Giorgian De Arrascaeta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Giorgian De Arrascaeta
Giorgian De Arrascaeta
Arrascaeta pela Seleção Uruguaia
Informações pessoais
Nome completo Giorgian Daniel De Arrascaeta
Benedetti
Data de nasc. 1 de junho de 1994 (27 anos)
Local de nasc. Nuevo Berlín, Uruguai
Nacionalidade uruguaio
Altura 1,74 m
destro
Apelido Arrasca
Informações profissionais
Clube atual Flamengo
Número 14
Posição meio-campista
Clubes de juventude
1998–2006
2007–2009
2009–2012
Pescadores Unidos
Club Anglo
Defensor Sporting
Clubes profissionais
Anos Clubes
2012–2014
2015–2018
2019–
Defensor Sporting
Cruzeiro
Flamengo
Seleção nacional
2012–2013
2014–
Uruguai Sub-20
Uruguai
Medalhas
Campeonato Sul-Americano de Futebol Sub-20
Bronze Argentina 2013 Equipe
Copa do Mundo FIFA Sub-20
Prata Turquia 2013 Equipe

Giorgian Daniel De Arrascaeta Benedetti (Nuevo Berlín, 1 de junho de 1994), mais conhecido como De Arrascaeta ou somente Arrascaeta, é um futebolista uruguaio que atua como meio-campista. Atualmente joga no Flamengo.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Nascido em Nuevo Berlin, uma pequena cidade no interior do Uruguai, Arrascaeta começou a jogar futebol aos 4 anos, no Pescadores Unidos, de sua cidade natal.[1][2] Seu pais, os entregadores de pães, Alfredo e Victoria, logo viram que o filho era diferente dos outros meninos. Seu nome, Giorgian, vem de um cavalo que seu pai montava e competia quando era jóquei, e nunca perdeu uma corrida sequer quando corria com o animal. Por isso, Alfredo registrou Arrascaeta com o mesmo nome do cavalo, como forma de homenageá-lo.[3] Sendo os cavalos uma paixão e tradição de família, Arrascaeta chegou a querer competir em corridas por querer seguir os passos do pai, mas depois de vê-lo sofrer uma queda e fraturar o braço, desistiu.[4][5]

O pai de Arrascaeta o incentivava oferecendo cinco pesos uruguaios a cada gol que o filho marcasse, parando pouco tempo depois com incentivo, devido a Arrascaeta começar a marcar vários gols e Alfredo não conseguia m arcar com a aposta, tendo Arrascaeta marcado uma vez 49 gols em torneios locais.[4]

Defensor Sporting[editar | editar código-fonte]

Após o destaque no clube de sua cidade natal, Arrascaeta foi convocado para a seleção do estado do Rio Negro para disputa de alguns jogos, onde acabou se destacando e despertou o interesse do Club Anglo, passando a jogar no sub-15 do clube. Rapidamente se destacou, atraindo a atenção de um clube maior, o Defensor Sporting, e em 2009, aos 15 anos, deixou Nuevo Berlin rumo à Montividéu, 400 km de distância, para começar sua carreira futebolística.[4]

De Arrascaeta estreou pelo Defensor Sporting na Primera División uruguaia em outubro de 2012, quatro meses após seu aniversário de 18 anos.[6] Em 2013, venceu o Torneio Clausura e jogou o play-off do Campeonato Uruguaio de 2012–13, na derrota por 3–1 para o Peñarol. As atuações de Arrascaeta pelo Defensor em sua campanha até às semifinais da Copa Libertadores de 2014 atraíram o interesse do então campeão brasileiro Cruzeiro, que assinou com o jogador em janeiro de 2015.[7]

Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

Foi contratado pelo Cruzeiro no dia 19 de janeiro de 2015, assinando por cinco temporadas.

Em 19 de outubro de 2016, no jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, De Arrascaeta participou de todos os gols na vitória por 4–2 contra o Corinthians. O atacante deu uma assistência para o gol de Ramon Ábila, sofreu o pênalti que resultou em mais um gol do atacante argentino, cobrou escanteio de onde saiu o gol de Bruno Rodrigo, e coroou sua atuação marcando o último gol do Cruzeiro na partida. O resultado classificou o Cruzeiro para a semifinal.[8]

Em 5 de fevereiro de 2017, no jogo contra o Tricordiano, válido pelo Campeonato Mineiro,[9] completou 100 jogos com a camisa do Cruzeiro.[10]

