Golpe de Estado na Nigéria em 1966

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Golpe de Estado na Nigéria em 1966
Data 15 de janeiro - 16 de janeiro de 1966
Local Nigéria
Desfecho
Combatentes
Flag of Nigeria.svg Governo da Nigéria Flag of Nigeria.svg Oficiais rebeldes do Exército
Principais líderes
Abubakar Balewa 
Ahmadu Bello 
Samuel Akintola 
Festus Okotie-Eboh 
Kaduna Nzeogwu
Timothy Onwuatuegwu
Emmanuel Ifeajuna
Adewale Ademoyega
Chris Anuforo
Vítimas
13 mortos 0


O golpe de Estado na Nigéria em 1966 teve início em 15 de janeiro de 1966, quando soldados rebeldes nigerianos do sul liderados por Chukwuma Kaduna Nzeogwu assassinaram 11 altos políticos nigerianos e dois soldados, bem como sequestraram outros três. Os golpistas atacaram as cidades de Kaduna, Ibadan, e Lagos e ao mesmo tempo bloquearam o rio Níger e o rio Benue por um período dois dias.

O golpe foi mal efetuado em certas partes do país e houve uma forte acusação de tribalismo. Os nortistas acusaram Nzeogwu, bem como seus companheiros golpistas, de encenar um golpe pró-igbos uma vez que a maioria dos oficiais mortos durante o golpe foram os de outra parte do país.

Antes de os golpistas serem subjugados, um alto oficial do Exército, General Johnson Aguiyi-Ironsi, utilizou o golpe de Estado como um pretexto para encerrar a Primeira República da Nigéria. Foi a centelha que irrompeu a Guerra Civil da Nigéria.


Referências