Giovanni Antonio Farina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde setembro de 2011).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
São Giovanni Antonio Farina
Bispo de Vicenza; Bispo de Treviso; Participante do Concílo Vaticano I
Nascimento 11 de janeiro de 1803 em Gambellara,  Itália
Morte 4 de março de 1888 (85 anos) em Vicenza,  Itália
Veneração por Igreja Católica
Beatificação 4 de novembro de 2001, Vaticano por João Paulo II
Canonização 23 de novembro de 2014, Vaticano por Papa Francisco
Festa litúrgica 4 de março
Gloriole.svg Portal dos Santos

Giovanni Antonio Farina, também conhecido como São João Antônio Farina (Gambellara, 11 de janeiro de 1803 – Vicenza, 4 de março de 1888) foi um bispo católico italiano, fundador da Congregação das Irmãs Mestras de Santa Doroteia, filhas dos Sagrados Corações.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Giovanni Antonio Farina, nascido em Gambellara (Vicenza) em 11 de janeiro de 1803, foi educado desde a infância, ao estudo e à prática religiosa do tio, um padre. Inteligente e bem treinado em todas as disciplinas, foi contratado como professor de eloquência sagrada e do Seminário de Vicenza antes da consagração como sacerdote em 1827.

Mais tarde, tornou-se padre, ainda mais claramente mostrou sua sensibilidade como educador nos compromissos assumidos ao serviço das instituições de ensino na cidade. Em particular, ele imediatamente guiou o seu trabalho pastoral e seu compromisso com o Evangelho, através da Congregação das Irmãs Mestras de Santa Doroteia, filhas dos Sagrados Corações, que ele fundou em 1836. Na educação, em particular sustentada e inovadora das meninas que eram surdas e cegas.

O projeto educativo expandiu-se ao longo do tempo na Itália e em outras nações, encarnou em várias formas de trabalho de caridade, motivada pela necessidade da sociedade.

Ele foi bispo de Treviso (1850-1860), em junho de 1860 quando foi transferido para a Sé de Vicenza participou do Concílio Vaticano I, onde ele estava entre os partidários da definição do dogma da infalibilidade papal. Em Vicenza permaneceu até 4 de março de 1888, o dia de sua morte.

Quando era Bispo de Treviso, em 18 de setembro de 1858 ordenou padre Giuseppe Melchiorre Sarto, futuro Papa Pio X.

Em 4 de novembro de 2001 foi declarado beato pelo papa João Paulo II e em 23 de novembro de 2014 foi canonizado pelo papa Francisco.

Sua memória litúrgica é comemorada em 14 de janeiro.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. Instituto Farina do Brasil. «Nosso Fundador». Consultado em 4 de setembro de 2011 
Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um santo, um beato ou um religioso é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.