Goura Nataraj

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Goura
Deputado Estadual pelo Paraná
Período 1º de fevereiro de 2019
até atualidade
Vereador de Curitiba
Período 1º de janeiro de 2017
até 31 de janeiro de 2019
Dados pessoais
Nome completo Jorge Brand
Nascimento 5 de novembro de 1979 (40 anos)
Curitiba, PR
Nacionalidade brasileiro
Progenitores Mãe: Margarida de Oliveira
Pai: Jaques Brand
Alma mater Universidade Federal do Paraná
Cônjuge Elenice Guimarães
Filhos Sofia e Tulasi
Partido PDT
Profissão Filósofo
Website Mandato Goura

Jorge Brand, mais conhecido como Goura (Curitiba, 5 de novembro de 1979), é cicloativista, filósofo, professor de ioga e atualmente exerce mandato de deputado estadual pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT) na Assembleia Legislativa do Paraná, no Brasil.[1]

Defende as causas da mobilidade, meio ambiente, agricultura urbana, alimentação consciente, parto humanizado, cultura da paz, redução de resíduos, direitos humanos, acessibilidade e valorização dos serviços e servidores públicos.

Formação e atuação[editar | editar código-fonte]

Filho da médica Margarida de Oliveira e do poeta jornalista Jaques Brand, é companheiro de Elenice Guimarães e pai de duas filhas, Sofia e Tulasi.

Na adolescência se interessa pela contracultura. Aos 18 anos, faz sua primeira viagem à Índia e aprofunda os estudos do ioga, sânscrito e cultura da paz. É assim que ganha o nome Goura Nataraj.

De volta ao Brasil, completa sua graduação e mestrado em Filosofia na UFPR, onde estudou a Obra de Artur Schopenhauer. Dedicou-se também ao estudo do Grego e Sânscrito, além de tornar-se professor de ioga. Publicou o livro O Grande Meio Dia[2], em 2013, um apanhado de ensaios críticos que combinam o yoga ao pensamento ocidental.

Coletivo Interlux[editar | editar código-fonte]

Começa a colocar suas ideias em prática com os ativistas do Coletivo Interlux com ações como Jardinagem Libertária[3], Música Para Sair da Bolha e a primeira Bicicletada de Curitiba. Em 2007, pinta a primeira ciclofaixa da cidade[4] – sendo multado por crime ambiental pela prefeitura.

Co-fundador da CicloIguaçu[editar | editar código-fonte]

Em 2011, é co-fundador da Associação de Ciclistas do Alto Iguaçu, que teve papel fundamental na criação do Plano Cicloviário de Curitiba e nos diversos investimentos cicloviários que a cidade recebeu durante a gestão 2013-2016.

Jardim de Sofia e Praça de Bolso do Ciclista[editar | editar código-fonte]

Em 2012, cria o Jardim de Sofia, um espaço comunitário às margens do Rio Belém. Em 2014, junto a dezenas de pessoas, constrói a Praça de Bolso do Ciclista - a primeira da cidade feita coletivamente.

Atuação política[editar | editar código-fonte]

Eleições de 2014[editar | editar código-fonte]

Em 2014, Goura é candidato a deputado federal pelo Partido Verde. Com as pautas da mobilidade, meio ambiente, parto humanizado, arte e cultura. Com uma campanha colaborativa feita por dezenas de pessoas, consegue 13.235 votos, não sendo eleito. [5]

Assessor de mobilidade na Secretaria de Trânsito de Curitiba[editar | editar código-fonte]

Em 2015, é convidado pelo então prefeito Gustavo Fruet para ser assessor de mobilidade na Secretaria de Trânsito de Curitiba. Em apenas um ano, participa da criação das áreas e vias calmas da cidade, de dezenas de quilômetros de estrutura cicloviária e centenas de paraciclos. [6]

Vereador de Curitiba[editar | editar código-fonte]

Em 2016, é candidato a vereador de Curitiba pelo PDT. Foi eleito com 6.657 votos. [7]

Logo que entra na Câmara torna-se uma das principais vozes da oposição à gestão do prefeito Rafael Greca[8]. No segundo semestre, é escolhido líder da oposição e intensifica a fiscalização do Executivo, denunciando com rigor o arbítrio do prefeito e a falta de independência da Câmara. Com seis meses de mandato, enfrenta a bancada do prefeito ao se opor ao projeto que cortou direitos dos servidores[9] por um suposto ajuste fiscal da prefeitura. Desde então, a defesa dos servidores passou a ser uma das principais causas defendidas pelo seu mandato.

Deputado Estadual[editar | editar código-fonte]

Eleito para exercer mandato na Assembleia Legislativa do Paraná, durante eleições de 2018 pelo PDT com 37.366 votos, o mais votado de sua coligação. [10] Foi o único vereador de Curitiba a se eleger deputado, dentre os 19 que se candidataram a deputado estadual ou federal. [11]

No início do mandato, foi eleito presidente da Comissão de Ecologia, Meio Ambiente e Proteção aos Animais da ALEP.[12] Assumiu a liderança do PDT na casa.

Durante o mandato, em outubro de 2019, se colocou como pré-candidato à prefeitura de Curitiba pelo PDT.[13]

Referências

  1. «Único vereador de Curitiba eleito deputado tem como foco as questões ambientais». Gazeta do Povo. Consultado em 26 de fevereiro de 2019 
  2. «O Grande Meio-Dia». L-DOPA. 11 de abril de 2015. Consultado em 22 de abril de 2019 
  3. «Intervenções Urbanas Interlux». Folha de Londrina. 8 de outubro de 2018. Consultado em 8 de outubro de 2018 
  4. «Ciclistas pintam ciclofaixa em rua de Curitiba e são multados». Gazeta do Povo 
  5. «Eleições 2014: apuração dos votos». TSE. Consultado em 8 de outubro de 2018 
  6. «Coordenação de Mobilidade Urbana da Setran tem novo comando». Prefeitura Municipal de Curitiba. Consultado em 8 de outubro de 2018 
  7. «Eleições 2016: apuração dos votos». TSE. Consultado em 8 de outubro de 2018 
  8. «As armas de Jorge, o Goura - José Carlos Fernandes». José Carlos Fernandes. 17 de junho de 2018 
  9. «Último projeto do 'pacotaço' de Rafael Greca é aprovado pelos vereadores de Curitiba». G1 
  10. «Eleições 2018: apuração dos votos». UOL/TSE. Consultado em 8 de outubro de 2018 
  11. «Goura é o único vereador de Curitiba que se elegeu deputado». Jornale. Consultado em 8 de outubro de 2018 
  12. «Assembleia Legislativa anuncia a composição das 26 Comissões». ALEP. Consultado em 16 de março de 2019 
  13. «Goura oficializa pré-candidatura a prefeito de Curitiba». Plural. Consultado em 31 de outubro de 2019