.[10][11][12]


Atacante dinâmico, Lapadula é um atacante tenaz e fisicamente forte, que se destaca pelo temperamento; devido à sua versatilidade, ele pode jogar como avançado-centro, e também pode adaptar-se a papéis mais criativas, como um segundo atacante ou ala em ambos os flancos, cortesia de suas qualidades técnicas sólidas, bem como sua capacidade de ambos pontuação e assistir gols.[10][11][12][13][14][15][16] Um finalizador excepcionalmente preciso e poderoso, ele também tem um forte pé esquerdo e um olho para o gol.[17]

Início de carreira[editar | editar código-fonte]

Começou sua carreira na Juventus antes de estrear em 2004 porque não estava indo bem nos estudos.[18] Depois disso, ele se mudou para Collegno Paradiso,[19][20] então foi emprestado para Treviso em 2006.[21] Ele voltou ao Piemonte para o Pro Vercelli da Serie C2 em 31 de agosto de 2007.[22] Ele era um jogador da reserva.[23] Na temporada 2008-09, ele partiu para a Lega Pro Seconda Divisione (ex-Serie C2) do lado de Ivrea, e foi selecionado para a segunda divisão da Lega Pro. Uma equipe representativa do Torneio Quadrangular Lega Pro e marcou um gol contra a 2ª Div. Equipe representativa C na partida do terceiro lugar. Eventualmente, o Grupo A terminou como o terceiro.[24] Em agosto de 2009 ele foi contratado pelo Parma e passou uma temporada com sua equipe Primavera .[25] Em julho de 2010 partiu para o Atlético de Roma .[26]

Empréstimos para o Atlético Roma e Cesena[editar | editar código-fonte]

Lapadula fez sua estreia pelo Atlético de Roma em 8 de agosto de 2010, na rodada preliminar da Coppa Itália, perdido na prorrogação (1-2). Em janeiro de 2011, ele partiu para Ravenna . Ele concluiu a temporada 2011-12 como o artilheiro do Grupo A com 24 gols.

Em 15 de junho de 2012, Lapadula ingressou no Cesena, clube da Serie B, em co-propriedade, assinando um contrato de cinco anos.[27] Lapadula não jogou regularmente pelo Cesena e, em 8 de janeiro de 2013, foi contratado pelo Frosinone .[28] Em julho de 2013, a co-propriedade entre Cesena e Parma foi resolvida e Lapadula voltou para Parma.

Empréstimos para Gorica e Teramo[editar | editar código-fonte]

Lapadula foi emprestado ao clube esloveno ND Gorica em 1 de julho,[29] junto com Bright Addae, Daniele Bazzoffia, Uroš Celcer, Massimo Coda, Alex Cordaz, Sebestyén Ihrig-Farkas, Alen Jogan, Floriano Vanzo e Fabio Lebran . Os negócios foram finalizados em 12 de julho.[30]

Em julho de 2014, ele foi emprestado ao Teramo,[31] onde marcou 21 gols e ajudou o clube a alcançar a promoção para a Série B,[32] então cancelado em agosto de 2015 pelo julgamento final da Federação Italiana de Futebol, devido à manipulação de resultados por parte do presidente do Teramo, Luciano Campitellii, na penúltima rodada do campeonato na partida contra o Savona .[33]

Pescara[editar | editar código-fonte]

Após a falência do Parma Lapadula foi libertado por transferência gratuita e, em julho de 2015, foi assinado pelo Pescara na Série B por um contrato de quatro anos.[34] Na temporada 2015-16, ele marcou 30 gols em 43 partidas (incluindo três gols em tantas partidas nos playoffs), sem marcar nenhum pênalti, ganhando a honra de artilheiro da segunda divisão italiana.[35][36]

Milão[editar | editar código-fonte]

Em 24 de junho de 2016, Lapadula passou no exame médico com o AC Milan, que teria pago a Pescara € 9 milhões mais bônus pela transferência, enquanto o jogador assinou um contrato de cinco anos.[37][38] Ele fez sua estreia pelo Milan em 27 de agosto de 2016, entrando como substituto aos 86 minutos durante uma derrota por 4-2 fora para o Napoli na Serie A.[39] Ele marcou seu primeiro gol pelo Milan e na Serie A em 6 de novembro de 2016 na vitória por 2 a 1 fora de casa contra o Palermo, três minutos depois de entrar como substituto para Carlos Bacca .[40] Em 26 de novembro, Lapadula marcou seus primeiros dois gols na Série A, na vitória por 1-4 fora de casa contra o Empoli .[41] Ele terminou a temporada 2016-17 com 8 gols em 27 jogos, dois dos quais foram marcados de pênalti.[42]

