Giuliano Giuliani

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Giuliano Giuliani
Informações pessoais
Nome completo Giuliano Giuliani
Data de nasc. 29 de setembro de 1958
Local de nasc. Roma,  Itália
Falecido em 14 de novembro de 1996 (38 anos)
Local da morte Bolonha,  Itália
Altura 1,81 m
Informações profissionais
Posição Goleiro
Clubes de juventude
Itália Arezzo
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1976–1980
1980–1985
1985–1988
1988–1990
1990–1993
Itália Arezzo
Itália Como
Itália Verona
Itália Napoli
Itália Udinese
52 (0)
135 (0)
86 (0)
64 (0)
76 (0)
Seleção nacional
1988 Flag of Italy.svg Itália Olímpica

Giuliano Giuliani (Roma, 29 de setembro de 1958 - Bolonha, 14 de novembro de 1996) [1] foi um futebolista italiano que atuava como goleiro.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Estreou profissionalmente em 1976, aos 17 anos, pelo Arezzo, tendo permanecido no clube até 1980.

Sua estreia na Série A do Campeonato Italiano foi na temporada 1980-81, no Como, pelo qual disputou 135 jogos até 1985, quando foi contratado pelo Verona.

Porém, seria no Napoli que Giuliani conquistou os únicos títulos de sua carreira: a Copa da UEFA de 1988-89 e o Campeonato Italiano de 1989-90, quando a equipe era liderada, em campo, por Maradona e Careca. Após 64 partidas, o goleiro deixou os Partenopei em 1990 para jogar na Udinese, onde abandonaria os gramados em 1993.

Seleção Italiana[editar | editar código-fonte]

Pela Seleção Italiana, Giuliani nunca recebeu oportunidades no time principal, tendo participado apenas das Olimpíadas de Seul, em 1988.

Vida pessoal e morte[editar | editar código-fonte]

Casado com a modelo e apresentadora Raffaella Del Rosario, Giuliani morreu em 14 de novembro de 1996, em Bolonha.[2] Ele era portador do vírus da AIDS.

Referências

  1. a b Bufi, Pecile, Fulvio, Domenico (16 de novembro de 1996). «Giuliani, dallo scudetto all' Aids» [Giuliani, from the title to AIDS]. http://archiviostorico.corriere.it (em italiano). Corriere della Sera. Consultado em 13 de fevereiro de 2015 
  2. «Mio marito è morto di Aids e il calcio l'ha dimenticato per paura» (em italiano). liberoquotidiano.it. Consultado em 13 de fevereiro de 2015 
Bandeira de ItáliaSoccer icon Este artigo sobre futebolistas italianos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.