Giuseppe Toffanin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações (desde novembro de 2016). Ajude a melhorar este artigo inserindo fontes.

Giuseppe Toffanin (Pádua, 1891 - 1980) foi um professor, escritor e crítico de arte da Itália.

Estudou literatura italiana e deu aulas na Universidade de Messina, na Universidade da Catânia e na Universidade de Estudos de Nápoles. Concentrou sua atenção no Humanismo do Renascimento. Entre suas obras se contam:

  • La fine dell'umanesimo, 1920
  • Machiavelli e il tacitismo, 1921
  • L'eredità del Rinascimento in Arcadia, 1923 (reeditado como L'Arcadia, 1946)
  • Il Cinquecento, 1928
  • Che cosa fu l'Umanesimo, 1929
  • Il secolo senza Roma, 1942
  • Storia dell'umanesimo, 3 voll., 1942-1950
  • Il Tasso e l'età che fu sua, 1946
  • La fine del Logos: l'Umanesimo europeo, 1946
  • La religione degli umanisti, 1950
  • L'uomo antico nel pensiero del Rinascimento, 1957
  • Perché l'umanesimo comincia con Dante, 1967

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Giuseppe Toffanin. Wikipedia, L'enciclopedia libera. Tratto il 27 gennaio 2010, 02:33
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.