Governo Sipilä

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Governo Sipilä
Sipilä hallitus
Regeringen Sipilä
Flag of Finland.svg
Juha Sipilä 18-4-2015.JPG
Início de funções 29 de maio de 2015
Fim de funções 8 de março de 2019
Primeiro-Ministro Juha Sipilä
Presidente Sauli Niinistö
Partidos de apoio Partido do Centro
Partido da Coligação Nacional
Futuro Azul
Antecessor Governo Stubb (2014-2014)

O Governo Sipilä (finlandês: Sipilä hallitus, sueco: Regeringen Sipilä) é um governo de coligação centro-direita com maioria parlamentar, formado a partir das Eleições parlamentares na Finlândia em 2015. [1]
É liderado por Juha Sipilä e integra o Partido do Centro, o Partido da Coligação Nacional e o Futuro Azul - com 104 dos 200 lugares do Parlamento da Finlândia. [2]
Entrou em funções em 29 de maio de 2015, e pediu demissão em 8 de março de 2019. [3] [4]

O número de ministérios foi baixado de 17 para 14. [5]

Governo Primeiro-ministro Partidos
Governo Sipilä Juha Sipilä Partido do Centro (centrista)
Futuro Azul (nacionalista)
Partido da Coligação Nacional (conservador)

Programa do Governo Sipilä[editar | editar código-fonte]

Resultado de um compromisso entre os três partido do governo, o programa apresentado tem como pilares a baixa de impostos e extensas poupanças nas despesas do estado finlandês, especialmente nas áreas da educação, da ajuda externa e do apoio aos desempregados.[6][7]

Na política europeia, o Governo Sipilä quer ter uma posição forte, não divulgando a sua linha antes das negociações sobre a questão grega.[8]

Composição do Governo[editar | editar código-fonte]

O Governo Sipilä é composto por 14 ministros, dos quais 6 do Partido do Centro, 4 do Futuro Azul e 4 do Partido da Coligação Nacional. [9]

Pasta Titular Partido
Primeiro-ministro Juha Sipilä Partido do Centro
Ministro da Economia Olli Rehn Partido do Centro
Ministro das Comunicações e do Ambiente Anne Berner Partido do Centro
Ministro da Família e da Terceira Idade Juha Rehula (2 anos) e
Annika Saarikko (2 anos)
Partido do Centro
Ministro da Agricultura e das Florestas Kimmo Tiilikainen Partido do Centro
Ministro dos Municípios e da Reforma da Administração Anu Vehviläinen Partido do Centro
Vice-primeiro-ministro
Ministro do Exterior e da Europa
Timo Soini Futuro Azul
Ministro da Justiça e do Trabalho Jari Lindström Futuro Azul
Ministro da Defesa Jussi Niinistö Futuro Azul
Ministra dos Assuntos Sociais e da Saúde Hanna Mäntylä Futuro Azul
Ministro das Finanças Alexander Stubb Partido da Coligação Nacional
Ministra da Educação e da Cultura Sanni Grahn-Laasonen Partido da Coligação Nacional
Ministro do Interior Petteri Orpo Partido da Coligação Nacional
Ministra do Comércio Externo e do Desenvolvimento Lenita Toivakka Partido da Coligação Nacional

Referências

  1. «Presidenten utnämnde Sipiläs regering» (em sueco). Hufvudstadsbladet. Consultado em 29 de maio de 2015. Arquivado do original em 30 de maio de 2015 
  2. «Sipiläs regering» (em sueco). Hufvudstadsbladet. Consultado em 28 de maio de 2015 
  3. «Presidenten utnämnde Sipiläs regering» (em sueco). Hufvudstadsbladet. Consultado em 29 de maio de 2015. Arquivado do original em 30 de maio de 2015 
  4. «Regeringen Sipilä faller (O Governo Sipilä cai (em sueco). Hufvudstadsbladet. Consultado em 8 de março de 2019 
  5. «Här är alla nya ministrar» (em sueco). Hufvudstadsbladet. Consultado em 28 de maio de 2015. Arquivado do original em 28 de maio de 2015 
  6. Anne Suominen. «Hårda sparåtgärder och sänkta inkomstskatter» (em sueco). Yle Nyheter. Consultado em 12 de julho de 2015 
  7. «Euroryhmä kokoontuu käsittelemään Kreikan ehdotusta lauantaina (Programa estratégico do Governo Sipilä)» (em finlandês/sueco/inglês). Valtioneuvosto (Chancelaria do Governo da Finlândia). Consultado em 12 de julho de 2015 
  8. Björn Udd. «Finland hemlighåller sin ståndpunkt i Greklandsfrågan» (em sueco). Yle Nyheter. Consultado em 12 de julho de 2015 
  9. «Sipiläs regering» (em sueco). Hufvudstadsbladet. Consultado em 29 de maio de 2015 

Veja também[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Governo Stubb
2014-2015
Governo Sipilä
20152019
Sucedido por
Governo Rinne
2019-