Gianluca Pessotto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gianluca Pessotto
Gianluca Pessotto
Informações pessoais
Nome completo Gianluca Pessotto
Data de nasc. 11 de agosto de 1970 (49 anos)
Local de nasc. Latisana,  Itália
Altura 1,73 m
Canhoto
Apelido Il Professorino, Passerotto
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Lateral-esquerdo
Clubes de juventude
1987–1989 Itália Milan
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1989–1991
1991–1992
1992–1993
1993–1994
1994–1995
1995–2006
Itália Varese
Itália Massese
Itália Bologna
Itália Verona
Itália Torino
Itália Juventus
64 (1)
22 (1)
21 (1)
34 (3)
32 (1)
243 (2)
Seleção nacional
1996–2002 Flag of Italy.svg Itália 22 (1)

Gianluca Pessotto (Latisana, 11 de agosto de 1970) é um ex-futebolista italiano que atuava como lateral-esquerdo.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Iniciou a carreira nos juvenis do Milan, onde jogou entre 1987 e 1989, mas não recebeu chances no elenco principal e assinou com o Varese, que disputava a antiga Série C2 do Campeonato Italiano. Até 1991, foram 64 jogos disputados.

Passou também por Massese, Bologna e Verona, sem muito destaque. Pelo Torino, o lateral-esquerdo fez sua estreia na Série A, tendo atuado em 32 jogos pelo Toro, marcando um gol. Seu desempenho chamou a atenção da Juventus, que pagou 7 milhões de liras para contar com Pessotto a partir da temporada 1995–96. Titular indiscutível até 2001–02, Il Professorino (apelido que recebeu por ser formado em Direito) começou a perder espaço na Vecchia Signora devido a uma lesão. Recuperado, passou a ser um reserva de luxo no time de Marcello Lippi.

Aos 35 anos de idade e praticamente fora dos planos de Fabio Capello após a contratação de Giorgio Chiellini, Pessotto decidiu encerrar a carreira em 2006.

Seleção Italiana[editar | editar código-fonte]

Pela Seleção Italiana, Pessotto obteve sua primeira convocação em outubro de 1996, contra a Geórgia.

Esteve presente na Copa de 1998 e da Eurocopa de 2000. Nos dois torneios, a Itália seria derrotada pela França — embora o primeiro gol na decisão da Eurocopa, de Marco Delvecchio, tenha originado de um passe do lateral-esquerdo.

Não disputou a Copa de 2002 devido a uma lesão sofrida em um amistoso frente ao Uruguai[1]. Este foi, também, o último jogo de Pessotto envergando a camisa da Seleção Italiana, pela qual atuou em 22 partidas, marcando um gol[2].

Nova função na Juventus e a tentativa de suicídio[editar | editar código-fonte]

Nomeado diretor-esportivo da Juventus em maio de 2006, Pessotto voltaria às manchetes um mês depois: no dia seguinte à vitória da Itália contra a Austrália, Il Professorino se jogou de uma janela da sede da Vecchia Signora, segurando um rosário entre as mãos e se atirou por 15 metros, chegando a destruir o carro de Roberto Bettega. Falou-se em tentativa de suicídio, porém não houve qualquer prova apoiando esta especulação.

Este incidente coincidiu com a ampliação das investigações relativas à fixação de correspondência possível entre os principais clubes da Itália, incluindo a Juventus, onde Pessotto exercia o cargo até a suposta tentativa de suicídio. Embora não estivesse implicado no escândalo, o ex-jogador disse que estava deprimido e sentindo-se descontente com o seu papel no clube. Sofreu múltiplas fraturas e hemorragia interna depois da queda, sendo operado em seguida para correção das lesões. Em 17 de julho, a equipe médica declarou que Pessotto estava fora de perigo e afirmou que ele não teria nenhum dano mental ou paralisia[3][4]. Após a conquista do título da Copa de 2006, Fabio Cannavaro, Alessandro Del Piero, Gianluca Zambrotta e Ciro Ferrara foram até o hospital onde o ex-jogador estava internado e posaram com a Taça FIFA juntamente com Pessotto, que voltou ao futebol em 2011, como técnico da equipe Primavera da Juventus[5], onde está até hoje.

Referências

  1. Antonello Capone; Lodovico Maradei (18 de abril de 2015). «Tutto male per l'Italia Perde anche Pessotto» [Everything is going badly for Italy Even Pessotto is out] (em Italian). La Gazzetta dello Sport. Consultado em 26 de maio de 2015 
  2. «Nazionale in cifre: Pessotto, Gianluca» (em italiano). FIGC. Consultado em 26 de maio de 2015. Arquivado do original em 23 de dezembro de 2008 
  3. «Pessotto meets his sons in hospital». ANSA. 17 de julho de 2006 
  4. «Juventus's Antonio Conte investigation». The Guardian. 28 de maio de 2012 
  5. «Corporate Information — Sport Department». juventus.com. Consultado em 14 de janeiro de 2016. Arquivado do original em 7 de outubro de 2014