Google Domains

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Google Domains
Requer pagamento? Sim
Gênero Serviço de Registro de Domínio
Cadastro Obrigatório e gratuito
País de origem  Estados Unidos
Idioma(s) Inglês, Espanhol e Francês
Lançamento 23 de junho de 2014 (3 anos)
Desenvolvedor Google
Página oficial https://domains.google

Google Domains é um serviço de registro de domínio oferecido pelo Google,[1] que foi publicamente lançado nos Estados Unidos em 13 de janeiro de 2015. Está atualmente ainda em fase beta.[2]

Além do registro de domínio, o serviço oferece, sem custo adicional, registro privado de domínio, hospedagem de DNS, DNS dinâmico, encaminhamento de domínio e encaminhamento de e-mail a qualquer endereço Gmail.[3] O Google Sites pode ser configurado automaticamente como se fosse um construtor de site, mas o Google Domínios também oferece configuração em-um-clique para Squarespace, Wix.com, Weebly e Shopify.[4][5] O Google também permite conectar-se o nome de domínio a um Blogger.[6] Em junho de 2016, o Google Domains oferecia mais de 60 domínios de nível superior, principalmente os chamados novos TLDs.[7]

Na madrugada do dia 29 de setembro de 2015, um ex-funcionário do Google, Sanmay Ved, resolveu pesquisar no Google Domains pelo domínio Google.com, uma falha permitiu que ele pudesse adquirir o domínio pelo valor de US$ 12[8] e ganhar o controle webmaster completo. Relatou ele em sua rede social:

Ved revela ainda ter recebido dois emails do Google de endereços distintos, que se tratava de informações relacionadas ao recente domínio adquirido.O Google cancelou mais tarde a compra e recompensou Ved que por sua vez solicitou que a recompensa fosse doada para a caridade:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Google Gets Into Domain Sales». TechCrunch. 23 de junho de 2014 
  2. Perez, Sarah (13 de janeiro de 2015). «Google Domains Launches To All In U.S. With Support For Blogger Integration, Templates And More Domain Endings». TechCrunch. Consultado em 21 de março de 2015 
  3. Perez, Sarah (13 de janeiro de 2015). «Google Domains Launches To All In U.S. With Support For Blogger Integration, Templates And More Domain Endings». TechCrunch. Consultado em 21 de março de 2015 
  4. Lisota, Kevin (15 de janeiro de 2015). «Google Domains: Useful for some small business owners, but useless in many cases». GeekWire. Consultado em 21 de março de 2015 
  5. Pinola, Melanie (13 de janeiro de 2015). «You Can Now Buy and Sell Domain Names on Google Domains». LifeHack. Consultado em 21 de março de 2015 
  6. Lisota, Kevin (15 de janeiro de 2015). «Google Domains: Useful for some small business owners, but useless in many cases». GeekWire. Consultado em 21 de março de 2015 
  7. Perez, Sarah (13 de janeiro de 2015). «Google Domains Launches To All In U.S. With Support For Blogger Integration, Templates And More Domain Endings». TechCrunch. Consultado em 21 de março de 2015 
  8. Carson, Biz (30 de setembro de 2015). «Esse cara comprou "Google.com" do Google durante um minuto». Business Insider. Consultado em 18 de abril de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]