Goianésia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para o time de futebol, veja Goianésia Esporte Clube.
Município de Goianésia
"Princesinha do Vale"
Avenida em Goianésia

Avenida em Goianésia
Bandeira de Goianésia
Brasão indisponível
Bandeira Brasão indisponível
Hino
Fundação 24 de junho de 1953 (65 anos)[1]
Gentílico goianesiense[2]
Prefeito(a) Renato de Castro (MDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Goianésia
Localização de Goianésia em Goiás
Goianésia está localizado em: Brasil
Goianésia
Localização de Goianésia no Brasil
15° 19' 01" S 49° 07' 01" O15° 19' 01" S 49° 07' 01" O
Unidade federativa Goiás
Região intermediária

Porangatu-Uruaçu IBGE/2017[3]

Região imediata

Ceres-Rialma-Goianésia IBGE/2017[3]

Municípios limítrofes Jaraguá, Vila Propício, Barro Alto, Santa Isabel, Santa Rita do Novo Destino e São Luiz do Norte
Distância até a capital 170 km
Características geográficas
Área 1 547,274 km² [2]
Distritos Goianésia (sede) e Natinópolis[1]
População 69 072 hab. estatísticas IBGE/2018[2]
Densidade 44,64 hab./km²
Altitude 640 m
Clima tropical úmido Aw
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,727 alto PNUD/2010[4]
PIB R$ 1 098 113,06 mil IBGE/2015[5]
PIB per capita R$ 16 697,02 IBGE/2015[5]

Goianésia é um município brasileiro do estado de Goiás, Região Centro-Oeste do país. Localiza-se na região central do estado e sua população estimada em 2018 era de 69 072 habitantes.[2]

História[editar | editar código-fonte]

Goianésia recebeu status de município pela lei estadual nº 747 de 24 de junho de 1953, com território desmembrado de Jaraguá.[1]

Economia[editar | editar código-fonte]

A cidade vem se destacando como um polo de produção sucroalcooleira, tanto no cenário regional como no cenário nacional. Há três importantes usinas de álcool e açúcar: Goianésia (inicialmente chamada Monteiro de Barros e fundada em 1961), Jalles Machado (fundada em 1980) e, a mais recente, Codora (Unidade Otávio Lage). A cidade possui outras grandes empresas como a GOIALLI (Goiás Alimentos) e a Vera Cruz. Apesar dessa grande força no campo industrial, há, atualmente, uma notável diversificação da economia, com destaque para o comércio.

Indicadores socioeconômicos[editar | editar código-fonte]

Composição do PIB (2008)[6]
  • Valor adicionado bruto da agropecuária: R$ 55,890 milhões
  • Valor adicionado bruto da indústria: R$ 111,732 milhões
  • Valor adicionado bruto dos serviços: R$ 262,752 milhões
  • Impostos sobre produtos líquidos de subsídios: R$ 52,706 milhões

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

A cidade de Goianésia é composta por 56 bairros e 2 distritos agroindustriais[7], são eles:

Bairros[editar | editar código-fonte]

  • Aldeia do Morro
  • Amigo
  • Boa Vista
  • Carrilho
  • Centro
  • Colina Park
  • Covoá I e II
  • Dona Fiica I e II
  • Eurípedes Barsanulfo
  • Itapuã
  • Jardim Esperança
  • Jardim Por do Sol
  • Morro da Ema
  • Muniz Falcão
  • Nossa Senhora Aparecida
  • Nossa Senhora da Penha
  • Nova Fiica
  • Parque Araguaia I e II
  • Parque Bandeirantes
  • Primavera
  • Santa Cecília
  • Santa Luzia
  • Santa Tereza
  • São Cristóvão
  • Setor Bela Vista
  • Setor das Laranjeiras
  • Setor dos Buritis
  • Setor Negrinho Carrilho
  • Setor Oeste
  • Setor Sul
  • Setor Universitário
  • Vila São Caetano
  • Vila Nova Aurora I, II e III
  • Vila Vera Cruz

Distritos Agroindustriais[editar | editar código-fonte]

  • Distrito Agroindustrial Manoel Braollos Martins
  • Distrito Agroindustrial Municipal de Goianésia

Geografia[editar | editar código-fonte]

De acordo com a divisão regional vigente desde 2017, instituída pelo IBGE,[8] o município pertence às Regiões Geográficas Intermediária de Porangatu-Uruaçu e Imediata de Ceres-Rialma-Goianésia.[3] Até então, com a vigência das divisões em microrregiões e mesorregiões, fazia parte da microrregião de Ceres, que por sua vez estava incluída na mesorregião do Centro Goiano.[9]

Numa área de 1.700,90 quilômetros quadrados, distante de Goiânia (capital estadual) 170 quilômetros e de Brasília (capital federal) aproximadamente 208 quilômetros. O município é banhado pelos mananciais do Rio dos Peixes, Rio dos Bois e Rio dos Patos. As temperaturas médias anuais variam de 22 a 25 graus.

