Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Ginásio de Cajazeiras)
Ir para: navegação, pesquisa
Ginásio de Cajazeiras
Nome Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras
Características
Local Salvador (BA),  Brasil
Capacidade 2 060[1]
Construção
Custo R$ 13 milhões[1]
Inauguração
Data 25 de novembro de 2014 (2 anos)[1]
Outras informações
Proprietário Governo do Estado da Bahia
Administrador SUDESB
Mandante EC Vitória (basquetebol) (2015-presente)

O Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras é um ginásio poliesportivo da cidade de Salvador, capital do estado brasileiro da Bahia. Localizado no bairro de Cajazeiras, possui capacidade para mais de duas mil pessoas assistirem a jogos de vôlei, basquete, futsal e handebol.[2][1]

As obras do ginásio foram levadas pelas superintendências dos Desportos do Estado da Bahia (SUDESB) e de Construções Administrativas da Bahia (SUCAB) nos 12 mil metros quadrados do espaço, dos quais pouco mais de três mil metros são de área construída. O campo de futebol society possui as dimensões de 40 metros por 30 metros, enquanto a quadro possui dimensões oficiais, de 45 por 65 metros. As instalações do ginásio ainda incluem 28 leitos para alojamento, parque infantil, cabines para transmissão (seis para rádio e duas para televisão), três vestiários (dois para cada equipe e um para a arbitragem), duas cantinas, dois placares eletrônicos, sanitários públicos e estacionamento para carros, bicicletas e ônibus, ambos acessíveis.[2][1]

Após o acidente na arquibancada do Estádio Octávio Mangabeira em 2007 e a ideia de demolição do Ginásio de Esportes Antônio Balbino e da piscina olímpica para reconstrução como Arena Fonte Nova em adequação à Copa do Mundo FIFA de 2014, foi lançado o projeto do ginásio em Cajazeiras em outubro de 2008. Suas obras foram iniciadas em 2010 para suprir as demandas dos esportes coletivos (que não o futebol) no estado, mas se encontraram paralisadas por bom tempo por recomendação da Justiça.[3][4][5][6]

O ginásio é o mando de campo do Universo/Vitória, uma das equipes estreantes da temporada 2015–16 do Novo Basquete Brasil (NBB), a liga de basquete mais importante do Brasil.[7][8][9][10]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e Secom - Secretaria de Comunicação Social (25 de novembro de 2014). «Salvador ganha incentivo ao esporte com inauguração do Ginásio de Cajazeiras». Consultado em 25 de novembro de 2014 
  2. a b Secom - Secretaria de Comunicação Social (19 de setembro de 2014). «Obras do Ginásio de Cajazeiras entram em contagem regressiva». Consultado em 19 de Setembro de 2014 
  3. Ticiane Bicelli (13 de Ago de 2013). «Anunciado em 2008, Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras está longe de ser entregue». Metro1. Consultado em 19 de Setembro de 2014 
  4. Diego Barreto (5 de julho de 2013). «Fonte Nova x Ginásio de Cajazeiras: 2 obras, 2 realidades». A Tarde. Consultado em 19 de Setembro de 2014 
  5. RODRIGUES, Gabrial (24 de novembro de 2012). «Sem Balbininho e Vila Olímpica, esportes olímpicos na BA agonizam». iBahia. Consultado em 18 de abril de 2014 
  6. iBahia (9 de agosto de 2011). «"Novo Balbininho" não receberá eventos esportivos». Consultado em 18 de abril de 2014 
  7. EC Vitória Últimos detalhes (acessado em 13 de setembro de 2015)
  8. Com parceria de Vitória e Universo, Salvador terá time na NBB 2015/16 Correio da Bahia, acessado em 10/9/2015.
  9. Correio de Uberlândia Time de basquete de Uberlândia vai mesmo para Salvador (acessado em 2 de setembro de 2015)
  10. «Expandindo fronteiras!». lnb.com.br. Consultado em 6 de setembro de 2015