Giorgian De Arrascaeta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Giorgian De Arrascaeta
Informações pessoais
Nome completo Giorgian Daniel de Arrascaeta Benedetti
Data de nasc. 1 de junho de 1994 (23 anos)
Local de nasc. Nuevo Berlín, Uruguai
Nacionalidade uruguaio
Altura 1,72 m
Ambidestro
Informações profissionais
Clube atual Cruzeiro
Número 10
Posição Meia
Clubes de juventude
2007–2012 Defensor Sporting
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2012–2014
2015–
Defensor Sporting
Cruzeiro
0065 000(18)
0135 000(33)
Seleção nacional3
2012–2013
2014–
Uruguai Sub-20
Uruguai
0020 0000(4)
0012 0000(1)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 19 de novembro de 2017.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 14 de novembro de 2017.

Giorgian Daniel De Arrascaeta Benedetti (Nuevo Berlín, 1 de junho de 1994) é um futebolista uruguaio que atua como meia. Atualmente joga pelo Cruzeiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Defensor Sporting[editar | editar código-fonte]

De Arrascaeta estreou pelo Defensor Sporting na Primera División uruguaia em outubro de 2012, quatro meses após seu aniversário de 18 anos.[1] Em 2013, venceu o Torneio Clausura e jogou o play-off do Campeonato Uruguaio de 2012–13, na derrota por 3-1 para o Peñarol. As atuações de De Arrasceata pelo Defensor em sua campanha até às semifinais da Copa Libertadores de 2014 atraíram o interesse do então campeão brasileiro Cruzeiro, que assinou com o jogador em janeiro de 2015.[2]

Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

Foi contratado pelo Cruzeiro em 19 de janeiro de 2015, por cinco temporadas.

Em 19 de outubro de 2016, no jogo de volta das quartas-de-final da Copa do Brasil de 2016, De Arrascaeta participou de todos os gols na vitória por 4–2 contra o Corinthians. O atacante deu uma assistência para o gol de Ramon Ábila, sofreu o pênalti que resultou em mais um gol do atacante argentino, cobrou escanteio de onde saiu o gol de Bruno Rodrigo, e coroou sua atuação marcando o último gol do Cruzeiro na partida. O resultado classificou o Cruzeiro para a semifinal.[3]

Em 5 de fevereiro de 2017, no jogo contra o Tricordiano, válido pelo Campeonato Mineiro,[4] completou 100 jogos com a camisa do Cruzeiro.[5]

Em 7 de setembro de 2017, fechou o placar em 1–1 na partida de ida da final da Copa do Brasil contra o Flamengo, disputada no Maracanã, tornando-se o oitavo estrangeiro a marcar numa final de Copa do Brasil.[6] Em 27 de setembro, conquistou seu primeiro título com a camisa do Cruzeiro, ao vencer a Copa do Brasil nos pênaltis sobre o Flamengo.[7]

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Estreou pela Seleção Uruguaia principal em 8 de setembro de 2014, dando assistência na vitória por 1-0 sobre a Coreia do Sul.[8] Foi convocado para a Copa América de 2015.[9]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Cruzeiro

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Capelli, Dino (27 de outubro de 2014). «De Arrascaeta interesa al Milan» (em espanhol). MARCA.com. Consultado em 21 de abril de 2017 
  2. Mastrandea, José (19 de janeiro de 2015). «De Arrascaeta es de Cruzeiro» (em espanhol). Diário Ovación. Consultado em 21 de abril de 2017 
  3. «Cruzeiro derrota Corinthians e pega Grêmio na Semi da Copa do Brasil». 19 de outubro de 2016 
  4. Mattar, Tiago (5 de fevereiro de 2017). «Em jogo para testes, Ramón Ábila brilha e time reserva do Cruzeiro derrota Tricordiano». Superesportes. Consultado em 30 de setembro de 2017 
  5. Astoni, Marco Antônio (3 de fevereiro de 2017). «Perto dos 100 jogos pelo Cruzeiro, Arrascaeta vibra com bom início». Globoesporte.com. Consultado em 30 de setembro de 2017 
  6. Arruda, Rafael (8 de setembro de 2017). «Arrascaeta joga por 15 minutos, garante empate ao Cruzeiro e é o oitavo estrangeiro a balançar a rede em decisão de Copa do Brasil». Superesportes. Consultado em 8 de setembro de 2017 
  7. «Arrascaeta comemora titulo cruzeirense e diz que está na história do clube». ESPN. 28 de setembro de 2017. Consultado em 30 de setembro de 2017 
  8. Mastandrea, José (9 de setembro de 2014). «El futuro es presente» (em espanhol). Diário Ovación. Consultado em 21 de abril de 2017 
  9. «Sem Suárez, suspenso, Cavani lidera lista definitiva do Uruguai para a Copa América». ESPN. 23 de maio de 2015. Consultado em 21 de abril de 2017 
  10. Guimarães, Guilherme; Pereira, Josias (20 de janeiro de 2015). «Reforço cheio de potencial: Diretoria confirma a contração de jovem revelação uruguaia por cinco temporadas». Belo Horizonte: Sempre Editora. O Tempo (Berliner). Ano 19 (Nº 6610): p. 34. ISSN 1807-8419 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]