Gondizalves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Portugal Gondizalves 
  Freguesia portuguesa extinta  
Localização
Gondizalves está localizado em: Portugal Continental
Gondizalves
Localização de Gondizalves em Portugal Continental
Mapa de Gondizalves
Coordenadas 41° 32' 36" N 8° 27' 28" O
município primitivo Braga
município (s) atual (is) Braga
Freguesia (s) atual (is) Ferreiros e Gondizalves
História
Extinção 28 de janeiro de 2013
Características geográficas
Área total 1,76 km²
População total (2011) 1 441 hab.
Densidade 818,8 hab./km²
Outras informações
Orago Santo André
Gondizalves-loc.png
Igreja de Gondizalves

Gondizalves foi uma freguesia portuguesa do município de Braga, com 1,68 km² de área e 1 441 habitantes (2011)[1]. Densidade: 857,7 hab/km².

Foi extinta em 2013, no âmbito de uma reforma administrativa nacional, tendo sido agregada à freguesia de Ferreiros, para formar uma nova freguesia denominada União das Freguesias de Ferreiros e Gondizalves com a sede em Ferreiros.[2]

Confina com Maximinos, Semelhe, Sequeira e Ferreiros e é atravessada pelo rio Torto.

As datas festivas mais importantes para a freguesia são o dia do padroeiro Santo André ( 30 de Novembro) e a festa em honra de Nossa Senhora da Esperança, a qual ocorre no 2º domingo do mês de Julho, na sua capelinha, no lugar da Esperança, e que atrai inúmeros filhos da terra que residem em outras terras circundantes.

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de Gondizalves (1864 – 2011) [3]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
248 258 286 313 335 363 415 477 583 579 603 959 1 420 1 409 1 441

Património[editar | editar código-fonte]

  • Igreja Matriz
  • Capela do Senhor da Saúde (no lugar de Side)
  • Cruzeiro (com relógio de sol embutido), no lugar da Esperança
  • Fontanário da Quinta da Esperança (no lugar Da Esperança)
  • Capelinha de Nossa Senhora Da Esperança (no lugar da Esperança)
  • Nicho Das Alminhas (no lugar do Carvalho)

Referências

  1. «População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano)». Informação no separador "Q601_Norte". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 6 de Março de 2014. Cópia arquivada em 4 de dezembro de 2013 
  2. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Lei n.º 11-A/2013 de 28 de janeiro (Reorganização administrativa do território das freguesias). Acedido a 2 de fevereiro de 2013.
  3. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.