Gonzalo Navaza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gonzalo Navaza
Nome completo Gonzalo Ramón Navaza Blanco
Nascimento 28 de fevereiro de 1957 (60 anos)
Lalín, Pontevedra
Galiza
Nacionalidade Galiza
Flag of Spain.svg Espanha
Ocupação Escritor, Tradutor, Ator, Professor
Principais interesses Literatura/Literatura galega

Gonzalo Ramón Navaza Blanco, nascido em Lalín, Galiza em 28 de Fevereiro de 1957, é um escritor, tradutor, estudioso de Toponímia, ator de teatro e professor galego títular de literatura na Universidade de Vigo. Atualmente vive na paróquia de Peitieiros, Gondomar.

Trajetória[editar | editar código-fonte]

O último de onze filhos, em 1983 teve que fazer o Serviço militar, tendo como destinos Figueres e Berga (em Catalunha), morando conseguindo ser considerado inútil ("psiconeurótico obsesivo") intencionadamente.

Como escritor tem cultivado diversos gêneros. Dirigiu a elaboração dos dicionários de Língua galega pela Edicións Xerais de Galicia no ano de 1988, chegando a criar o mais vendido da história do galego, O pequeno Xerais.

O seu trabalho de investigador da Toponímia calhou na Fitotoponímia galega, um volumoso volume editado pela Fundación Pedro Barrié de la Maza onde analisa os toponímos do sudeste galego provenientes de nomes de plantas. Neste campo de trabalho também desenvolve a sua atividade na Asociación Galega de Onomástica (AGOn, onde já colaborou na organização de dois congressos internacionais) e na Comisión de Toponimia, encarregada oficialmente pela Xunta de Galicia de fixar as foras de escritas dos toponímos da Galiza. Como docente, aplicou cursos de galego para emigrantes em Brasilea e de língua e Literatura galega em Salvador, na Universidade Federal da Bahia no Brasil, e na atualidade é professor na Faculdade de Filologia e Tradução da Universidade de Vigo.

Em 1997 teve um grave acidente automobilístico que o fez estar um mês em coma e, posteriormente, sete meses hospitalizado em cama. Com o trauma do acidente e ainda fresco as lembranças do acidente, Gonzalo Navana recebeu numerosos prêmios.

No ano de 2012 incorporou-se à Real Academia Galega como acadêmico correspondente.[1][2]

Obras[editar | editar código-fonte]

Poesia[editar | editar código-fonte]

Narrativas[editar | editar código-fonte]

Ensaios[editar | editar código-fonte]

  • 2000: Reboreda: os camiños da identidade, Sociedade Cultural de Reboreda.
  • 2006: Fitotoponimia galega, Fundación Barrié.
  • 2007: Toponimia de Catoira, Concello de Catoira.

Traduções[editar | editar código-fonte]

Edições[editar | editar código-fonte]

Obras coletivas[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Gonzalo Navaza
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.