Glotocronologia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A glotocronologia é uma técnica para calcular a separação temporal entre duas línguas que se supõe aparentadas.

Está baseda na percentagem de palavras que são substituídas por outras. Morris Swadesh baseando-se em dados de diferentes famílias lingüísticas, cuja história é conhecida por documentos, estimou que devido a mudanças internas e contribuições externas, aproximadamente 14% das palavras básicas do vocabulário de uma língua são substituidos a cada intervalo de mil anos.

A glotocronologia é um método de estudo cujos resultados não podem ser precisos. De qualquer forma, está proposta para a investigação da evolução daquelas línguas que carecem de textos escritos, pelo que há que descartar o método comparativo, usado para a reconstrução do indo-europeu e buscar alternativas de investigação.

Supostos básicos[editar | editar código-fonte]

Explicitamente, os dois supostos nos quais se baseia o método glotocronológico são:

  1. A taxa de substitução de palavras do vocabulário é aproximadamente constante, ao menos para o vocabulário básico, considerando-se períodos muito grandes.
  2. A taxa de substitução de palavras é aproximadamente uniforme entre todas as línguas do mundo, ao menos para o vocabulário básico.

Ver também[editar | editar código-fonte]