Godric Gryffindor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Portal A Wikipédia possui o
Portal Harry Potter

Gryffindor veio de um pântano que agora é conhecido como Godric Hollows, uma pequena vila de West Country, na Inglaterra. Ele foi descrito como sendo "o melhor duelista do seu tempo ". Godric Gryffindor é um co-fundador da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, na saga Harry Potter, da escritora inglesa J. K. Rowling. Gryffindor, descrito pelo Chapéu Seletor como "o Valente Gryffindor das Charnecas", foi um grande feiticeiro que, em conjunto com Salazar Slytherin, Rowena Ravenclaw e Helga Hufflepuff, fundou a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. Foi o fundador da casa Grifinória, dos "corajosos e ousados, onde a coragem, bravura e respeito estão sempre acima de tudo". Como fundador da escola, acreditava que qualquer um que mostrasse habilidade mágica poderia estudar em Hogwarts. Era apaixonado por Rowena Ravenclaw e o melhor amigo de Helga Hufflepuff e Salazar Slytherin, o que é mais um motivo da rixa entre a Grifinória e a Sonserina.

De acordo com Rowling, a escritora da saga, "Godric Gryffindor era o duelista mais competente do seu tempo e um grande lutador pelos direitos dos trouxas (conta-se que Gryffindor seria nascido-trouxa)". Entretanto, o seu grande amigo, Salazar Slytherin, tinha uma ideia diferente. Para Slytherin, o ensino da magia deveria ser restrito aos integrantes de famílias inteiramente de bruxos, não admitindo que nascido-trouxas ou mestiços fizessem parte da escola, o que contrariava as concepções de Gryffindor e das outras duas fundadoras. Slytherin então saiu da escola, deixando uma câmara em Hogwarts que seria aberta por um futuro herdeiro. A câmara, que recebeu a alcunha de "Câmara Secreta", conteria um monstro que assassinaria os nascido-trouxas quando aberta.

Chapéu Seletor[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Chapéu Seletor

Quando Hogwarts foi criada, os fundadores criaram as quatro casas para separar os alunos conforme a personalidade e as características que tinham cada aluno. Os fundadores imaginaram como se selecionaria os alunos depois que já não estivessem por lá. Foi Gryffindor que teve a ideia de utilizar um Chapéu Seletor que era, na verdade, seu próprio chapéu de bruxo. Cada um dos fundadores o enfeitiçou para que absorvesse um pouco de cada uma de suas personalidades e características, e assim todos os alunos que vieram depois da morte dos fundadores são escolhidos através do Chapéu Seletor.

A Espada de Gryffindor[editar | editar código-fonte]

É uma espada de prata, com o punho cravejado de rubis, onde está escrito o nome de Godric Griffyndor. Aparece pela primeira vez em Harry Potter e a Câmara Secreta, onde é usada por Harry para destruir o Basilisco e também no último livro Harry Potter e as Relíquias da Morte, onde é usada na destruição das Horcruxes de Voldemort. Só um verdadeiro membro da Grifinória pode retirá-la do chapéu Seletor. Foi feita por duendes, tendo uma lâmina mágica que absorve somente o que lhe fortalece e repele sujidades. A Espada de Gryffindor também é uma das únicas armas que podem destruir Horcruxes, pois quando Harry Potter apunhalou o Basilisco na Câmara Secreta, a espada absorveu seu veneno.

Ícone de esboço Este artigo sobre a série Harry Potter é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.