Génova[editar | editar código-fonte]

Em 18 de julho de 2017, Lapadula mudou-se para o Génova, com um empréstimo de uma temporada com a obrigação de tornar o negócio permanente.[43][44] A taxa total de transferência foi de 13 € milhões[45] (empréstimo de 2 milhões de euros + 11 milhões de euros de forma definitiva ), que foi a assinatura mais cara de todos os tempos de Gênova.[46]

Empréstimo para Lecce[editar | editar código-fonte]

Em 12 de julho de 2019, ele foi emprestado ao Lecce, novato na Série A.[47]

Benevento[editar | editar código-fonte]

Em 2 de setembro de 2020, Lapadula assinou com a Benevento um contrato de 3 anos.[48]

Carreira internacional[editar | editar código-fonte]

Devido à sua herança familiar, Lapadula pode jogar pela Itália e Peru . Ele havia sido convocado pelo Peru para a Copa América Centenário, mas não havia decidido oficialmente que seleção internacional representaria.[49] Em 7 de novembro de 2016, ele foi convocado para a seleção principal da Itália pela primeira vez para uma partida de qualificação para a Copa do Mundo da FIFA 2018 contra o Liechtenstein e um amistoso contra a Alemanha, substituindo o atacante do Napoli , Manolo Gabbiadini .[50]

Em 31 de maio de 2017, Lapadula marcou um hat-trick para a seleção italiana de futebol B em um amistoso contra San Marino .[51]

Em 30 de outubro de 2020, Lapadula foi convocado por Ricardo Gareca para a seleção principal do Peru para as eliminatórias da Copa do Mundo da FIFA de 2022 contra o Chile e a Argentina .[52][53] Ele fez sua estreia no dia 13 de novembro de 2020, como reserva na partida contra o Chile.[54]

Em 23 de junho de 2021, ele marcou seu primeiro gol internacional sênior pelo Peru em um empate 2–2 contra o Equador na primeira rodada da Copa América de 2021, mais tarde também auxiliando o gol de André Carrillo.[55]

No. Date Venue Opponent Score Result Competition
1 23 June 2021 Estádio Olímpico Pedro Ludovico, Goiânia, Brazil  Equador 1–2 2–2 Copa América de 2021