Em 7 de setembro de 2017, fechou o placar em 1–1 na partida de ida da final da Copa do Brasil contra o Flamengo, disputada no Maracanã, tornando-se o oitavo estrangeiro a marcar numa final de Copa do Brasil.[11] Em 27 de setembro, conquistou seu primeiro título com a camisa do Cruzeiro, ao vencer a Copa do Brasil nos pênaltis sobre o Flamengo.[12]

Em 17 de janeiro de 2018, na vitória por 2–0 sobre o Tupi, pela primeira rodada do Campeonato Mineiro, igualou o argentino Roberto Perfumo como o estrangeiro com mais jogos pelo Cruzeiro, com 141 partidas.[13] Na rodada seguinte, no empate em 0–0 contra a Caldense, fez seu 142º jogo, ultrapassando Perfumo e se tornando de forma isolada o estrangeiro com mais partidas pelo Cruzeiro.[14]

Em 22 de julho, marcou um dos gols na vitória por 2–1 sobre o Atlético Paranaense, se igualando a Marcelo Moreno com o maior artilheiro estrangeiro do clube, com 45 gols. Também superou Willian, se tornando o maior artilheiro do novo Mineirão com 29 gols.[15] Após disputar um amistoso no Japão com a Seleção Uruguaia, viajou 25 horas para jogar o segundo jogo da final da Copa do Brasil, contra o Corinthians na Arena Corinthians. Entrou no decorrer da partida e marcou o gol do título cruzeirense após vitória por 2–1.[16]

Flamengo[editar | editar código-fonte]

2019[editar | editar código-fonte]

Foi contratado pelo Flamengo em janeiro, numa negociação histórica. O valor negociado foi de 15 milhões de euros (R$ 63,7 milhões), sendo, até então a transferência mais cara da história do futebol brasileiro, superando a contratação de Carlos Tévez em 2004, que custou R$ 60 milhões para o Corinthians.[17] Foi anunciado oficialmente no dia 12 de janeiro, onde assinou contrato até 2023.[18]

Arrascaeta foi decisivo na final da Taça Rio de 2019, fazendo o gol de empate rubro-negro aos 48 minutos do segundo tempo na final contra o Vasco (sendo o segundo gol do uruguaio contra o Vasco em dois clássicos seguidos). Na disputa de pênaltis, ele bateu e converteu sua penalidade ajudando assim o time rubro-negro a derrotar o rival por 3–1 e vencer o turno ganhando a vantagem do empate nas semifinais da competição.[19]

Pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores da América, Arrascaeta marcaria seu primeiro gol na competição contra o São José em um lindo chute, ajudando assim o time a ganhar por 6–1,[20] posteriormente, Arrascaeta seria escolhido o melhor jogador em campo pela Conmebol.

No primeiro jogo da final do Campeonato Carioca, novamente contra o Vasco, Arrascaeta, apesar de não ter marcado, foi providencial no segundo gol, e dessa vez, pela Globo, selecionado o melhor jogador em campo.[21]

Em 14 de julho, na décima rodada do Campeonato Brasileiro, teve atuação de gala na goleada por 6–1 sobre o Goiás, marcando um hat-trick e dando duas assistências para Gabriel Barbosa.[22] Essa atuação de gala lhe rendeu o recorde de pontuação da história do fantasy game Cartola FC, com 37,70 pontos,[23] superando os 37,20 pontos obtidos por Neymar quando este marcou os quatro gols da vitória do Santos sobre o Atlético Paranaense, em 2011.[24]

Na décima sexta rodada do Brasileiro, marcou um gol de bicicleta na vitória por 3–0 sobre o Ceará, ajudando o Flamengo a assumir a liderança do campeonato.[25] Este gol foi eleito o mais bonito do Brasileirão 2019 por uma pesquisa realizada pelo perfil oficial da competição no Instagram,[26] e pelo Prêmio Bola de Prata ESPN.[27]

Contra o Internacional, pela segunda rodada do returno, Arrascaeta teve outra atuação de gala com um gol e uma assistência, chegando assim a 32 gols marcados em Campeonatos Brasileiros, tornando-se o uruguaio que mais marcou gols na história da competição.[28]

O jogador recebeu ainda o prêmio Charrúa de Oro de melhor esportista uruguaio da temporada 2019–20, concedido pelo Círculo de Periodistas Deportivos del Uruguay, pela sua atuação destacada pelo Flamengo nesse período.[29]

2020[editar | editar código-fonte]

Em 12 de fevereiro, Arrascaeta deu uma assistência para Bruno Henrique abrir o placar na vitória de 3 a 2 sobre o Fluminense, nas semifinais da Taça Guanabara.[30] Já no dia 16 de fevereiro, marcou um dos gols no Flamengo na vitória de 3 a 0 sobre o Athletico Paranaense e ajudou o clube a sagrar-se campeão da Supercopa do Brasil.[31][32]

