Graça Castanheira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Graça Castanheira
Nascimento 1962 (58 anos)
Caholo, Huíla, Angola colonial
Nacionalidade portuguesa
Ocupação cineasta

Maria da Graça Castanheira (Angola, 1962) é uma cineasta, argumentista, realizadora portuguesa da área do documentário.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu em Caholo, Huíla, em Angola em 1962 onde viveu até aos nove anos. O pai professor de latim e grego é perseguido pela PIDE e é alvo de um processo disciplinar o que o leva a família a partir para Moçambique, onde residem até ao o 25 de Abril, altura em que regressam a Portugal.[1][2]

Forma-se em Cinema em 1989 na Escola Superior de Teatro e Cinema do Instituto Politécnico de Lisboa, na qual é actualmente professora de Cinema Documental e de Prática de Realização.

Realizadora de documentários e de séries documentais, foi distinguida com inúmeros prémios ao longo da sua carreira.

Faz parte do grupo fundador da Apordoc - Associação pelo Documentário que promove o festival DocLisboa. [3]

Criou em 2008 a sua própria empresa de produção e pós-produção - Pop Filmes.

Prémios[editar | editar código-fonte]

  • Logo Existo, recebeu uma Menção Honrosa na Secção Melhor Documentário no DocLisboa de 2006
  • Angst foi distinguido em 2011 com:[4][5]
    • Prémio Ulisses de Melhor Documentário do festival francês CINEMED - Festival Cinéma Mediterranéen de Montpellier (2011) [6][7]
    • Menção Honrosa na competição internacional e o Prémio da Juventude Universidade Lusófona no festival CineEco 2011
    • Prémio de Melhor Documentário Troféu Andorinha Curta no CINEPORT - Festival de Cinema de Países de Língua Portuguesa (Brasil) 2011
  • Rua da Estrada, foi distinguido com:
    • Melhor curta nacional na categoria documentário no Arquitecturas Lisbon Film Festival (Portugal) em 2014 [8] [9]
    • Nomeado para o Prémio Sophia de 2013 na categoria de Melhor Curta-Metragem em Formato de Documentário [10]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b «Graça Castanheira: A esquerda portuguesa é bastante conservadora». www.jornaldenegocios.pt. Consultado em 20 de maio de 2020 
  2. Nascimento, Frederico Lopes / Marco Oliveira / Guilherme. «Cinema Português». CinePT-Cinema Portugues. Consultado em 20 de maio de 2020 
  3. «Graça Castanheira». agencia.curtas.pt (em inglês). Consultado em 20 de maio de 2020 
  4. Lusa. «"Angst", de Graça Castanheira vence prémio Ulisses». PÚBLICO. Consultado em 20 de maio de 2020 
  5. Portugal, Rádio e Televisão de. «"Angst", de Graça Castanheira, vence prémio de melhor documentário do Festival de Montpellier». "Angst", de Graça Castanheira, vence prémio de melhor documentário do Festival de Montpellier. Consultado em 20 de maio de 2020 
  6. «"Angst", de Graça Castanheira, vence Prémio de Melhor Documentário do Festival de Montpellier». alma-lusa.blogs.sapo.pt. Consultado em 20 de maio de 2020 
  7. «« L'homme sans portable », du Palestinien Sameh Zoabi, grand lauréat du Cinemed 2011». Médiaterranée (em francês). 30 de outubro de 2011. Consultado em 20 de maio de 2020 
  8. «A Rua Da Estrada (A Road As A Street)». agencia.curtas.pt (em inglês). Consultado em 20 de maio de 2020 
  9. «Álvaro Domingues». The Form of Form. Consultado em 20 de maio de 2020 
  10. «Vencedores dos Prémios Sophia 2013 | Extra | RTP». Extra. 7 de outubro de 2013. Consultado em 20 de maio de 2020 
  11. Nascimento, Frederico Lopes / Marco Oliveira / Guilherme. «Céu Aberto». CinePT-Cinema Portugues. Consultado em 20 de maio de 2020 
  12. Nascimento, Frederico Lopes / Marco Oliveira / Guilherme. «Dois Mundos». CinePT-Cinema Portugues. Consultado em 20 de maio de 2020 
  13. Nascimento, Frederico Lopes / Marco Oliveira / Guilherme. «Outubro». CinePT-Cinema Portugues. Consultado em 20 de maio de 2020 
  14. Nascimento, Frederico Lopes / Marco Oliveira / Guilherme. «Logo Existo». CinePT-Cinema Portugues. Consultado em 20 de maio de 2020 
  15. Portugal, Rádio e Televisão de. «Laura, A Inquietação de Estar Viva - Documentários - RTP». www.rtp.pt. Consultado em 20 de maio de 2020 
  16. Barros, Eurico de. «Laura Soveral nas imagens do cinema português». Observador. Consultado em 20 de maio de 2020 
  17. Nascimento, Frederico Lopes / Marco Oliveira / Guilherme. «A Catedral». CinePT-Cinema Portugues. Consultado em 20 de maio de 2020 
  18. Nascimento, Frederico Lopes / Marco Oliveira / Guilherme. «Fernando Lopes-Graça». CinePT-Cinema Portugues. Consultado em 20 de maio de 2020 
  19. Nascimento, Frederico Lopes / Marco Oliveira / Guilherme. «Maria de Lourdes Pintasilgo». CinePT-Cinema Portugues. Consultado em 20 de maio de 2020 
  20. Nascimento, Frederico Lopes / Marco Oliveira / Guilherme. «A Casa e a Cidade». CinePT-Cinema Portugues. Consultado em 20 de maio de 2020 
  21. Nascimento, Frederico Lopes / Marco Oliveira / Guilherme. «Angst». CinePT-Cinema Portugues. Consultado em 20 de maio de 2020 
  22. Nascimento, Frederico Lopes / Marco Oliveira / Guilherme. «Cota Zero». CinePT-Cinema Portugues. Consultado em 20 de maio de 2020 
  23. Nascimento, Frederico Lopes / Marco Oliveira / Guilherme. «O Tempo e o Modo». CinePT-Cinema Portugues. Consultado em 20 de maio de 2020 
  24. Nascimento, Frederico Lopes / Marco Oliveira / Guilherme. «João Salaviza». CinePT-Cinema Portugues. Consultado em 20 de maio de 2020 
  25. Nascimento, Frederico Lopes / Marco Oliveira / Guilherme. «A Rua da Estrada». CinePT-Cinema Portugues. Consultado em 20 de maio de 2020 
  26. A Rua da Estrada ver online em Filmin, consultado em 20 de maio de 2020 
  27. Nascimento, Frederico Lopes / Marco Oliveira / Guilherme. «Casa de Eros». CinePT-Cinema Portugues. Consultado em 20 de maio de 2020 
  28. Portugal, Rádio e Televisão de. «Paraíso - Magazines - RTP». www.rtp.pt. Consultado em 20 de maio de 2020 
  29. «Documentário – Francisco Varatojo» (em inglês). Consultado em 20 de maio de 2020 
  30. Alves, Laurinda. «O poder da bondade». Observador. Consultado em 20 de maio de 2020 
  31. «A Pedra Não Espera». IndieLisboa. Consultado em 20 de maio de 2020 
  32. «A Pedra Não Espera | Extra | RTP». Extra. 25 de junho de 2018. Consultado em 20 de maio de 2020