Giulio Carlo Argan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Giulio Carlo Argan (Turim, 1909Roma, 1992) foi historiador e teórico da arte italiano e ex-prefeito de Roma.

A partir da década de 1930 passa a ser conhecido no meio acadêmico internacional com seus estudos sobre arte medieval e renascentista. A importância de sua obra é tal que seus livros são considerados bibliografia fundamental de cursos de história da arte do mundo todo. Em sua obra, destacam-se livros como Arte Moderna, Clássico e Anticlássico, História da Arte como História da Cidade.

Em 1976 é eleito prefeito de Roma e em 1982, senador, em ambos os casos pelo Partido Comunista Italiano.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Studi e note, Roma 1955.
  • Salvezza e caduta nell'arte moderna, Milano 1964
  • Progetto e destino, Milano 1965
  • Storia dell'arte come storia della città, Roma 1983
  • Da Hogarth a Picasso, Milano 1983
  • Classico Anticlassico, Milano 1984
  • Immagine e persuasione, Milano 1986
  • Progetto e oggetto. Scritti sul design, Milano 2003

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Giulio Carlo Argan