Em 4 de março, na estreia da Libertadores contra o Junior Barraquilla, Arrascaeta deu uma assistência para Éverton Ribeiro fazer o primeiro gol da vitória de 2 a 1 do Flamengo.[33] Em 11 de março, na 2a rodada da fase de grupos da Libertadores, o uruguaio deu uma assistência para Bruno Henrique fechar a vitória de 3 a 0 sobre o Barcelona de Guayaquil.[34]

Voltou a marcar um mês depois, no dia 14 de março, na vitória por 2 a 1 de virada sobre a Portuguesa, pela 3ª rodada da Taça Rio.[35] No jogo seguinte, em 18 de março, Arrascaeta marcou o primeiro gol do Fla na vitória 3 a 0 sobre o Bangu, pela 4a rodada da Taça Rio.[36]

Na 3a rodada do Campeonato Brasileiro, em 15 de agosto, Arrascaeta fez o único gol da vitória por 1 a 0 sobre o Coritiba.[37] Já no dia 2 de setembro, teve grande atuação na vitória por 5 a 3 sobre o Bahia, pela 7a rodada do Campeonato Brasileiro.[38]

No dia 27 de setembro, o meia deu uma assistência para o centroavante Pedro marcar o gol do empate no 1 a 1 com o Palmeiras, na 12a rodada do Brasileiro.[39] Já na 13a rodada, contra o Athletico-PR, Arrascaeta deu uma assistência para Éverton Ribeiro fazer o último gol da vitória por 3 a 1.[40]

No dia 21 de novembro, contra o Coritiba, pela 22a rodada, teve mais uma boa atuação: deu assistência para Bruno Henrique fazer o primeiro e o próprio Arrascaeta marcou o segundo gol na vitória por 3 a 1.[41]

2021[editar | editar código-fonte]

Em sua primeira partida retornando ao time principal no ano, Arrascaeta fez um dos gols da vitória por 3 a 0 sobre o Bangu, em 31 de março, válido pela 7a rodada do Campeonato Carioca.[42]

Marcou também no jogo seguinte, contra o Madureira, válido pela 8a rodada, marcando o quinto gol da vitória por 5 a 1, após receber passe de Gerson.[43]

Na Supercopa do Brasil, foi autor de um dos gols no empate de 2 a 2 com o Palmeiras, no tempo normal, com o Flamengo se sagrando campeão nos pênaltis por 6 a 5.[44] Pelo gol e pela atuação, Arrascaeta foi eleito o melhor jogador da Supercopa e levou o carro de presente que o torneio oferece ao melhor jogador.[45][46]

Na estreia do Flamengo na Libertadores, Arrascaeta fez o gol da virada e que decretou a vitória rubro-negra em cima do Vélez Sarsfield por 3 a 2, após acertar um bonito chute de fora área.[47] Devido a sua excelente atuação, Arrascaeta teve seu gol eleito o mais bonito da semana pela Conmebol[48] e foi selecionado para a seleção da primeira rodada da Libertadores.[49]

Em 27 de abril, teve uma atuação de gala na goleada de 4 a 1 sobre o Unión La Calera, concedendo um passe para Gabigol marcar o primeiro gol do Flamengo na partida e marcando o segundo gol após passe de Bruno Henrique.[50][51]

Deu a assistência para o último gol do hat-trick de Pedro na vitória por 3 a 0 sobre o Volta Redonda, no jogo de ida das semifinais do Carioca.[52]

Em 18 de maio, após começar como reserva, deu uma assistência para Gustavo Henrique empatar a partida em 2 a 2 contra a LDU, na 5a rodada da fase de grupos da Libertadores, ajudando o Flamengo a se classificar para a próxima fase.[53]

Após um tempo ausente do clube por servir a Seleção Uruguaia na Copa América, retornou no jogo da 11a rodada do Campeonato Brasileiro, em 11 de julho, fazendo um dos gols na vitória de virada por 2 a 1.[54]

No dia 21 de julho, destacou-se na vitória de 4 a 1 sobre o Defensa y Justicia no jogo de volta das oitavas da Libertadores, tendo feito o segundo gol do Flamengo na partida e concedido uma assistência para Vitinho fazer o terceiro, além de ser eleito o melhor jogador em campo.[55] No jogo seguinte, contra o São Paulo, pela 13a rodada do Brasileirão, deu duas assistências: para o primeiro e o terceiro gol do Flamengo, ambos marcados por Bruno Henrique. O rubro-negro venceu o jogo por 5 a 1.[56]

