Gianni Infantino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gianni Infantino
Nome completo Giovanni Vincenzo Infantino
Nascimento 23 de março de 1970 (50 anos)
Briga, Valais, Suíça
Nacionalidade suíço
italiano
Cônjuge Leena Al Ashqar
Filho(s) 4
Alma mater Universidade de Friburgo
Ocupação Administrador Esportivo
Presidente da FIFA
(2016–atualmente)
Assinatura
Gianni Infantino autograph.svg

Giovanni Vincenzo Infantino (Briga, Suíça, 23 de março de 1970) é um advogado e dirigente desportivo suíço-italiano. Desde o dia 26 de fevereiro de 2016 está à frente da entidade máxima do futebol mundial, a FIFA, sucedendo Joseph Blatter.[1] Foi secretário-geral da UEFA de 2009 a 2016[2].

Vida[editar | editar código-fonte]

Infantino é filho de um pai italiano oriundo de Reggio Calabria e de mãe de Val Camonica na Lombardia. Cresceu em Briga onde ele também jogou futebol. Estudou Direito e trabalhou como advogado.

Em 2000 entrou na UEFA para trabalhar no gabinete jurídico e legal. Quatro anos depois tornou-se diretor para os assuntos legais e para o licenciamento dos clubes, até que em 2009 tornou-se secretário-Geral. Na qualidade de director da Governação e dos Assuntos Jurídicos promoveu o estabelecimento de contactos estreitos com a União Europeia, o Conselho da Europa, com outras organizações desportivas e entidades governamentais e organizações não governamentais.[3]

Em 26 de outubro de 2015, o Comité Executivo da UEFA concordou por unanimidade apoiar Gianni Infantino na candidatura à próxima eleição do presidente da FIFA.[4]

Em 26 de fevereiro de 2016, durante o Congresso Extraordinário da FIFA de 2016, foi eleito para presidência da entidade máxima de futebol.[5] Ele venceu na segunda votação por 115 votos a 88 contra Salman Bin Ibrahim Al-Khalifa do Bahrein.[6]

Pessoal[editar | editar código-fonte]

Infantino é casado e pai de quatro filhos. Sua esposa vem do Líbano, onde ele havia trabalhado como secretário-geral adjunto da Associação de Futebol. Gianni Infantino fala alemão, italiano, francês, inglês, espanhol, português e árabe, além de possuir dupla cidadania, suíça e a italiana.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Issa Hayatou (interino)
Presidentes da FIFA
2016 – atual
Sucedido por
No cargo
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.