Goran Pandev

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Goran Pandev
Горан Пандев
Goran Pandev Горан Пандев
Pandev atuando pela Internazionale em 2010
Informações pessoais
Nome completo Goran Pandev
Data de nasc. 27 de julho de 1983 (38 anos)
Local de nasc. Estrúmica, Iugoslávia
Altura 1,84 m
canhoto
Informações profissionais
Clube atual Genoa
Número 19
Posição atacante
Clubes profissionais
Anos Clubes
2000–2001
2001–2004
2002–2003
2003–2004
2004–2009
2010–2012
2011–2012
2011–2015
2014–2015
2015–
Belasica
Internazionale
Spezia (emp.)
Ancona (emp.)
Lazio
Internazionale
Napoli (emp.)
Napoli
Galatasaray (emp.)
Genoa
Seleção nacional
2001–2021 Macedônia

Goran Pandev - em macedônio, Горан Пандев - (Estrúmica, 27 de julho de 1983) é um futebolista macedônio que atua como atacante. Atualmente joga no Genoa.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Pandev foi revelado pelo FK Belasica, do seu país natal. Após poucas partidas pelo clube, chamou a atenção dos grandes clubes europeus, e foi contratado pela Internazionale, no verão de 2001, pouco depois de ter completado 18 anos.

Na Inter, não chegou a ser aproveitado em partidas do Campeonato Italiano, sendo emprestado ao Spezia, da Serie C1, e em seguida ao Ancona onde, apesar do clube ter feito uma das piores campanhas da história da Serie A, Pandev conseguiu adquirir certa experiência, disputando 20 partidas e marcando um gol.

Lazio[editar | editar código-fonte]

Em 2004, o meio-campista sérvio Dejan Stanković se transferiu da Lazio para a Inter, e Pandev foi enviado para a capital num acordo de troca.

Pandev impressionou no seu primeiro ano na Lazio, atuando em 29 partidas e marcando três gols, incluindo um memorável contra a Juventus, onde passou por Fabio Cannavaro, Lilian Thuram e Gianluca Zambrotta, antes de finalizar contra a meta de Gianluigi Buffon.

Na temporada seguinte, Delio Rossi foi nomeado treinador da Lazio, e Pandev passou a formar uma dupla de ataque mortal com Tommaso Rocchi.

Na temporada 2007–08, Pandev passou a atrair a atenção de alguns dos maiores clubes da Europa, especialmente após uma partida pela Liga dos Campeões da UEFA contra o Real Madrid no Estádio Olímpico, no dia 3 de outubro de 2007, na qual ele marcou duas vezes.[1]

Já na temporada 2008–09, Pandev marcou seu primeiro hat-trick no Campeonato Italiano, numa partida contra a Reggina, no dia 11 de janeiro de 2009. Em 24 de março de 2009, Pandev recebeu a medalha de serviço ao país pelo presidente da República da Macedônia, Branko Crvenkovski, em reconhecimento às suas realizações esportivas e sua contribuição para o desenvolvimento e popularização do futebol na Macedônia, assim como promover a imagem do país no exterior.

Disputa de contrato[editar | editar código-fonte]

No verão de 2009, iniciou-se uma disputa entre Pandev e o presidente da Lazio, Claudio Lotito, o que resultou em uma batalha legal entre Pandev e seu clube.

A disputa começou com Pandev, deixando claro o seu desejo de deixar a Lazio durante o verão de 2009. Lotito, aparentemente descontente com a decisão de Pandev, decidiu retirá-lo do elenco. Como resultado, Pandev passou quatro meses treinando por conta própria, sem realizar uma única partida pelo clube. Durante este período, vários clubes que manifestaram interesse na compra de Pandev, principalmente o Zenit, da Rússia, que fez uma oferta de 13 milhões de euros para ter o jogador. Lotito rejeitou a oferta, exigindo 2 milhões de euros a mais. Ambas as partes não chegaram a um acordo de valores.

No dia 23 de dezembro de 2009, Pandev anunciou oficialmente a rescisão do seu contrato com a Lazio.[2]

Internazionale[editar | editar código-fonte]

Em 4 de janeiro de 2010, após muitos dias de especulação, Pandev foi anunciado oficialmente pela Internazionale, clube que já havia defendido logo que chegou ao futebol italiano.[3][4] Como estava sem clube, o jogador veio a custo zero, e assinou um contrato de quatro anos e meio com os nerazzurri.