Voltou a ser decisivo em 29 de julho, fazendo 1 gol e concedendo 1 assistência na goleada de 6 a 0 sobre o ABC, no jogo de ida na Copa do Brasil.[57]

Contribuiu com mais 1 gol em 11 de agosto, fazendo o 1° gol da goleada de 4 a 1 sobre o Olimpia, no jogo de ida das quartas da Libertadores.[58]

Seleção Uruguaia[editar | editar código-fonte]

Arrascaeta e Luis Suárez em 2017

Sub-20[editar | editar código-fonte]

Arrascaeta com a Seleção Uruguaia em 2017

Com a Seleção Uruguaia Sub-20, Arrascaeta disputou a Copa do Mundo Sub-20 da FIFA de 2013, na Turquia, onde o Uruguai acabou vice campeão ao perder a final para a França.[59]

Principal[editar | editar código-fonte]

Estreou pela Seleção Uruguaia principal no dia 8 de setembro de 2014, dando assistência na vitória por 1 a 0 sobre a Coreia do Sul.[60] De Arrascaeta foi incluído na Seleção Uruguaia para a Copa América de 2015 pelo técnico Óscar Tabárez. Ele recebeu a prestigiada camisa número 10, anteriormente usada pelo lendário Diego Forlán.

Em 6 de junho de 2015, De Arrascaeta marcou seu primeiro gol pela Seleção, durante uma vitória amistosa pré-Copa América, por 5 a 1 sobre a Guatemala, em Montevidéu. De Arrascaeta estreou na Copa América de 2015 como substituto aos 64 minutos, quando o Uruguai derrotou a Jamaica por 1 a 0 na partida de abertura do grupo, em 13 de junho. Em maio de 2018, ele foi nomeado no elenco provisório de 26 jogadores do Uruguai para a Copa do Mundo FIFA de 2018. Atuou como titular na estreia contra o Egito e entrando ao decorrer na partida contra a Rússia.

Em 14 de maio, foi convocado para os jogos contra o Paraguai e Venezuela, nos dias 3 e 8, válidos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022.[61] Porém, foi cortado da seleção no dia 1 de junho devido ao fato de testar positivo para COVID-19, tendo Brian Ocampos sendo convocado como seu substituto.[62]

No dia 30 de maio, foi um dos 23 convocados pelo técnico Óscar Tabárez para a disputa da Copa América de 2021.[63] Foi novamente convocado no dia 23 de agosto de 2021, paraa disputa de três jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, contra Peru, Bolívia e Equador, nos dias 2, 5 e 9 de setembro, respectivamente.[64] Fez o gol de empate do Uruguai no 1–1 com o Peru em 2 de setembro, na 9.ª rodada das eliminatórias.[65] No jogo seguinte contra a Bolívia, Arrascaeta fez dois gols na vitória de 4–2.[66]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizadas até 3 de outubro de 2021.[67]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Defensor Sporting 2012–13 16 3 2 16 3 2
2013–14 26 7 8 12 2 4 38 9 12
2014–15 11 6 3 11 6 3
Total 53 16 13 0 0 0 12 2 4 0 0 0 65 18 17
Cruzeiro 2015 23 4 1 2 0 0 10 1 0 8 4 3 43 9 4
2016 31 9 9 9 2 6 13 3 2 53 14 17
2017 16 3 2 10 2 1 2 0 1 16 7 2 44 12 6
2018 20 6 6 6 2 1 9 3 0 13 4 3 48 15 10
Total 90 22 18 27 6 8 21 4 1 50 18 10 188 50 37
Flamengo 2019 23 13 14 3 0 0 11 1 3 15 4 2 52 18 19
2020 28 8 9 2 0 0 9 1 4 11 3 1 50 12 14
2021 11 1 6 2 1 1 11 4 5 7 3 1 31 9 13
Total 62 22 29 7 1 1 31 6 12 32 10 4 133 39 46
Total na carreira 205 60 60 34 7 9 64 12 17 82 27 14 384 107 99

Seleção Uruguaia[editar | editar código-fonte]

Abaixo estão listados todos jogos, gols e assistências do futebolista pela Seleção Uruguaia, desde as categorias de base. Abaixo da tabela, clique em expandir para ver a lista detalhada dos jogos de acordo com a categoria selecionada.