O município possui dois distritos, o distrito-sede de Goianésia e o distrito de Natinópolis, e cinco povoados: Juscelândia, Cafelândia, Morro Branco, Barreiro (Limoeiro) e Campo Alegre.

Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), referentes ao período de 1984 e 2008, a menor temperatura registrada em Goianésia foi de 4,9 °C em 10 de junho de 1985,[10] e a maior atingiu 39,5 °C em 15 de setembro de 2007.[11] O maior acumulado de precipitação em 24 horas foi de 132,5 milímetros (mm) em 30 de janeiro de 2006. Outros acumulados iguais ou superiores a 100 mm foram 112,8 mm em 25 de dezembro de 1985, 110,9 mm em 26 de dezembro de 1985 e 4 de janeiro de 1997 e 108 mm em 4 de fevereiro de 1996.[12] Dezembro de 1985 foi o mês de maior precipitação, com 681,2 mm.[13]

Dados climatológicos para Goianésia
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima recorde (°C) 36,6 36,2 34,8 35,4 36,4 33,8 35,2 37,2 39,5 38,9 37,4 37,2 39,5
Temperatura máxima média (°C) 29,8 30,2 30,3 30,8 30,4 29,8 30,3 32,2 33,2 32,4 30,3 29,4 30,8
Temperatura média compensada (°C) 24 24,1 24,1 24,1 23,2 21,9 22,9 24,1 25,8 25,6 24,3 24 24
Temperatura mínima média (°C) 20,2 20,2 20,1 19,6 17,8 15,8 15,7 17,4 19,8 20,5 20,3 20,4 19
Temperatura mínima recorde (°C) 16,3 16,8 17,1 15,1 11 4,9 8,7 11,4 14,2 15,4 16,4 16,6 4,9
Precipitação (mm) 274,3 217,9 209,3 91,4 16,4 7 2,8 7,8 42,2 128,8 223,3 297,7 1 518,9
Dias com precipitação (≥ 1 mm) 18 14 14 7 2 1 0 1 4 10 15 19 105
Umidade relativa compensada (%) 80 79,6 79,1 74,7 66,9 59,1 52,2 46,2 50,2 64,2 75,7 80,5 67,4
Horas de sol 154 154,5 181,1 222,5 260,5 263,8 281 274,8 211,6 188,4 146,4 131,6 2 470,3
Fonte: Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) (normal climatológica de 1981-2010;[14]
recordes de temperatura de 01/05/1984 a 20/08/2008)[10][11]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Enciclopédia dos Municípios Brasileiros (2007). «Goianésia - Histórico» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 11 de abril de 2013. Cópia arquivada (PDF) em 26 de janeiro de 2018 
  2. a b c d Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). «Goianésia». Consultado em 15 de março de 2019. Cópia arquivada em 15 de março de 2019 
  3. a b c Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 5 de janeiro de 2018 
  4. Atlas do Desenvolvimento Humano (29 de julho de 2013). «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Consultado em 26 de janeiro de 2018. Cópia arquivada (PDF) em 8 de julho de 2014 
  5. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2015). «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2015». Consultado em 26 de janeiro de 2018. Cópia arquivada em 26 de janeiro de 2018 
  6. «Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Banco de Dados: Cidades». Consultado em 16 de junho de 2011. Arquivado do original em 30 de abril de 2012 
  7. Editor. «Geoprocessamento». www.goianesia.go.gov.br. Consultado em 5 de março de 2018 
  8. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Divisão Regional do Brasil». Consultado em 26 de janeiro de 2018. Cópia arquivada em 26 de janeiro de 2018 
  9. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2016). «Divisão Territorial Brasileira 2016». Consultado em 26 de janeiro de 2018 
  10. a b «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura mínima (°C) - Goianésia». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 12 de junho de 2018 
  11. a b «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura máxima (°C) - Goianésia». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 12 de junho de 2018 
  12. «BDMEP - série histórica - dados diários - precipitação (mm) - Goianésia». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 12 de junho de 2018 
  13. «BDMEP - série histórica - dados mensais - precipitação total (mm) - Goianésia». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 12 de junho de 2018 
  14. «NORMAIS CLIMATOLÓGICAS DO BRASIL». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 12 de junho de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Goiás é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.