Estreou com a camisa da Inter no dia 6 de janeiro, na vitória por 1 a 0 sobre o Chievo. Sem espaço na equipe, no dia 26 agosto foi emprestado ao Napoli.[5]

Napoli[editar | editar código-fonte]

Após estar emprestado ao Napoli na temporada 2011–12 e ter conquistado o título da Copa da Itália, ele foi contratado em definitivo e assinou contrato por três anos. O atacante afirmou:

“Eu tenho confiança nesse projeto e estou convencido que a vitória na Copa da Itália foi só o começo de uma grande era no clube. Espero encerrar minha carreira no Napoli”.[6]

Galatasaray[editar | editar código-fonte]

Pandev atuando pelo Galatasaray

Foi anunciado pelo Galatasaray no dia 1 de setembro de 2014, assinando contrato por duas temporadas.[7] O Napoli recebeu 2,4 milhões de euros pela transferência; se o contrato fosse prorrogado para a temporada 2015–16, o clube italiano receberia mais 2,1 milhões.

Genoa[editar | editar código-fonte]

Em março de 2015, após ter sido afastado do Galatasaray, Pandev retornou a Itália e assinou por dois anos com o Genoa.[8][9]

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Goran Pandev é detentor de três recordes com a camisa da Seleção da Macedônia do Norte: maior artilheiro (38 gols), jogador com mais partidas (122) e maior capitão. Representou a Macedônia durante 20 anos, entre 2001 e 2021.

Em 12 de novembro de 2020, Pandev marcou o gol que classificou seu país para uma Eurocopa pela primeira vez em sua história.

Convocado para a Euro 2020 (realizada em 2021), o atacante foi o camisa 10 e o capitão da Seleção Macedônia no torneio. Em 13 de junho, na partida diante da Áustria, Pandev marcou o primeiro gol da história de seu país nessa competição, mas não evitou a derrota da Macedônia do Norte por 3 a 1.[10] No dia 21 de junho, contra a Holanda, pela última rodada da fase de grupos, Pandev realizou sua última partida com a camisa da Seleção.[11] O atacante recebeu uma homenagem do capitão Georginio Wijnaldum antes do jogo, com uma camisa especial, e também foi homenageado ao ser substituído aos 22 minutos da etapa final. Já sem chances de classificação, a Macedônia perdeu por 3 a 0.[12]

Gols pela Seleção[editar | editar código-fonte]

# Data Local Adversário Placar Competição
1. 21 de agosto de 2002 Escópia, República da Macedônia Flag of Malta.svg Malta 5–0 Amistoso
2. 20 de agosto de 2003 Prilepo, República da Macedônia Flag of Albania.svg Albânia 3–1 Amistoso
3. 18 de fevereiro de 2004 Escópia, República da Macedônia Flag of Bosnia and Herzegovina.svg Bósnia e Herzegovina 1–0 Amistoso
4. 11 de junho de 2004 Tallinn, Estônia Flag of Estonia.svg Estónia 2–4 Amistoso
5. 18 de agosto de 2004 Escópia, República da Macedônia Flag of Armenia.svg Armênia 3–0 Elim. Copa 2006
6. 9 de outubro de 2004 Escópia, República da Macedônia Países Baixos Países Baixos 2–2 Elim. Copa 2006
7. 4 de junho de 2005 Erevan, Armênia Flag of Armenia.svg Armênia 1–2 Elim. Copa 2006
8. 4 de junho de 2005 Erevan, Armênia Flag of Armenia.svg Armênia 1–2 Elim. Copa 2006
9. 8 de junho de 2005 Teplice, República Tcheca Bandeira da República Checa Chéquia 6–1 Elim. Copa 2006
10. 11 de outubro de 2006 Andorra-a-Velha, Andorra Flag of Andorra.svg Andorra 0–3 Elim. Euro 2008
11. 17 de outubro de 2007 Escópia, República da Macedônia Flag of Andorra.svg Andorra 3–0 Elim. Euro 2008
12. 27 de agosto de 2008 Luxemburgo, Luxemburgo Flag of Luxembourg.svg Luxemburgo 1–4 Amistoso
13. 27 de agosto de 2008 Luxemburgo, Luxemburgo Flag of Luxembourg.svg Luxemburgo 1–4 Amistoso
14. 10 de setembro de 2008 Escópia, República da Macedônia Países Baixos Países Baixos 1–2 Elim. Copa 2010
15. 11 de fevereiro de 2009 Antália, Turquia Flag of Moldova.svg Moldávia 1–1 Amistoso
16. 12 de agosto de 2009 Escópia, República da Macedônia Flag of Spain.svg Espanha 2–3 Amistoso
17. 12 de agosto de 2009 Escópia, República da Macedônia Flag of Spain.svg Espanha 2–3 Amistoso
18. 11 de outubro de 2009 Escópia, República da Macedônia Flag of Qatar.svg Catar 2–1 Amistoso
19. 11 de outubro de 2009 Escópia, República da Macedônia Flag of Qatar.svg Catar 2–1 Amistoso
20. 14 de novembro de 2009 Escópia, República da Macedônia Flag of Canada.svg Canadá 3–0 Amistoso
21. 14 de novembro de 2009 Escópia, República da Macedônia Flag of Canada.svg Canadá 3–0 Amistoso
22. 18 de novembro de 2009 Teerã, Irã Flag of Iran.svg Irã 1–1 Amistoso
23. 3 de março de 2010 Escópia, República da Macedônia Flag of Montenegro.svg Montenegro 2–1 Amistoso
24. 10 de agosto de 2011 Bacu, Azerbaijão Flag of Azerbaijan.svg Azerbaijão 1–0 Amistoso
25. 15 de agosto de 2012 Escópia, República da Macedônia Flag of Lithuania.svg Lituânia 1–0 Amistoso
26. 6 de fevereiro de 2013 Escópia, República da Macedônia Flag of Denmark.svg Dinamarca 3–0 Amistoso
27. 31 de março de 2021 Duisburgo, Alemanha Bandeira da Alemanha Alemanha 1-2 Elim. Copa 2022
28. 13 de junho de 2021 Bucareste, Romênia Flag of Austria.svg Áustria 1-3 Eurocopa