Sub-20

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2012 13 2 0 0
2013 7 2 2 0
Total 20 4 2 0,2

Seleção principal

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2014 3 0 1 0
2015 4 1 0 0,25
2017 5 0 1 0
2018 6 1 0 0,16
2019 7 1 2 0
2020 1 0 0 0
2021 7 3 0 0,42
Total 33 6 4 0,11
Gols pela Seleção Principal
No Data Local Adversário Gol Resultado Competição
1. 6 de junho de 2015 Estádio Centenario, Montevideo, Uruguai Flag of Guatemala.svg Guatemala 4–0 5–1 Amistoso
2. 7 de junho de 2018 Estádio Centenario, Montevideo, Uruguai Flag of Uzbekistan.svg Uzbequistão 1–0 3–0
3. 6 de setembro de 2019 Estádio Nacional, San José, Costa Rica Flag of Costa Rica (state).svg Costa Rica 1–0 2–1
4. 2 de setembro de 2021 Estádio Nacional do Peru, Lima, Peru Flag of Peru.svg Peru 1–1 1–1 Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022
5. 5 de setembro de 2021 Estádio Campeón del Siglo, Montevidéu, Uruguai Flag of Bolivia.svg Bolívia 1–0 4–2
6. 4–1

Títulos[editar | editar código-fonte]

Defensor[68][69]
  • Torneio Clausura: 2013
Cruzeiro
Flamengo
Seleção Uruguaia[70][71][72]

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Assistências[editar | editar código-fonte]

Flamengo

Artilharias[editar | editar código-fonte]