Peru
Ano Apps Metas
2020 2 0
2021 5 1
Total 7 1

Referências

  1. «Esta es la partida de nacimiento de Gianluca Lapadula como ciudadano peruano». RPP (em espanhol). 26 de outubro de 2020. Consultado em 13 de novembro de 2020 
  2. «Lapadula». Il Centro (em italiano). 4 de maio de 2015. Consultado em 12 de maio de 2016 
  3. «Gianluca e Davide Lapadula i fratelli del gol» (em italiano). pescarasport24.it. 2 de novembro de 2015 
  4. «Lapadula a CM: 'Juve? Meglio il Pescara. Se il Perù dovesse chiamare...'» (em italiano). www.calciomercato.com. 17 de dezembro de 2015 
  5. «Il fratello: "Gianluca è un guerriero"» (em italiano). Il Centro. 17 de novembro de 2015 
  6. Profeta, Massimo (13 de fevereiro de 2016). «Pescara calcio Lapagol, ci pensa sempre lui» (em italiano). Rete 8 
  7. Coletti, Rocco (19 de abril de 2016). «Lapagol decide ancora: il Pescara vince a La Spezia». Il Centro (em italiano) 
  8. «Archived copy». Consultado em 24 de junho de 2016. Cópia arquivada em 7 de agosto de 2016 
  9. «Pescara, è già Lapagol: dai primi passi al Filadelfia alla proposta di matrimonio. Ecco la favola di Sir William Lapadula» (em italiano). gianlucadimarzio.com. 4 de outubro de 2015 
  10. a b «Serie B: Lapadula, il bomber dl Pescara inseguito dal Perù» (em italiano). Panorama. 8 de fevereiro de 2016 
  11. a b Dolci, Stefano (10 de fevereiro de 2016). «La Provincia del Gol. Davide e Gianluca, i fratelli Lapadula col gol nel destino» (em italiano). Eurosport 
  12. a b Antonino Milone (25 de dezembro de 2015). «Calciomercato Juventus, Lapadula: "Sono bianconero"» (em italiano). Tutto Sport. Consultado em 21 de novembro de 2016 
  13. «Archived copy». Consultado em 10 de junho de 2016. Cópia arquivada em 31 de janeiro de 2016 
  14. Gaetano Mocciaro (14 de maio de 2014). «ESCLUSIVA TMW - Lapadula: "Rinato a Nova Gorica. Sogno il Parma"» (em italiano). TuttoMercatoWeb.com. Consultado em 21 de novembro de 2016 
  15. Luca Bargellini (8 de fevereiro de 2016). «Pescara, qualcuno fermi Lapadula. Gol e assist a ripetizione» (em italiano). TuttoMercatoWeb.com. Consultado em 8 de janeiro de 2017 
  16. «Lapadula si accasa in Eccellenza...» (em italiano). Tutto Potenza. 25 de junho de 2016. Consultado em 24 de junho de 2021 
  17. «Lapadula-Donnarumma sulle orme di Pepe e Motta» (em italiano). Il Centro. 10 de fevereiro de 2015. Consultado em 21 de novembro de 2016 
  18. Yokhin, Michael (27 de abril de 2016). «Gianluca Lapadula: Italy's Jamie Vardy linked with Spurs, Leicester, Juve and... Barça?!». FourFourTwo. Consultado em 17 de junho de 2016 
  19. «3.2.7. RAPPRESENTATIVA REGIONALE ALLIEVI E GIOVANISSIMI» (PDF). Settore Giovanile e Scolastico (SGS) Comitato Regionale Piemonte Valle d'Aosta. Italian Football Federation (FIGC). Comunicato Ufficiale (em italiano). 2005–06. 11 de maio de 2016. Cópia arquivada (PDF) em 19 de maio de 2014 
  20. «Dal Collegno al Milan: Lapadula "era un fenomeno già da bambino"». La Stampa (em italiano). 24 de junho de 2016. Consultado em 12 de agosto de 2017 
  21. «DEPOSITO CONTRATTI 06-07» [Deposit of contracts 06–07] (PDF) (em italiano). Lega Calcio. 5 de setembro de 2006. Consultado em 19 de junho de 2011. Cópia arquivada (PDF) em 5 de outubro de 2006 
  22. «Visti Esecutività Su movimenti di Trasferimento (Pagina 94)» (require debug to 8bit encoding) (em italiano). Lega Calcio Serie C. 8 de maio de 2008. Consultado em 18 de fevereiro de 2013. Cópia arquivada em 18 de fevereiro de 2013 
  23. «C.U. N°78/TB» (PDF) (em italiano). Lega Calcio Serie C 
  24. «Quadrangolare: Terzo posto al Girone A di Seconda Divisione» (em italiano). Lega Pro. 22 de janeiro de 2009. Consultado em 16 de agosto de 2010. Cópia arquivada em 13 de julho de 2011 
  25. «Primavera» (em italiano). Parma F.C. Consultado em 16 de agosto de 2010. Cópia arquivada em 15 de julho de 2010 
  26. «Il punto sul mercato delle formazioni giovanili del Parma» (em italiano). Parma F.C. 10 de julho de 2010. Consultado em 16 de agosto de 2010. Cópia arquivada em 5 de outubro de 2010 
  27. «Benalouane in prestito al Parma» (em italiano). A.C. Cesena. 20 de agosto de 2012. Consultado em 3 de março de 2014. Cópia arquivada em 14 de julho de 2014 