Polêmica[editar | editar código-fonte]

No dia 20 de março de 2013, confirmando o que havia dito José Mourinho, então treinador do Real Madrid, de que os votos para melhor técnico do mundo e para a Bola de Ouro da temporada foram trocados, Pandev, que teve o voto computado em favor de Vicente del Bosque, treinador da Espanha, garantiu, por sua vez, ter votado no português.[13][14]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Lazio
Internazionale
Napoli
Galatasaray

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Liga dos Campeões: Real empata com a Lazio e Werder dá vexame». O Globo. 3 de outubro de 2007. Consultado em 28 de setembro de 2021 
  2. «Pandev consegue rescisão e deixa a Lazio». Trivela. 23 de dezembro de 2009. Consultado em 28 de setembro de 2021 
  3. «Internazionale contrata atacante Pandev, da Lazio». ESPN.com.br. 4 de janeiro de 2010. Consultado em 28 de setembro de 2021 
  4. «Inter de Milão contrata atacante Goran Pandev». Diário do Grande ABC. 4 de janeiro de 2010. Consultado em 28 de setembro de 2021 
  5. «Napoli anuncia contratação de Pandev por empréstimo». Trivela. 26 de agosto de 2011. Consultado em 28 de setembro de 2021 
  6. «Napoli acerta em definitivo com o atacante Goran Pandev, ex-Inter». GloboEsporte.com. 6 de junho de 2012. Consultado em 28 de setembro de 2021 
  7. «Turquia: Pandev e Dzemaili reforçam Galatasaray». Record. 1 de setembro de 2014. Consultado em 28 de setembro de 2021 
  8. Lucas Martins (8 de julho de 2015). «Ex-Inter, Lazio e Napoli, macedônio Goran Pandev acerta com Genoa». VAVEL. Consultado em 28 de setembro de 2021 
  9. Joe Sharratt (8 de julho de 2015). «Report: Genoa to sign Goran Pandev» (em inglês). Sports Mole. Consultado em 28 de setembro de 2021 
  10. «Áustria vence a Macedônia do Norte com boa atuação de Alaba e Sabitzer». UOL. 13 de junho de 2021. Consultado em 28 de setembro de 2021 
  11. Leandro Stein (21 de junho de 2021). «Pandev se despede da seleção da Macedônia do Norte como um verdadeiro herói de seu país». Trivela. Consultado em 28 de setembro de 2021 
  12. «Holanda vence fácil a Macedônia do Norte e empolga na Eurocopa». GloboEsporte.com. 21 de junho de 2021. Consultado em 28 de setembro de 2021 
  13. «Goran Pandev reforça denúncia de Mourinho contra eleição da Fifa». Terra. 20 de março de 2013. Consultado em 28 de setembro de 2021 
  14. Leandro Stein (20 de março de 2013). «Pandev: Meu voto na eleição de melhores da Fifa foi mudado». Trivela. Consultado em 28 de setembro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]