Flamengo

Referências

  1. Jonathan Lucas (23 de julho de 2019). «De Arrascaeta conta início da trajetória no futebol e revela altos e baixos na carreira». VAVEL Brasil. Consultado em 24 de julho de 2021 
  2. «Após primeiro gol pelo Flamengo, Arrascaeta posta foto da infância no futebol». O Globo. 4 de fevereiro de 2019. Consultado em 24 de julho de 2021 
  3. Arte, Editoria de. «Arrascaeta tem o nome do cavalo vencedor que era montado pelo pai». HOME. Consultado em 23 de março de 2021 
  4. a b c «De menino das chuteiras amarelas a jogador mais caro do Brasil: a história de Arrascaeta». GloboEsporte.com. 3 de fevereiro de 2019. Consultado em 24 de julho de 2021 
  5. Rafael Brayan (3 de fevereiro de 2019). «Arrascaeta recebeu nome de cavalo e quase seguiu a carreira do pai». Torcedores.com. Consultado em 24 de julho de 2021 
  6. Capelli, Dino (27 de outubro de 2014). «De Arrascaeta interesa al Milan» (em espanhol). MARCA.com. Consultado em 21 de abril de 2017 
  7. Mastrandea, José (19 de janeiro de 2015). «De Arrascaeta es de Cruzeiro» (em espanhol). Diário Ovación. Consultado em 21 de abril de 2017 
  8. Marco Antônio Astoni (19 de outubro de 2016). «Cruzeiro derrota Corinthians por 4 a 2 e está na semifinal da Copa do Brasil». GloboEsporte.com. Consultado em 24 de julho de 2021 
  9. Mattar, Tiago (5 de fevereiro de 2017). «Em jogo para testes, Ramón Ábila brilha e time reserva do Cruzeiro derrota Tricordiano». Superesportes. Consultado em 30 de setembro de 2017 
  10. Astoni, Marco Antônio (3 de fevereiro de 2017). «Perto dos 100 jogos pelo Cruzeiro, Arrascaeta vibra com bom início». Globoesporte.com. Consultado em 30 de setembro de 2017 
  11. Arruda, Rafael (8 de setembro de 2017). «Arrascaeta joga por 15 minutos, garante empate ao Cruzeiro e é o oitavo estrangeiro a balançar a rede em decisão de Copa do Brasil». Superesportes. Consultado em 8 de setembro de 2017 
  12. «Arrascaeta comemora titulo cruzeirense e diz que está na história do clube». ESPN. 28 de setembro de 2017. Consultado em 30 de setembro de 2017 
  13. «De Arrascaeta se iguala a Perfumo e alcança recorde entre estrangeiros». cruzeiro.com.br. 18 de janeiro de 2018. Consultado em 18 de janeiro de 2018 
  14. «Arrascaeta entra no 2º tempo e vira estrangeiro com mais jogos pelo Cruzeiro». Globoesporte.com. 20 de janeiro de 2018. Consultado em 20 de janeiro de 2018 
  15. «Arrascaeta iguala Marcelo Moreno como maior artilheiro estrangeiro do Cruzeiro». Globoesporte.com. 20 de janeiro de 2018. Consultado em 22 de julho de 2018 
  16. «VAR é decisivo, Cruzeiro vence novamente o Corinthians e é campeão da Copa do Brasil pela 6ª vez». GloboEsporte.com. 17 de outubro de 2018. Consultado em 24 de julho de 2021 
  17. «Fla fecha com Arrascaeta em maior compra da história do futebol brasileiro». UOL Esporte. Consultado em 9 de janeiro de 2019 
  18. «Flamengo anuncia contratação de Arrascaeta: "Agora eu sou Mengão"». Globoesporte.com. 17 de outubro de 2018. Consultado em 12 de janeiro de 2019 
  19. globoesporte.globo.com/ Arrascaeta marca aos 48 do segundo tempo, Flamengo bate Vasco nos pênaltis e conquista a Taça Rio 2019
  20. «Baile no Maracanã! Flamengo amassa o San José, elimina rival e reassume a liderança do grupo na Libertadores». GloboEsporte.com. 11 de abril de 2019. Consultado em 24 de julho de 2021 
  21. «Arrascaeta é o craque do primeiro jogo da final». GloboEsporte.com. 14 de abril de 2019. Consultado em 16 de abril de 2019 
  22. «Flamengo goleia Goiás com atuação de gala comandada por Arrascaeta e Gabigol». Globo. 14 de julho de 2019. Consultado em 14 de julho de 2019 
  23. «Atuações do Flamengo: com três gols e duas assistências, Arrascaeta lidera o time com nota 9». GloboEsporte.com. 14 de julho de 2019. Consultado em 24 de julho de 2021 
  24. «Show no Pacaembu faz Neymar bater recorde no Cartola FC: 37,2 pontos». SporTV.com. 30 de outubro de 2011. Consultado em 24 de julho de 2021 
  25. «Flamengo vence Ceará com gol de bicicleta de Arrascaeta e vira líder; assista ao pós-jogo ao vivo». Globo Esporte. Consultado em 25 de agosto de 2019 
  26. globoesporte.globo.com/ Gol de bicicleta de Arrascaeta é eleito o mais bonito do Brasileirão, em votação nas redes sociais
  27. a b espn.com.br/ Bola de Prata: Bicicleta de Arrascaeta, do Flamengo, 'destrói' concorrentes e leva prêmio como golaço do Brasileirão
  28. «Guerrero é expulso, Arrascaeta faz história, e líder Flamengo bate Inter em 10ª vitória seguida no Maracanã». ESPN. 25 de setembro de 2019. Consultado em 26 de setembro de 2019 
  29. «Arrascaeta é eleito melhor esportista uruguaio da temporada 2019-2020». Esporte Interativo. Consultado em 27 de outubro de 2020 