  28. «LAPADULA ALLA CORTE DI STELLONE» (em italiano). Frosinone Calcio. 8 de janeiro de 2013. Consultado em 3 de março de 2014. Cópia arquivada (PDF) em 3 de março de 2014 
  29. «PREGLED POGODB MED IGRALCI IN KLUBI 1. SNL NA DAN 12.07.2013» (PDF) (em esloveno). The Football Association of Slovenia (NZS). 12 de julho de 2013. Consultado em 3 de março de 2014 
  30. «ZAPISNIK 39 seje Registracijske komisije NZS z dne 12.07.2013» [Press release [N°] 39: NZS Registration Commission on 12 July 2013] (PDF) (em esloveno). NZS. 12 de julho de 2013. Consultado em 3 de março de 2014 
  31. «Firmati due importanti colpi di mercato» (em italiano). S.S. Teramo Calcio. 18 de julho de 2014. Consultado em 19 de janeiro de 2015 
  32. Lombardino, Gaetano (3 de maio de 2015). «Lapadula, 21 gol da sballo: abbiamo fatto un'impresa». Il Centro (em italiano) 
  33. «Calcioscommesse, Corte federale: Teramo in Lega Pro e -6. Sconto di tre punti al Catania». La Repubblica (em italiano). 29 de agosto de 2015 
  34. «Gianluca Lapadula in biancazzurro» (em italiano). Delfino Pescara 1936. 9 de julho de 2015. Consultado em 11 de julho de 2015. Cópia arquivada em 11 de julho de 2015 
  35. «Pescara, Sebastiani: 'Lazio ideale per Lapadula. Prezzo? 10 milioni'» (em italiano). calciomercato.com. 26 de maio de 2016 
  36. «Serie B Pescara, Oddo spinge Lapadula: "Lo porterei all'Europeo"». Tuttosport (em italiano). 21 de maio de 2016 
  37. Schirru, Deborah (23 de junho de 2016). «Milan, arriva Lapadula per 9 milioni. Ma chi paga?». La Gazzetta dello Sport (em italiano). Milan: RCS MediaGroup. Consultado em 2 de agosto de 2019 
  38. «Milan-Lapadula, è un colpo a sorpresa: soffiato l'attaccante al Napoli». La Gazzetta dello Sport (em italiano). Milan: RCS MediaGroup. 23 de junho de 2016. Consultado em 2 de agosto de 2019 
  39. «AGAINST NAPOLI THE FIRST DEFEAT». A.C.Milan.com. 27 de agosto de 2016. Consultado em 21 de novembro de 2016 
  40. «GIANLUCA LAPADULA». Lega Serie A. Consultado em 9 de fevereiro de 2020 
  41. «AC MILAN DEFEAT EMPOLI: IT'S 4-1». A.C. Milan. Consultado em 27 de novembro de 2016 
  42. «Palermo 1–2 Milan». Lega Serie A. 6 de novembro de 2016 
  43. «Lapadula è un giocatore del Genoa» [Lapadula is a Genoa player]. genoacfc.it (em italiano). Genoa Cricket and Football Club. 18 de julho de 2017. Consultado em 18 de julho de 2017. Cópia arquivada em 21 de julho de 2017 
  44. «Genoa, ufficiale Lapadula: dal Milan in prestito con obbligo di riscatto». La Gazzetta dello Sport (em italiano). Milan: RCS MediaGroup. 18 de julho de 2017. Consultado em 2 de agosto de 2019 
  45. Relazione e Bilancio al 30 giugno 2018 (PDF) (Relatório) (em italiano). A.C. Milan. 2018. Consultado em 2 de agosto de 2019 
  46. Adamoli, Gessi (19 de maio de 2018). «Genoa, bivio Lapadula: lascia o raddoppia». La Repubblica (Genoa edition). GEDI Gruppo Editoriale. Consultado em 2 de agosto de 2019 
  47. «LAPADULA IN GIALLOROSSO». uslecce.it (em italiano). 12 de julho de 2019. Consultado em 13 de julho de 2019 
  48. «UFFICIALE: Colpo Lapadula per il Benevento. L'attaccante ha firmato fino al 2023» 
  49. «Lapadula 'wants to play for Italy'». Football Italia. 12 de junho de 2016. Consultado em 17 de junho de 2016 
  50. «Gabbiadini lascia il ritiro, prima convocazione per Lapadula» (em italiano). Federazione Italiana Giuoco Calcio. 7 de novembro de 2016. Consultado em 7 de novembro de 2016 
  51. «Italy 8-0 San Marino: Gianluca Lapadula hat-trick inspires new-look Italians». Sky Sports. 31 de maio de 2017. Consultado em 31 de maio de 2017 
  52. Peruvian Football Federation [@SeleccionPeru] (30 de outubro de 2020). «Anunciamos la lista de convocados para los encuentros ante Chile y Argentina por las fechas 03 y 04 de las Clasificatorias a la Copa del Mundo Qatar 2022.» (Tweet) (em espanhol) – via Twitter 
  53. «Lapadula receives Peru call-up». Football Italia. 31 de outubro de 2020. Consultado em 11 de novembro de 2020 
  54. DEPOR, NOTICIAS (13 de novembro de 2020). «Perú vs. Chile EN VIVO: Gianluca Lapadula debutó con la Selección Peruana y entró por Raúl Ruidíaz en Santiago por las Eliminatorias Qatar 2022 | VIDEO | FUTBOL-PERUANO». Depor (em espanhol). Consultado em 14 de novembro de 2020 
  55. «Ecuador vs. Peru - Football Match Report - June 23, 2021 - ESPN». ESPN.com. 23 de junho de 2021. Consultado em 24 de junho de 2021