Giovanni Sforza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Moeda do século XVI com o rosto de Giovanni Sforza sobre ela.

Giovanni Sforza d'Aragona (5 de julho de 1466 - 27 de julho de 1510) foi um condottiero italiano, senhor de Pesaro e Gradara desde 1483 até sua morte.

Filho ilegitimo de Costanzo I Sforza e neto de Alessandro Sforza, após a morte de sua primeira esposa Maddalena Gonzaga, casou-se em 1493 com Lucrécia Bórgia[1], mas quatro anos depois, rompeu a união, porque o Papa Alexandre VI (Rodrigo Bórgia), pai de Lucrécia, anulou o vínculo matrimonial e procurou um casamento mais conveniente para a sua família.

Cesare Borgia, irmão de Lucrécia, conspirou para livrar os Bórgias de Giovanni Sforza, tendo-se tornado fascinado pelo poder e prestígio de Nápoles, afirmou que Sforza era impotente e que o casamento não tinha sido consumado. No final, em troca de manter o dote de sua esposa, Sforza assinou uma confissão à acusação de impotência.[2] Giovanni, temendo por sua vida, fugiu de Roma e, posteriormente, foi expulso de Pesaro por Cesare, e pode retornar apenas após sua morte.

Posteriormente, Giovanni Sforza se casou pela terceira vez com Ginebra Tiepolo, com quem teve um filho que não conseguiu conhecer: Constâncio II Sforza.

Giovanni Sforza morreu em 1510.

Referências

  1. «Giovanni Sforza». Encyclopædia Britannica 
  2. Erika A. Kuhlman (2002). A to Z of Women in World History. [S.l.]: Infobase Publishing. p. 452. ISBN 9780816043347 
Precedido por:
Costanzo I Sforza
Senhor de Pesaro
1482–1500
Sucedido por:
Cesare Borgia
Precedido por:
Cesare Borgia
Senhor de Pesaro
1503–1510
Sucedido por:
Costanzo II Sforza