  30. «Flamengo vence Flu em jogo de cinco gols e vai à final da Taça Guanabara». UOL. 12 de fevereiro de 2020. Consultado em 26 de julho de 2021 
  31. «Flamengo domina o Athletico-PR, faz 3 a 0 e conquista a Supercopa do Brasil». UOL. 16 de fevereiro de 2020. Consultado em 26 de julho de 2021 
  32. «É campeão! Trio decide, Flamengo domina o Athletico-PR e conquista a Supercopa». GloboEsporte.com. 16 de fevereiro de 2020. Consultado em 26 de julho de 2021 
  33. «E. Ribeiro vive noite de artilheiro e Fla vence na estreia da Libertadores». UOL. 4 de março de 2020. Consultado em 26 de julho de 2021 
  34. Alexandre Araújo (11 de março de 2020). «Flamengo vence Barcelona-EQU com facilidade e mantém 100% na Libertadores». UOL. Consultado em 26 de julho de 2021 
  35. David Nascimento (14 de março de 2020). «Sem público, Flamengo se recupera no fim e vira sobre a Portuguesa-RJ». LANCE!. Consultado em 26 de julho de 2021 
  36. «Em ritmo de treino, Flamengo vence o Bangu no retorno do futebol carioca». LANCE!. 18 de junho de 2020. Consultado em 26 de julho de 2021 
  37. «Sem brilho, Flamengo vence o Coritiba e soma os primeiros pontos no Brasileirão». m.lance.com.br. Consultado em 26 de julho de 2021 
  38. «Flamengo tem boa atuação e vence o Bahia com 'placar bailarino'». O Dia. 2 de setembro de 2020. Consultado em 26 de julho de 2021 
  39. «Palmeiras sofre com Fla desfalcado e fica no 1 a 1 em 'jogo da discórdia'». UOL. 27 de setembro de 2020. Consultado em 26 de julho de 2021 
  40. «Flamengo vence o Athletico-PR no Maracanã e sobe na tabela do Brasileiro». Gazeta Esportiva. 4 de outubro de 2020. Consultado em 26 de julho de 2021 
  41. «Flamengo tem atuação 'nível 2019', amassa Coritiba, vence 1ª com Ceni e dorme líder do Brasileiro». ESPN.com.br. 21 de novembro de 2020. Consultado em 26 de julho de 2021 
  42. «Atuações do Flamengo: trio ofensivo se destaca na vitória sobre o Bangu». ge. Consultado em 1 de abril de 2021 
  43. «Arrascaeta celebra grande jogo do Flamengo e mira Supercopa: "Preparados para tudo"». ge. Consultado em 9 de abril de 2021 
  44. «Em jogaço, Fla vence Palmeiras nos pênaltis e é campeão da Supercopa». UOL. 11 de abril de 2021. Consultado em 24 de julho de 2021 
  45. «Arrascaeta, do Fla, é eleito melhor jogador da Supercopa e ganha um carro». UOL. 11 de abril de 2021. Consultado em 24 de julho de 2021 
  46. «Eleito o melhor da Supercopa do Brasil, Arrascaeta é premiado com carro avaliado em R$ 200 mil». Terra. 11 de abril de 2021. Consultado em 24 de julho de 2021 
  47. «Flamengo vira sobre Vélez com golaço de Arrascaeta e vence em estreia». www.uol.com.br. Consultado em 21 de abril de 2021 
  48. «Lance de Arrascaeta contra o Vélez é eleito gol da semana na Libertadores». UOL. 28 de abril de 2021. Consultado em 24 de julho de 2021 
  49. «Libertadores: Seleção da semana tem Arrascaeta, Daniel Alves e Renan». UOL. 28 de abril de 2021. Consultado em 24 de julho de 2021 
  50. «Atuações do Flamengo: Gabigol, Arrascaeta e Bruno Henrique comandam goleada na Libertadores». GloboEsporte.com. 28 de abril de 2021. Consultado em 24 de julho de 2021 
  51. «Atuações: Em sintonia, Arrascaeta e Gabigol comandam a goleada sobre o La Calera». O Dia. 28 de abril de 2021. Consultado em 24 de julho de 2021 
  52. «Pedro leva a bola do jogo e agradece Michael e Arrascaeta pelos três gols pelo Flamengo: "Mérito de toda a equipe"». GloboEsporte.com 
  53. «Atuações do Flamengo: Gustavo Henrique é recompensado com gol, e Arrasca entra para salvar». GloboEsporte.com 
  54. «Sob olhares de Renato, Flamengo vira sobre a Chapecoense e espanta crise». UOL. 11 de julho de 2021 
  55. «Arrascaeta enaltece classificação do Flamengo na Libertadores, elogia Renato Gaúcho, mas faz alerta». ISTOÉ Independente. 22 de julho de 2021 
  56. «Flamengo goleia São Paulo por 5 a 1 e encerra jejum de quatro anos». UOL. 25 de julho de 2021 
  57. «Atuações do Flamengo: Gabigol, Arrascaeta e Michael se destacam em mais uma goleada». ge. Consultado em 30 de julho de 2021 
  58. «Flamengo goleia Olimpia e fica perto da semi da Libertadores». Terra. Consultado em 12 de agosto de 2021 
  59. «Nos pênaltis, França supera Uruguai e fatura título inédito do Mundial sub-20». UOL. 13 de julho de 2013. Consultado em 24 de julho de 2021 
  60. Mastandrea, José (9 de setembro de 2014). «El futuro es presente» (em espanhol). Diário Ovación. Consultado em 21 de abril de 2017 
  61. «Arrascaeta e Viña são convocados pelo Uruguai para os jogos contra Paraguai e Venezuela». GloboEsporte.com. 14 de maio de 2021. Consultado em 24 de julho de 2021 
