Google Duo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Google Duo
Google Duo logo 2018.png
Desenvolvedor Google
Plataforma Android e iOS
Lançamento 18 de maio de 2016 (16 de agosto de 2016 no Brasil)
Versão estável Varia de acordo com o dispositivo[1] (agosto de 2018 [1])
Versão em teste [+/-]
Idioma(s) Multilinguagem
Sistema operativo Android[1]4.0 ou superior.[2]
Gênero(s) videoconferência
Estado do desenvolvimento Ativo
Tamanho Varia de acordo com o dispositivo[1]
Página oficial duo.google.com


Google Duo é um aplicativo móvel de videochamadas desenvolvido pelo Google, disponível nos sistemas operacionais Android e iOS. O aplicativo foi anunciado na conferência de desenvolvedores do Google em 18 de maio de 2016 e começou seu lançamento mundial em 16 de agosto de 2016[3].

O Google Duo permite aos usuários fazer chamadas de vídeo em alta definição. É otimizado para redes de baixa largura de banda, ou seja, internet mais lenta. A criptografia de ponta a ponta é habilitada por padrão. O Duo é baseado em números de telefone, permitindo que os usuários chamem alguém de sua lista de contatos. O aplicativo muda automaticamente entre redes de Wi-Fi e redes celulares. O recurso "Knock Knock" permite que os usuários vejam uma visualização ao vivo da pessoa que está ligando antes de atender. A atualização de abril de 2017 permitiu com que usuários em todo o mundo possam fazer chamadas somente de áudio[4].

História[editar | editar código-fonte]

O Google Duo foi anunciado na conferência de desenvolvedores do Google em 28 de maio de 2016[5] e começou sua implantação internacional em dispositivos Android e iOS a partir de 16 de agosto de 2016[6][7][8].

Em 5 de outubro de 2016, o Google informou aos fabricantes de celulares Android, que o Google Duo estaria substituindo o Hangouts no conjunto de aplicativos do Google e que deveriam colocar pré-instalado no telefone o aplicativo, Google Duo[9].

Em outubro de 2017, o Google Duo foi integrado ao Google Phone, Contatos e Android Mensagens nos celulares Pixel, Nexus e Android One[10][11]

Recursos[editar | editar código-fonte]

  • "Knock Knock" - uma visualização prévia, ao vivo, do chamador antes de aceitar a ligação.
  • Optimização para redes móveis com baixa largura de banda.
  • Vídeo HD 720p

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c d Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome :1
  2. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome :2
  3. «Google Duo chega para competir com aplicativos de videochamadas». Tecnologia e Games. 16 de agosto de 2016 
  4. «Google lança chamadas de voz no Duo para usuários brasileiros - Tecnoblog». Tecnoblog. 22 de março de 2017 
  5. «Google Duo chega para competir com aplicativos de videochamadas». Tecnologia e Games. 16 de agosto de 2016 
  6. «Meet Google Duo, a simple 1-to-1 video calling app for everyone». Google (em inglês). 16 de agosto de 2016 
  7. «Google launches Duo, a barebones video calling app». Ars Technica (em inglês) 
  8. Gibbs, Samuel (16 de agosto de 2016). «Duo video calling app: Google launches cross-platform answer to FaceTime». the Guardian (em inglês). Consultado em 13 de março de 2018. 
  9. «Google is demoting Hangouts to "optional" in the Google Apps package for Android, to be replaced by Duo». Android Police (em inglês). 7 de outubro de 2016 
  10. «Google Duo integration officially rolling out to Pixel, Nexus, will come to other Android phones 'over time'». 9to5Google (em inglês). 11 de outubro de 2017 
  11. «Duo and ViLTE video call integration with Google Phone, Contacts, and Android Messages is rolling out to Google-supported phones». Android Police (em inglês). 11 de outubro de 2017 

Erro de citação: Elemento <ref> com nome "TC" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "Duo" definido em <references> não é utilizado no texto da página.