Gilbert Burns

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gilbert Burns
Informações
Nome
completo
Gilbert Alexander Burns
Nascimento 20 de julho de 1986 (29 anos)
Brasil Niterói, Rio de Janeiro
Nacionalidade  brasileiro
Outros nomes Durinho
Residência Boca Raton, Florida, EUA
Altura 1.75 m
Peso 70 kg
Divisão Peso Leve, Peso Meio-Médio
Modalidade Jiu Jitsu Brasileiro
Posição Destro
Luta por Delray Beach, Florida, EUA
Equipe Blackzilians
Graduação      Faixa Preta em Jiu Jitsu Brasileiro
Período em
atividade
2012-presente
Cartel no MMA
Total 10
Vitórias 10
Por nocaute 3
Por finalização 6
Por decisão 1
Derrotas 0
Ligações externas
Página oficial:
Recorde de MMA no Sherdog
Medalhista
Competindo por  Brasil
Jiu Jitsu Brasileiro
Campeonato Mundial
Prata California 2009 -76kg
Ouro California 2011 -76kg
Campeonato Mundial Sem Kimono
Ouro California 2010 -79.5kg
Ouro California 2013 -76kg
Copa do Mundo
Ouro Abu Dhabi 2010 -74kg

Gilbert Alexander "Durinho" Burns (Niterói, 01986-07-20 20 de julho de 1986) é um lutador brasileiro de artes marciais mistas e três vezes Campeão Mundial de Jiu Jitsu Brasileiro.[1]

Carreira no Jiu Jitsu[editar | editar código-fonte]

Burns começou a treinar na Associação Oriente de Jiu Jitsu, a academia mais antiga de Niterói, liderada pelo Grande Mestre Amélio Arruda (faixa vermelha, 9° grau) e pelo Mestre Max Câmara, seu filho (faixa vermelha e preta, 7° grau), e afiliada da Nova União. Ele treinou com a Nova União até o Mundial de 2007, onde ele ficou em segundo lugar.[2]

Em 2009, Burns ficou conhecido quando ganhou a medalha de prata no Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu.[2]

Em 2010, Burns atingiu um nível elevado de sucesso internacional competindo em todo o mundo. Ele alcançou a semifinal do Europeu Aberto em Janeiro; ele derrotou o favorito Celso Venicius nas classificações para a Copa do Mundo; ele venceu a final da Copa do Mundo em Abu Dhabi contra Claudio Mattos; e ele venceu o Campeonato Brasileiro em Maio.[2]

Em 2011, Burns conseguiu sua maior conquista na carreira quando ganhou a medalha de ouro no Campeonato Mundial de Jiu Jitsu de 2011.[2]

Carreira no MMA[editar | editar código-fonte]

Começo da carreira[editar | editar código-fonte]

Após vencer o Campeonato Mundial de Jiu Jitsu de 2011, Burns decidiu focar no MMA. Ele fez sua estréia profissional no MMA em Janeiro de 2012. Ele venceu todas suas sete lutas por finalização ou nocaute.

The Ultimate Fighter: Brasil[editar | editar código-fonte]

Em 2012, Burns foi escolhido pelo lutador do UFC Vitor Belfort para ser o técnico de luta agarrada da Equipe Vitor na primeira temporada do The Ultimate Fighter: Brasil.[3]

Ultimate Fighting Championship[editar | editar código-fonte]

Burns fez sua estréia no UFC em 26 de Julho de 2014 no UFC on Fox: Lawler vs. Brown, no Peso Meio Médio, substituindo o lesionado Viscardi Andrade contra o também estreante na promoção Andreas Stahl.[4] Burns venceu por decisão unânime.

Durinho enfrentou Christos Giagos em 25 de Outubro de 2014 no UFC 179, em sua volta aos leves. Ele venceu a luta com uma chave de braço ainda no primeiro round, em uma incrível performance que lhe rendeu o bônus de finalização da noite.

Burns enfrentaria o maior desafio de sua carreira, o americano Josh Thomson em 21 de Março de 2015 no UFC Fight Night: Maia vs. LaFlare. No entanto, Thomson sofre uma lesão que o forçou a ser retirado do card, sendo substituído pelo compatriota e estreante Alex Oliveira.[5] Após dois rounds perdidos, Durinho venceu a luta por finalização com uma chave de braço no terceiro round.

Burns era esperado para enfrentar o norte-irlandês Norman Parke, em 30 de Maio de 2015 no UFC Fight Night: Condit vs. Alves. No entanto, uma lesão o retirou da luta e o compatriota Francisco Trinaldo foi escolhido como seu substituto.[6]

Cartel no MMA[editar | editar código-fonte]

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
Vitória 10-0 Brasil Alex Oliveira Finalização (chave de braço) UFC Fight Night: Maia vs. LaFlare 21/03/2015 3 4:14 Brasil Rio de Janeiro Performance da Noite.
Vitória 9-0 Estados Unidos Christos Giagos Finalização (Chave de Braço) UFC 179: Aldo vs. Mendes II 25/10/2014 1 4:57 Brasil Rio de Janeiro Volta aos Leves; Performance da Noite.
Vitória 8-0 Suécia Andreas Stahl Decisão (unânime) UFC on Fox: Lawler vs. Brown 26/07/2014 3 5:00 Estados Unidos San Jose, California Estréia no UFC; Luta nos Meio Médios.
Vitória 7–0 Brasil Paulo Teixeira TKO (socos) Face to Face 7 02/05/2014 1 1:02 Brasil Rio de Janeiro
Vitória 6–0 Brasil Paulo Gonçalves KO (soco) Coliseu Extreme Fight 8 05/12/2013 1 4:57 Brasil Maceió, Alagoas
Vitória 5–0 Brasil Rodolfo Coronel Finalização (Chave de Braço) Mixed Submission and Strike Arts 3 25/03/2013 1 3:41 Brasil Rio de Janeiro
Vitória 4–0 Brasil Paulo Roberto TKO (socos) CPMMAF - Champion Fights 04/08/2012 1 1:30 Brasil Salvador, Bahia
Vitória 3–0 Brasil Vinicius Alves Finalização Técnica (mata leão) Watchout Combat Show 20 27/07/2012 1 1:59 Brasil Rio de Janeiro
Vitória 2–0 Brasil Herels dos Santos Finalização (Chave de Braço) Ichigeki Fight Show 15/06/2012 1 3:30 Brasil São Paulo
Vitória 1–0 Brasil José Salgado Finalização (mata leão) Crown Fighting Championships 5 28/01/2012 1 2:40 Estados Unidos St. George, Utah

Referências[editar | editar código-fonte]