  62. «Arrascaeta testa positivo para Covid-19 e é retirado de jogos do Uruguai nas eliminatórias». ge. Consultado em 8 de junho de 2021 
  63. «Com Arrascaeta e sem Sánchez, Uruguai divulga lista para Copa América - Gazeta Esportiva». www.gazetaesportiva.com. Consultado em 17 de junho de 2021 
  64. «Com Arrascaeta, Piquerez e Terans, Uruguai anuncia lista de convocados para as Eliminatórias». ge. Consultado em 2 de setembro de 2021 
  65. «Arrascaeta marca, e Uruguai empata com o Peru pelas Eliminatórias Sul-Americanas». Terra. Consultado em 3 de setembro de 2021 
  66. «Com dois de Arrascaeta, Uruguai vence Bolívia pelas Eliminatórias». www.uol.com.br. Consultado em 6 de setembro de 2021 
  67. «Perfil de G. De Arrascaeta». Soccerway. Consultado em 22 de julho de 2018 
  68. Defensor Sporting é campeão do Torneio Clausura do futebol uruguaio
  69. DE ARRASCAETA: DE NUEVO BERLÍN PARA O MUNDO
  70. Japón 0 - 2 Uruguay
  71. Suárez posa com Arrascaeta, do Cruzeiro, após vitória do Uruguai em torneio amistoso
  72. Com De Arrascaeta em campo, Uruguai goleia Tailândia e fatura torneio amistoso na China
  73. Guimarães, Guilherme; Pereira, Josias (20 de janeiro de 2015). «Reforço cheio de potencial: Diretoria confirma a contração de jovem revelação uruguaia por cinco temporadas». Belo Horizonte: Sempre Editora. O Tempo (Berliner). Ano 19 (Nº 6610): 34. ISSN 1807-8419 
  74. El Observador, ed. (11 de agosto de 2014). «Los mejores del Uruguayo según Fútbolx100». Consultado em 26 de dezembro de 2014 
  75. Troféu Globo Minas: Galo tem quatro representantes na seleção do Mineiro
  76. Troféu Globo Minas: campeão, Atlético-MG tem três na seleção do Mineiro, dominada pelo Cruzeiro
  77. «De Arrascaeta supera Copete e Gatito Fernández para conquistar Troféu Efe». UOL. 12 de dezembro de 2016. Consultado em 24 de julho de 2021 
  78. «Cruzeiro Esporte Clube é o maior vencedor do Troféu Guará 2017». Site oficial do Cruzeiro. 13 de dezembro de 2017. Consultado em 24 de julho de 2021 
  79. «Troféu Guará premia os melhores do futebol mineiro em 2018». GloboEsporte.com. 10 de dezembro de 2018. Consultado em 24 de julho de 2021 
  80. «Em melhor ano da carreira, Arrascaeta conquista prêmio de craque do Troféu Telê Santana». Superesportes. 13 de fevereiro de 2019. Consultado em 24 de julho de 2021 
  81. «Prêmio Brasileirão 2018: De Arrascaeta, do Cruzeiro, é eleito melhor meia». Confederação Brasileira de Futebol. 3 de dezembro de 2018. Consultado em 24 de julho de 2021 
  82. a b «Flamengo domina, e Athletico tem dois representantes na seleção do Brasileirão 2019; veja os 11». GloboEsporte.com. 9 de dezembro de 2019. Consultado em 24 de julho de 2021 
  83. «Arrascaeta recebe prêmio de gol mais bonito da Copa do Brasil na campanha do hexa do Cruzeiro». GloboEsporte.com. 28 de novembro de 2018. Consultado em 24 de julho de 2021 
  84. Gabriel Santos (9 de dezembro de 2019). «Flamengo domina a seleção da 50ª Bola de Prata; Gabigol é eleito craque». LANCE!. Consultado em 24 de julho de 2021 
  85. Igor Resende (26 de fevereiro de 2021). «Bola de Prata: 'Garçom' de novo, Arrascaeta leva mais um prêmio e aumenta 'dinastia' do Flamengo com meias». ESPN.com.br. Consultado em 24 de julho de 2021 
  86. Jornal argentino se irrita com domínio total do Flamengo em seleção da Conmebol: 'Insólito'
  87. «Flamengo divide Seleção da América em 2019 com o River Plate; Everton é o intruso». GloboEsporte.com. 31 de dezembro de 2019. Consultado em 24 de julho de 2021 
  88. Arrascaeta é eleito melhor jogador uruguaio do mundo na temporada 19/20
  89. «Arrascaeta é eleito melhor esportista uruguaio da temporada». UOL. 23 de outubro de 2020. Consultado em 24 de julho de 2021 
  90. Troféu Mesa Redonda premia os melhores da temporada 2020
  91. Vencedores do Troféu Mesa Redonda 2020
  92. «Flamengo: Arrascaeta é eleito o melhor da Supercopa, valoriza atuação de Diego Alves nos pênaltis e elogia Palmeiras». ESPN.com.br. 11 de abril de 2021. Consultado em 24 de julho de 2021 
  93. «Seleção do Carioca tem domínio de Flamengo e Fluminense; Gabigol é eleito o craque e Kayky a revelação». LANCE!. 22 de maio de 2021 
  94. André Schmidt (9 de dezembro de 2019). «Veja como ficou a Seleção das Estatísticas do Brasileirão 2019». LANCE!. Consultado em 24 de julho de 2021 
  95. «Arrascaeta, Keno e Vina terminam como maiores "garçons" da Série A de 2020». GloboEsporte.com. 28 de abril de 2021. Consultado em 24 de julho de 2021 
  96. Supercopa do Brasil 2020

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikinotícias Categoria no Wikinotícias