Gianni Infantino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Gianni Infantino
Presidente da FIFA
Período 26 de fevereiro de 2016
até atualmente
Antecessor(a) Issa Hayatou (interino)
Dados pessoais
Nome completo Giovanni Vincenzo Infantino
Nascimento 23 de março de 1970 (51 anos)
Briga, Valais, Suíça
Nacionalidade suíço

italiano

Alma mater Universidade de Friburgo
Cônjuge Leena Al Ashqar
Filhos 4
Profissão advogado e dirigente esportivo
Assinatura Assinatura de Gianni Infantino
linkWP:PPO#Suíça

Giovanni Vincenzo Infantino (Briga, Suíça, 23 de março de 1970) é um advogado e dirigente desportivo suíço-italiano. Desde26 de fevereiro de 2016 dirige a entidade máxima do futebol mundial, a FIFA, sucedendo Joseph Blatter.[1] Foi secretário-geral da UEFA de 2009 a 2016[2].

Vida[editar | editar código-fonte]

Infantino é filho de um pai italiano oriundo de Reggio Calabria e de mãe de Val Camonica na Lombardia. Cresceu em Briga onde ele também jogou futebol. Estudou Direito e trabalhou como advogado.

Em 2000 entrou na UEFA para trabalhar no gabinete jurídico e legal. Quatro anos depois tornou-se diretor para os assuntos legais e para o licenciamento dos clubes, até que em 2009 tornou-se secretário-Geral. Na qualidade de director da Governação e dos Assuntos Jurídicos promoveu o estabelecimento de contactos estreitos com a União Europeia, o Conselho da Europa, com outras organizações desportivas e entidades governamentais e organizações não governamentais.[3]

Em 26 de outubro de 2015, o Comité Executivo da UEFA concordou por unanimidade apoiar Gianni Infantino na candidatura à próxima eleição do presidente da FIFA.[4]

Em 26 de fevereiro de 2016, durante o Congresso Extraordinário da FIFA de 2016, foi eleito para presidência da entidade máxima de futebol.[5] Ele venceu na segunda votação por 115 votos a 88 contra Salman Bin Ibrahim Al-Khalifa do Bahrein.[6]

Pessoal[editar | editar código-fonte]

Infantino é casado e pai de quatro filhos. Sua esposa vem do Líbano, onde ele havia trabalhado como secretário-geral adjunto da Associação de Futebol. Gianni Infantino fala alemão, italiano, francês, inglês, espanhol, português e árabe, além de possuir dupla cidadania, suíça e a italiana.

Referências

  1. Gianni Infantino é o novo presidente , dn.pt, 26 de fevereiro 2016
  2. Comunicado do Secretário-Geral da UEFA Gianni Infantino, uefa.com, recuperado em 27 de fevereiro 2016
  3. (em castelhano) Gianni Infantino está en Paraguay buscando voto para su candidatura a FIFA, lanacion.com.py, recuperado em 19 de janeiro 2016
  4. Comité Executivo apoia candidatura de Gianni Infantino à FIFA
  5. Ex-secretário-geral da Uefa, Gianni Infantino é eleito presidente da Fifa, globo.com, recuperado em 26 de fevereiro de 2016
  6. Gianni Infantino é o novo presidente da FIFA, rtp.pt,recuperado em 27 de fevereiro 2016

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Issa Hayatou (interino)
Presidentes da FIFA
2016 – atual
Sucedido por
No cargo
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.